Conecte-se Conosco

SAÚDE

Municípios paraenses têm novo dia D contra sarampo e poliomelite

Publicado

em

 Menos de 70% do público alvo  da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo, foi alcançado no Pará, assim como em outros onze estados brasileiros.. Por isso, todos os  municípios paraenses devem realizar o segundo dia D, no próximo sábado (1º), A  ação pretende garantir o alcance da meta do Ministério da Saúde, que é a cobertura de 95% das crianças de até cinco anos.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), a organização da mobilização é de responsabilidade de cada município, portanto é necessário que a população verifique com as Secretarias Municipais quais postos estarão abertos neste sábado. Em Belém, prefeitura informou que estará com todas as unidades de saúde funcionando de 8h às 13h.

A campanha começou no dia 6 de agosto e tinha previsão para acabar nesta sexta-feira (31). No entanto, as Secretarias Estaduais de Saúde aguardam a decisão do Ministério de Saúde sobre se haverá ou não prorrogação após o Dia D em primeiro de setembro.

Em termos quantitativos, só no Pará, verificou-se queda para a cobertura de Poliomielite de 101,54% em 2011, para 66,21% no ano passado. A situação também foi semelhante com a imunização contra o sarampo, que atingiu uma cobertura de 109,25% em 2011, e só atingiu 69,90% do público alvo com as doses de Tríplice Viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba.

Público alvo

Segundo recomendação do Ministério da Saúde, a prioridade da campanha são as crianças de um até menores de cinco anos, que são mais vulneráveis às doenças e suas complicações. Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida devem receber a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha.

Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina tríplice viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.

Em 12 estados, vacinação ficou abaixo da média

Por Paula Laboissière / Agência Brasil  Brasília

De acordo com a pasta, mais de 3 milhões de crianças ainda não foram imunizadas contra ambas as doenças. O Riode Janeiro registra os menores índices de cobertura, seguido pelo Distrito Federal, Roraima, Pará, Acre, Amazonas, Bahia, Piauí, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Mato Grosso. Apenas o Amapá atingiu a meta de vacinar 95% do público-alvo.A orientação do ministério é que estados e municípios que estão com cobertura vacinal abaixo de 95% abram os postos de saúde no próximo sábado (1º). A pasta alertou que a organização da mobilização no fim de semana é de responsabilidade de cada município e que, portanto, é necessário verificar com as secretarias municipais quais postos estarão abertos.

Casos de sarampo

Até o dia 28 de agosto, foram confirmados 1.553 casos de sarampo no Brasil, enquanto 6.975 permanecem em investigação. O país enfrenta dois surtos da doença: no Amazonas, que já computa 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação, e em Roraima, onde há 300 casos confirmados e 70 em investigação.

Casos isolados e relacionados à importação foram identificados nos seguintes estados: São Paulo (2); Rio de Janeiro(18); Rio Grande do Sul (16); Rondônia (2); Pernambuco (2); e Pará (2).

Foram confirmadas ainda sete mortes por sarampo, sendo quatro em Roraima (três em estrangeiros e uma em brasileiro) e três no Amazonas (todos brasileiros, sendo dois óbitos em Manaus e um no município de Autazes).

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual