Conecte-se Conosco

CIDADE

Município de Bragança recebeu o Liceu de Música em clima de marujada e retumbão

FOTO: RODOLFO OLIVEIRA / AG. PARÁ

Publicado

em

Ao som da Marujada, das ladainhas e do retumbão, o Governo do Estado inaugurou na noite de sábado, 15, o Liceu de Música de Bragança. A entrega do liceu e do teatro que compõe o projeto elaborado pela Secretaria de Estado de Cultura  (Secult)  aconteceu no clima da Marujada, festa folclórico-religiosa que começa neste domingo, 16. O projeto é resultado de um investimento no valor de R$ 11, 7 milhões e funcionará no prédio histórico da Escola Estadual Monsenhor Mâncio Ribeiro, no centro histórico da cidade.

A cerimônia de inauguração foi presidida pelo governador Simão Jatene, já sinalizando importância do projeto idealizado para formação livre de músicos não só de Bragança, mas também de outros municípios, notadamente do nordeste paraense. “Esta cidade tem uma alma e merece um projeto desta dimensão. Agora este espaço tem que ser apropriado pela população para que todos os jovens possam um dia estar neste palco não só do Liceu, como também do Estado e de todo o Brasil”, comentou o governador.

O Liceu foi implantado no antigo prédio da Escola Monsenhor Mâncio Ribeiro construído no final da década dos anos 1920 do século passado e inaugurado em 1932 pelo governador Magalhães Barata. A reforma do prédio de arquitetura eclética e traços art décor foi demorada dada a riqueza de detalhes dessa arquitetura, que precisava ser restaurada e dos critérios construtivos.

Para ampliar o espaço, o porão foi rebaixado e lá instalados além de uma cozinha, um refeitório e outros espaços de suporte, mais salas de aula para ensino da música, que no total são 10; o prédio tem também um pequeno auditório, fonoteca, sala de professores, sala de planejamento pedagógico, recepção e secretaria.

“O Liceu não será um centro acadêmico de música, mas uma escola livre de formação técnica que ai valorizar a riqueza musical de Bragança e, assim, valorizar as manifestações folclóricas fortemente identificadas na Marujada; como destaque para o retumbão, siriá, xote e outros ritmos comuns a toda a região, entre eles, o carimbó. Mas, não faltará espaço para as ‘furiosas’, as tradicionais bandas de música do interior, que cada vez mais se profissionalizam”, disse o secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves.

Prédio

O teatro é uma construção de arquitetura contemporânea que dialoga com o ecletismo do antigo prédio escolar. Com uma fachada interna revestida com um gigantesco pano de vidro, o edifício abriga espaço com os mais adequados recursos para a apresentação de espetáculos de qualquer natureza, além do teatro, pode receber  eventos culturais em geral. Tem 300 lugares e um palco medindo 14 m  de boca e 7 m de profundidade; no pavimento térreo tem um hall amplo e confortável com espaço projetado para um café; aos fundos do palco foram instalados camarins coletivos e individuais e banheiros; há ainda espaços para depósito de cenários e objetos de cena.

“O governo entrega um pacote completo, incluindo a concepção de uso educacional e artístico. É uma proposta de um liceu autêntico, isto é, um centro de formação educacional não acadêmica, vocacionado a interagir com os talentos locais e pretende ser um celeiro de talentos para todos os municípios da região”, ressaltou Paulo Chaves.

A expectativa da administração municipal é que o funcionamento do Liceu de Música responda também aos planos locais da política cultural. Concomitante, na vizinhança do Liceu, a Prefeitura está restaurando um prédio também antigo onde vai instalar a Casa da Cultura, formando um pólo de atividades artístico-educacionais no centro da cidade de Bragança.

Para o prefeito de Raimundo Oliveira receber o prédio do Liceu de Música de Bragança em plena festividade de São Benedito mostra a força do santo negro e seu amor pela população de Bragança. “Este dia entrou para a história e também para o coração do povo bragantino”, declarou o prefeito.

Durante a cerimônia, houve apresentação da banda “Jovens Talentos”, que desde 2014 atua em Bragança com o incentivo da Secult, dos músicos Toni Soares, Júnior Sores e Almirzinho Gabriel (todos residentes em Bragança) e também apresentações musicais típicos dos ritmos bragantinos.

“Espero que a ocupação artística, intelectual e estética seja inteligente e sensível. Este espaço será um grande motor não só para Bragança, mas para a região inteira. Todos os músicos do estado podem vir tocar aqui e nós podemos sair para tocar em qualquer lugar. Este espaço é um sonho”, ressaltou Almirzinho Gabriel.

Para Júnior Soares, o Liceu de Música de Bragança é um espaço esperado por todos os músicos que militam pela cultura. “Não só para Bragança como para todos os municípios do entorno é um presente”, disse.

“Todos os bragantinos estavam esperando por esta inauguração. Aqui iremos trabalhar não somente a música assim como todas as manifestações culturais da região bragantina”, comentou Toni Soares.

Talentos

Cerca de 30 jovens músicos da Orquestra do Projeto Jovens Talentos de Bragança abriram a programação musical da inauguração do Liceu. Foi este projeto também que, desde 2012, norteou a arquitetura do Liceu de Música de Bragança. O Jovens Talentos consiste no ensino da música como instrumento de socialização e transmissão de noções de cidadania, enquanto preparam o caminho para a profissionalização dos jovens.

“O projeto foi criado de uma maneira que culminasse com reforma e construção da Escola Monsenhor Mâncio Ribeiro, ou seja, o objetivo é que aqui abrigue o projeto dentro do Liceu através de uma simbiose perfeita”, explicou o maestro Nelson Neves, que rege a orquestra e o projeto.

Dos R$ 11,7 milhões investidos, parte foi na aquisição de recursos acústicos das salas de aula, mobiliário escolar adequado ao tipo de atividade pedagógica; equipamentos para o teatro; rede de monitoramento eletrônico e sistema de combate a incêndio, além de paisagismo.

Por Márcio Flexa
Fonte: Agência Pará

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual