Conecte-se Conosco

ESPORTES

Ney Franco mostra surpresa com erros defensivos do Cruzeiro: ‘Precisamos jogar muito mais ‘

Ney Franco analisou erros defensivos do Cruzeiro que custaram mais uma derrota na Série B do Brasileiro (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Publicado

em


Ney Franco se surpreendeu com a forma que o Cruzeiro foi derrotado por 3 a 1 para o CSA, neste sábado, no Rei Pelé, em Maceió. Em entrevista pós-jogo, o treinador afirmou que chegou a destacar, na palestra antes da partida, a qualidade da defesa para proteger jogadas pelo alto – tanto em cobranças de escanteio, como faltas laterais. Acontece que os alagoanos construíram a vitória sobre a Raposa justamente explorando essa deficiência da zaga celeste.

Aos 11’ da etapa inicial, Cleberson ficou livre após Leo se assustar com o desvio de Pimpão na primeira trave. O zagueiro do CSA só teve o trabalho de colocar a bola para dentro. O defensor cruzeirense voltou a falhar no posicionamento aos 28’, quando Alan Costa aproveitou cruzamento da direita. Já na etapa final, foi Cacá que não se atentou para a movimentação de Pedro Lucas, responsável pelo terceiro gol aos 28’. 

“A gente abordou na palestra que nossa equipe estava muito bem postada defensivamente para bola aérea, tanto para escanteio quanto para faltas laterais. Ali, entrou um pouco de competência do adversário, mas no primeiro gol, principalmente, essa puxada do atacante na frente (primeira trave) para raspar é um básico do futebol e você tem que fazer essa marcação”, analisou Ney Franco.

“Esses dois gols de bola parada mudaram muito a situação do jogo. Nos cabe agora pegar algo de positivo para reforçar e mostra que precisamos fazer ajustes de bola parada para aperfeiçoar no próximo jogo. Quando o jogo está equilibrado, detalhes de bola parada podem resolver”, projetou o treinador, que buscava neste sábado sua segunda vitória no comando do Cruzeiro.

Ofensivamente, o Cruzeiro também não rendeu como esperado. Escalado em esquema diferente dos jogos anteriores, sem um atacante de referência (Marcelo Moreno cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo), o time acabou a partida tendo o lateral-esquerdo Matheus Pereira como o maior finalizador e autor do único gol celeste. 

Durante a entrevista, Ney Franco se mostrou consciente sobre a necessidade de o Cruzeiro evoluir como time. Na 15ª posição da Série B do Campeonato Brasileiro, podendo ainda cair uma posição em caso de vitória do Botafogo-SP sobre o Brasil de Pelotas, nesta segunda, a equipe celeste vive situação complicada na luta pelo acesso à Série A.

“Nos cabe entrar dentro de campo e ganhar nossas partidas. O torcedor criou uma expectativa enorme pelo otimismo que a gente tem, pela camisa do clube, pela tradição nas competições nacionais, mas a gente vai ter que jogar muito mais do que está jogando. Os jogadores estão conscientes disso. Estamos numa competição extremamente difícil”, complementou.

Os dois próximos jogos do Cruzeiro serão no Mineirão. O rival de sexta-feira é o Avaí, em duelo marcado para às 21h30. Já na 12ª rodada, o time celeste receberá a Ponte Preta, em 30 de setembro (quarta-feira), às 19h15. A Macaca é a terceira colocada da tabela, com 18 pontos, enquanto os catarinenses somam dez, mas com um jogo a menos, e ocupam o 12º lugar. 

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4553