Conecte-se Conosco

ESPORTES

Mesmo com clima hostil, Neymar faz golaço e garante vitória do PSG em casa

Neymar PSG (Foto: Reuters)/G1

Publicado

em

Hostilidade e aplausos. Vaias e golaço. A volta de Neymar ao time do PSG após a frustrada negociação com o Barcelona teve de tudo. Mas, no fim, vitória do time parisiense por 1 a 0 sobre o Strasbourg graças a uma pintura do atacante brasileiro no Parque dos Príncipes nos acréscimos do duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Francês.

Como era esperado, o ambiente para Neymar no PSG no primeiro jogo dele na temporada europeia não foi nada tranquilo. O jogador foi vaiado e xingado pelas organizadas ao entrar em campo e a cada vez que pegava na bola durante boa parte do duelo com o Strasbourg no Parque dos Príncipes. As organizadas pegaram pesado e estenderam duas faixas contra Neymar: “Neymar Sr venda seu filho na Vila Mimosa!”, dizia a faixa estendida no Parque dos Príncipes numa alusão a uma zona de prostituição no Rio de Janeiro. Ela foi recolhida minutos depois.No segundo tempo, uma nova faixa foi exibida pelos ultras: “Seu nome na Torre Eiffel, seus milhões em conta, suas noitadas open bar: Bem-vindo ao inferno, Calimero”. Calimero é um personagem de desenho animado conhecido por reclamar muito. Durante pelo menos metade do primeiro tempo as vaias foram muito fortes. Vindo principalmente dos setores onde ficam as organizadas (ultras) do PSG.

Com o resultado, o PSG chegou aos 12 pontos e está no topo do Campeonato Francês. Além de se manter a liderança, o triunfo anima Neymar e companhia para o duelo em casa contra o Real Madrid, na próxima quarta-feira, pela primeira rodada da Liga dos Campeões.

Dado o clima hostil, as vaias, as faixas ofensivas e todo o ambiente desfavorável a Neymar – muito por conta de suas próprias escolhas -, era de se esperar que o atacante não fosse bem, Ledo engano. O camisa 10 foi, de longe, o melhor do PSG na partida, criando as melhores oportunidades, se movimentando bastante, dando passes e buscando o jogo. Quase fez um gol olímpico no segundo tempo (a bola carimbo a trave). Foi premiado pela dedicação e tranquilidade em suportar a pressão com um golaço de voleio que assegurou o triunfo do PSG aos 46 do segundo tempo. Fez mais um depois, mas que acabou anulado por impedimento de Di María. Um jogo para Neymar não esquecer.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital