Conecte-se Conosco

TECNOLOGIA

Mercado de computadores tem leve crescimento em 2019, aponta IDC

Publicado

em

Fonte/ DCI.Com/Luiz Paulo Charleaux

A IDC Brasil apresentou dados do estudo sobre o mercado brasileiro de computadores no segundo trimestre de 2019. Em destaque está a expansão de 0,3% em comparação ao mesmo período em 2018.

Foram vendidas 1,448 milhão de máquinas no intervalo analisado em 2019. Assim, foi gerado uma receita de R$ 4,1 bilhão, 12% de aumento em relação ao segundo trimestre de 2018.

“Apesar da alta maior do que era esperado, a recuperação econômica segue lenta, a cautela continua ditando o ritmo das compras nas empresas e dos consumidores domésticos, e os índices de crescimento nas vendas destes itens equilibrados com a economia”, avalia Welling La False, analista de mercado da IDC Brasil.

Setor corporativo e PCs gamers contribuem para o aumento

O levantamento aponta o mercado corporativo como principal consumidor. Com alta de 2%, ele foi responsável por adquirir 536 mil novas maquinas. A IDC Brasil revela que o setor bancário e o de manufatura são os maiores compradores destes itens.

No varejo, a evolução foi abaixo do esperado com apenas 0,5% em comparação ao mesmo período de 2018. Contudo, o número ainda é positivo após a queda de 8% no primeiro trimestre de 2019.

Mesmo com o aumento de 14% nos preços dos desktops, os PC gamers foram essenciais para o crescimento do mercado. Das 912 mil máquinas vendidas pelo varejo durante o período, 141 mil itens pertenciam a esta categoria.

“O mercado gamer já vinha se mostrando importante desde o ano passado e ficou ainda maior este ano, ajudando o segmento de computadores de mesa a crescer”, comenta La Falce.

Projeções para o segundo semestre de 2019

Para segunda metade do ano, a IDC Brasil prevê o aumento de 6% em relação ao mercado de desktops e a venda de 350 mil itens a mais que o ano anterior. Enquanto as vendas de notebooks podem ter um pequeno encolhimento e vender 15 mil itens a menos.

Continue lendo
Clique para comentar

TECNOLOGIA

Mi Note 10 chega ao Brasil numa parceria da Xiaomi com a Vivo; saiba preço

Publicado

em

Mi Note 10: cinco sensores na traseira do smartphone — Foto: Divulgação/Xiaomi Fonte: techtudo

Smartphone da Xiaomi tem câmera com sensor de 108 MP e processador Snapdragon 730G.

Mais um reforço para o portfólio da Xiaomi no Brasil: a empresa anuncia a chegada oficial do Mi Note 10, celular que se destaca pelo conjunto de câmeras com sensor de até 108 MP – criado em parceria com a Samsung. O smartphone chega ao mercado doméstico em 18 de dezembro, quando passa a ser vendido em parceria com a Vivo pelo preço sugerido de R$ 4.499 no plano Vivo Família 60 GB, cuja mensalidade custa mais R$ 320. Há aparelhos nas cores preto, branco e verde.

Para início de conversa, é importante dizer que o Mi Note 10 não faz frente a outros smartphones da classe mais elevada, como Galaxy Note 10 e OnePlus 7 Pro, uma vez que fica devendo um processador de altíssimo desempenho. Marca presença o Snapdragon 730G (Qualcomm), o que faria do modelo um intermediário.

A tela OLED de 6,47 polegadas traz recorte para alojar a câmera de selfies (32 MP) e também leitor integrado de impressões digitais.

São cinco câmeras na parte traseira:

  • Grande angular de 108 MP (f/1.69)
  • Ultra wide de 20 MP (f/2.2)
  • Teleobjetiva 2x de 12 MP (f/2.0)
  • Teleobjetiva 5x de 5 MP (f/2.0)
  • Macro de 2 MP
Diferentes lentes do Mi Note 10 criam a impressão de que o trem está se movendo em direção à modelo — Foto: Divulgação/Xiaomi
Diferentes lentes do Mi Note 10 criam a impressão de que o trem está se movendo em direção à modelo — Foto: Divulgação/Xiaomi

A ficha técnica fica completa com a memória RAM de 6 GB e o armazenamento de 128 GB. Também menciona bateria de 5.260 mAh com recarga rápida e carregador de 30W, porta USB-C e saída analógica de áudio (no padrão P2).

Assim como em outros lançamentos deste ano, o equipamento é vendido na China com outro nome: Mi CC9 Pro.

Vale lembrar que a Xiaomi se tornou o principal alvo de contrabandistas, que oferecem aparelhos da marca em sites de compra/venda. São equipamentos sem nota fiscal, sem garantia e sem a certeza de que funcionam no 4G de 700 MHz. Por isso mesmo, são mais baratos.

Continue lendo

TECNOLOGIA

Saiba quais sistemas operacionais serão abandonados pelo WhatsApp

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Reuters

O WhatsApp revelou em sua página de apoio ao cliente que o app de mensagens deixará de funcionar em alguns sistemas operacionais neste início de 2020.

Quem (ainda) tenha um dispositivo com Windows Phone deixará de conseguir encontrar o WhatsApp a partir de 31 de dezembro em todas as versões do sistema operacional. Quanto a outros sistemas, segundo o Mirror, o WhatsApp deixará de ser suportado no Android 2.3.7 e iOS 8 (e versões anteriores) a partir do dia 31 de janeiro.

A decisão do WhatsApp em abandonar determinadas versões de sistemas operacionais está relacionada com a taxa de utilização dos mesmos, com a empresa preferindo concentrar recursos nas versões mais utilizadas.

Continue lendo

TECNOLOGIA

BMW e Hyundai foram alvo de ataque e tentativa de invasão

Os responsáveis foram identificados como pertencentes ao grupo vietnamita OceanLotus

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Notícias ao Minuto

A BMW e a Hyundai foram alvo de um ataque de hackers pertencentes ao grupo vienamita OceanLotus com o objetivo de tentar reunir dados e informações comerciais. Ao que tudo indica teria sido apenas isso mesmo, uma tentativa e não passou disso.

Nem a Hyundai nem a BMW comentaram o caso específico, onde apenas indicaram que estão equipadas de “estruturas e processos” para limitar o acesso exterior. Um especialista em segurança (anônimo) teria apontado que não houve roubo de dados sensíveis no caso da fabricante alemã, informou o Engadget.

Segundo o Engadget, este ataque aconteceu em uma ocasião em que o Vietnã se encontra colaborando com a BMW como fornecedora, com muitos a apontarem que o grupo OceanLotus teria agido com apoio do governo do país de modo a deixar de depender da colaboração com a empresa e acelerar o lançamento da sua própria fabricante.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital