Conecte-se Conosco

EDUCAÇÃO

MPPA interdita escola em Conceição do Araguaia

Inspeção realizada pelo MPPA constatou risco à saúde de alunos e profissionais que frequentam a escola José Pereira Barbosa

Foto: Reprodução / Fonte: MPPA

Publicado

em

Após inspeções em escolas de Conceição do Araguaia e municípios próximos, o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requereu judicialmente a interdição da Escola Municipal de Ensino Fundamental José Pereira Barbosa. O colégio, localizado na zona urbana de Floresta do Araguaia, apresenta problemas elétricos, infiltrações e falta de manutenção. Ajuizada na última quinta-feira (28), a Ação Civil Pública requer que os alunos sejam remanejados para outro centro de ensino e que seja feita a reforma da unidade de ensino.

A Promotoria de Justiça de Conceição do Araguaia realizou diversas inspeções em escolas da região. Nelas, o promotor de Justiça Alfredo Amorim constatou as péssimas condições estruturais das instituições de ensino, especialmente da zona rural. Na EMEF José Pereira Barbosa, verificou-se que a estrutura elétrica do local é perigosa, pois as fiações estão em péssimo estado de conservação, com fios expostos e apresentam risco de choque aos estudantes e funcionários do local. A rede elétrica do colégio é antiga e por causa disso não há carga suficiente para ligar os ar-condicionados que foram instalados, e os alunos e professores sofrem no calor amazônico.

Ventiladores velhos pendurados nas vigas do telhado

No local também foram constatados problemas sanitários como materiais de limpeza guardados na cozinha, alimentos mantidos junto com utensílios para cozinhar e falta de estrutura no local para o preparo da merenda escolar. Os banheiros da escola não possuem descarga, são pequenos e estão constantemente sujos, pois os auxiliares de serviços gerais estão sobrecarregados de trabalho. O colégio apresenta ainda infiltrações, goteiras, pinturas deterioradas.

Segundo o promotor, as péssimas condições físicas da instituição atrapalham o desenvolvimento dos alunos, e podem acarretar problemas de saúde para os estudantes, professores e demais funcionários do local. “Vê-se que o município de Floresta do Araguaia não tem prezado pelo cumprimento de seu dever constitucional de ofertar educação de qualidade a seus alunos, inclusive, sujeitando-os a situações que colocam em risco não só o pleno desenvolvimento destes, mas também a própria vida de discentes e docentes”, afirma Alfredo Amorim.

Infiltrações nas paredes do colégio e cozinha imprópria para o preparo da merenda escolar

Devido os problemas encontrados na escola, a Promotoria ajuizou a ACP contra a Prefeitura de Floresta do Araguaia, onde requer a interdição imediata da EMEF José Pereira Barbosa, sob pena de multa diária de R$10 mil por dia de descumprimento da medida cautelar. O MPPA requer também que, dentro de 5 dias, os alunos sejam transferidos para outra escola, sendo garantido o transporte e alimentação destes estudantes. A penalidade por descumprimento é o pagamento de multa no valor de R$10mil. O promotor pede ainda que o município encaminhe, no prazo de 60 dias, a comprovação das medidas tomadas para reforma da instituição.

Texto: Sarah Barbosa (estagiária de jornalismo)
Edição: Edyr Falcão

EDUCAÇÃO

Órgão responsável pelo Enem posta mensagem com erro de português e depois apaga

Publicado

em

Mensagem publicada pelo Inep em uma rede social com a palavra visualizações escrita 'vizualizações' — Foto: Reprodução/Twitter

Perfil do Inep afirmou que número de ‘vizualizações’ das notas do Enem já havia ultrapassado marca de 2,5 milhões. No dia 8, ministro da Educação disse que um fato era ‘imprecionante’.

O perfil do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no Twitter cometeu um erro de português nesta sexta-feira (17) ao informar que o número de “vizualizações” das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já havia ultrapassado a marca de 2,5 milhões.

Vinculado ao Ministério da Educação, o Inep é o responsável pelo Enem. Após a publicação, a mensagem foi apagada, e uma nova mensagem foi postada com a palavra escrita da maneira correta, isto é, visualizações.

G1 procurou o Inep e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

Mais cedo, nesta sexta-feira, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o presidente do Inep, Alexandre Lopes, apresentaram os resultados do Enem de 2019.

Continue lendo

EDUCAÇÃO

Alunos do cursinho Pré-vestibular de Belém alcançam mais de 900 pontos na redação do Enem

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

A jovem estudante Jamara Oliveira, de 18 anos, moradora do conjunto Sideral, no bairro Parque Verde, está entre os muitos alunos do cursinho Pré-vestibular Municipal de Belém, que alcançou mais de 900 pontos na redação do Exame nacional do Ensino Médio (Enem), divulgado nesta sexta-feira, 17, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ela, que teve a nota 960 pontos na redação, pretende cursar Terapia ocupacional.

“O cursinho municipal foi ímpar na minha vida. Os professores são excelentes. As aulas de redação com filosofia, sociologia e direto constitucional ajudaram a aumentar o meu repertório sociocultural. A caminhada foi muito árdua, não foi fácil chegar nessa pontuação. As aulas de matemática básica também me ajudaram bastante. Sou muita grata por essa oportunidade que tive de estudar no cursinho municipal. Agora é só espera o resultado das universidades”, conta Jamara, que saía às 6 horas de casa, todos os dias, e ressalta que por ser de família de baixa renda, a mãe dela não teria condições de pagar um curso preparatório. Jamara será a primeira da família a entrar numa universidade pública.

Outra estudante Karine Coelho de Souza, de 20 anos, moradora do Tapanã, também tirou 960 na redação e pretender cursar Direito.

“Eu sabia que tinha feito uma boa prova, e ainda assim estava aflita para saber minha nota. Fique muito satisfeita e realizada, tanto com a minha nota na redação, quanto nas outras disciplinas. O pré-vestibular foi a melhor escolha que eu fiz, porque me senti acolhida pelos professores, que me ajudaram bastante na resolução de exercícios e na correção da redação. A professora Sueanne me ajudou a lapidar a minha redação”, comenta Karine, que ia para aula, almoçava no cursinho e depois das aulas ia para a biblioteca do cursinho reforçar o conteúdo.

As duas estudantes ficaram surpresa com o tema da redação, que foi “Democratização do Acesso ao Cinema no Brasil”, mas se sentiram preparadas. Jamara buscou argumentar a construção sócio espacial, a má distribuição de renda da população citando o artigo 3 da Constituição do Brasil e a filósofa Hannah Arendt que diz que “a essência dos direitos humanos é o direito de ter direitos”.  Karina também utilizou todo o seu aprendizado das aulas de redação, citando noções de direito, argumentos históricos e citações.

Cursinho – O cursinho Pré-Vestibular Municipal é uma iniciativa da Prefeitura de Belém que, por meio da Fundação Escola Bosque (Funbosque). Desde 2015, quando teve início e era ligado à Secretaria de Educação (Semec), vem realizando o sonho de muitos alunos das escolas da rede pública de entrar para a universidade pública, por meio do vestibular. 

O grande diferencial do curso preparatório é o projeto Pró 1000, que trabalha a redação de uma forma global, incluindo noções de direito constitucional, filosofia, sociologia, biotecnologia e artes. E, ainda, o projeto Pró Mais que reforça a matemática básica aos alunos. O cursinho atende a cerca de 1200 alunos.

“Estamos muito felizes. Os nossos alunos mais uma vez estão arrebentando nas notas de redação, este ano. Muitos já comunicaram que tiraram nota acima de 900 pontos, que corresponde ao percentual de 2% do Brasil, ou seja, onde ficam as notas mil. Para nós não é novidade, porque foi um tema que eles ficaram muito à vontade para dissertar, comentar e produzir o texto com tranquilamente. Eles estão confiantes com esse número expressivo e estamos muito felizes com os resultados, principalmente, com as notas da redação” comenta a coordenadora de Linguagens do cursinho Pré-Vestibular Municipal, Sueanne Freitas, professora de redação.

Durante a sexta-feira, a professora Sueanne recebeu várias ligações de alunos do cursinho, agradecendo por conquistar boas notas no exame.

Enem – No Brasil foram cerca 4 milhões de participantes no Enem 2019. Para conferir a nota da redação e a pontuação de cada uma das quatro áreas de conhecimento, Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, o estudante deve acessar o site https://enem.inep.gov.br/participante ou no aplicativo do Enem. É preciso fazer o login com o CPF e a senha cadastrada.

Texto: Tábita Oliveira

Continue lendo

EDUCAÇÃO

Assim como Dilma, Weintraub promete “dobrar a meta”

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Pleno News

Enquanto o secretário da Cultura, Roberto Alvim, parafraseou o ministro da Propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels, o ministro da Educação, Abraham Weintraub escolheu a ex-presidente Dilma Rousseff como inspiração na hora de comentar a implementação do Enem Digital.

– Eu não gosto de parafrasear o passado, mas essa não vai dar. A gente sabe qual é a meta e estamos, agora, dobrando a meta. O Enem Digital terá 100 mil participantes. Acabamos de fechar – declarou o ministro.

A aplicação digital do Exame Nacional do Ensino Médio terá um modelo piloto em 2020. No ato da inscrição, os participantes poderão escolher entre fazer a prova em papel ou no modelo digital. O modelo será aplicado para 50 mil pessoas em 15 capitais federais nos dias 11 e 18 de outubro. A prova tradicional será nos dias 1º e 8 de novembro.

– Estamos formalizando os processos básicos para fazer as contratações necessárias para realização do Enem Digital. Já estamos estudando os locais de prova e fizemos alguns pré-testes para a aplicação – disse o presidente do Inep, Alexandre Lopes.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital