Conecte-se Conosco

ESPORTES

Neymar atinge 100 jogos pela seleção em amistoso cheio de novatos contra Senegal

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: AFP

Em Singapura, onde o Brasil vai jogar nos próximos dias dois amistosos contra Senegal e Nigéria, Neymar vai atingir a marca de 100 jogos pela Seleção. Enquanto isso um dos novatos, Renan Lodi, terá a oportunidade de se candidatar para a vaga de novo lateral-esquerdo.

Apesar de ainda ter 27 anos, Neymar já é um dos veteranos da seleção brasileira, com a qual chegará a 100 partidas nesta turnê asiática, onde terá também a chance de aumentar seu número de gols marcados.

A partida contra Senegal será disputada no Estádio Nacional de Singapura (na quinta-feira às 9h00 pelo horário de Brasília), mesmo cenário em que Neymar marcou quatro gols contra o Japão em um amistoso disputado em 2014.

Se Neymar, junto com Dani Alves, Thiago Silva, Casemiro, Coutinho e Marquinhos fazem parte da ‘velha guarda'(todos eles já vestiram a camisa da seleção mais de 40 vezes), o técnico Tite também tenta introduzir na equipe sangue novo de olho no futuro.

Nesta convocação são quatro as caras novas que o treinador vai apresentar: Marcinho (do Botafogo), Matheus Henrique (do Grêmio), Santos (do Athletico Paranaense) e Renan Lodi (do Atlético de Madrid).

– Grande chance para Lodi –

Para o lateral-esquerdo do Atlético de Madrid será uma grande oportunidade para mostrar que merece ser o dono da posição e digno sucessor de jogadores míticos como Júnior, Branco e Roberto Carlos.

Com Marcelo e Filipe Luis chegando ao fim de suas carreiras, o posto de lateral esquerdo para os próximos anos parece vago, levando em conta também que Alex Santos (da Juventus) nunca se firmou como titular.

Aos 21 anos, Renan Lodi se consolidou como um dos jogadores fixos do exigente técnico Diego Simeone no Atlético de Madrid, tendo sido titular em sete dos oito jogos da liga disputados até o momento e nos dois duelos da Liga dos Campeões.

O ex-jogador do Athletico Paranaense tem muitas das qualidades de seus antecessores na posição, especialmente uma grande capacidade de se incorporar ao ataque, chegar à linha de fundo e cruzar para os atacantes ou chutar a gol.

E tudo isso apesar de que o próprio jogador reconheceu nos últimos dias que a saudade de seu país e de sua família o levaram a deixar Madri e voltar ao Brasil.

Neste primeiro jogo em Singapura, o Brasil terá um adversário de alto nível. Certamente a melhor seleção africana dos últimos cinco anos e atual vice-campeã continental.

– Gueye, revelação no PSG –

“É uma equipe forte, que joga de maneira agressiva e com transições rápidas”, destacou o técnico Tite.

Além disso conta com jogadores que são estrelas em suas equipes, como o zagueiro central do Napoli Kalidou Koulibaly, o atacante do Monaco, Keita Baldé (nascido na Espanha) e especialmente, o meia do PSG, Irissa Gueye e o atacante do Liverpool, Sadio Mané.

Após conquistar a Liga dos Campeões em 2019 e ter sido eleito o segundo melhor jogador do futebol africano em 2017 e 2018, Sané está chegando sob o comando de seu treinador no Liverpool, Jürgen Klopp, a sua maturidade futebolística e com seus gols se tornando o líder absoluto dos ‘Leões da Teranga’.

Já Gueye é, aos 30 anos, uma das grandes revelações da temporada e uma das peças chave no PSG desta temporada, tanto por sua capacidade de roubar bolas como por sua inteligência na hora de relançar o jogo e dar passes para seus companheiros.

“Conheço bastante bem as qualidades de Senegal, uma equipe muito intensa, difícil, com quase todos os jogadores jogando na Europa e muitos deles na França. Teremos que fazer um grande jogo e impor nosso ritmo”, declarou o zagueiro Marquinhos, que joga no PSG.

– Possíveis escalações:

Brasil: Ederson – Dani Alves, Marquinhos, Thiago Silva, Lodi (ou Alex Sandro) – Casemiro, Coutinho, Arthur – Firmino, Neymar, Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Senegal: Gomis – Gassama, Salif Sané, Koulibaly, Wagué – Gueye, Alioune Ndiaye, Sarr – Mané, Keita, Mbaye Niang (ou Sow). Técnico: Alou Cissé

Continue lendo
Clique para comentar

FUTEBOL

Vasco e Botafogo disputam clássico pelo Brasileirão

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: *Folhapress

Vasco e Botafogo fazem clássico na parte intermediária da classificação às 21h30 desta quarta-feira (16), em São Januário, na sequência da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ambos na zona de classificação para a Sul-Americana e com aproveitamentos similares no Nacional, Vasco e Botafogo aparecem em 12º e 13º, respectivamente, e são adversários diretos na disputa por um lugar na metade de cima da tabela.

Com base no retrospecto recente, porém, é o time cruz-maltino que vive o melhor momento: sem perder há duas rodadas, o clube vem de empate fora de casa contra o Avaí e vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, no Rio.

Apesar da boa fase, a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo vai para o confronto desfalcada do jovem Talles Magno, que tem se destacado como principal nome do elenco em meio à ascensão vascaína no returno.

Sem o atacante, convocado pela seleção brasileira sub-17, Luxemburgo deslocará Marrony do meio-campo para o setor ofensivo -que terá ainda Rossi e Ribamar. Para a vaga no meio, a opção será Felipe Ferreira. Outro que ganha oportunidade é o volante Bruno Gomes, que entra no lugar de Andrey.

No Botafogo, o destaque é a a reestreia do técnico Alberto Valentim, que volta ao clube após um ano e quatro meses, agora no lugar de Eduardo Barroca, demitido depois da derrota de 1 a 0 para o Fluminense, há três rodadas.

Apresentado na segunda-feira (14), Valentim teve pouco tempo para treinar a equipe, mas conta com retornos importantes.

No ataque, Diego Souza e Rodrigo Pimpão voltam após cumprir suspensão na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, no sábado (12).

No meio e na defesa, as novidades são o volantes Cícero e o zagueiro Marcelo Benevenuto, que estavam suspensos, e o lateral-direito Marcinho, que viajou com a seleção brasileira para os amistosos contra Senegal e Nigéria.

Uma outra novidade pode ser o goleiro Gatito Fernández, que se reapresentou após duas partidas pela seleção do Paraguai.

VASCO
Fernando Miguel; Yago Pikachu, Leandro Castán, Oswaldo Henríquez e Henrique; Richard, Bruno Gomes e Felipe Ferreira; Rossi, Marrony e Ribamar. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

BOTAFOGO
Cavalieri; Marcinho, Marcelo Benevenuto (Carli), Gabriel e Yuri; Cícero, Bochecha e João Paulo; Rodrigo Pimpão, Luiz Fernando e Diego Souza. Técnico: Alberto Valentim

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro
Horário: 21h30 desta quarta
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Continue lendo

ESPORTES

Clube do Remo encerra contrato com o Técnico Eudes Pedro

Publicado

em

Fonte: Clube do Remo Foto: Reprodução

Segundo a diretoria do Clube do Remo em nota oficial, foi informado que Eudes Pedro não faz mais parte do comando técnico azulino.

O treinador acertou sua saída em comum acordo com a diretoria nesta terça-feira (15).
O Clube do Remo agradeceu o empenho e profissionalismo, e desejou sorte nos próximos trabalhos de sua carreira.

Continue lendo

ESPORTES

Fake News: ex-técnico do Paysandu nega conversas para assumir o Remo: “O Eudes é meu amigo”

Publicado

em

Fonte: Globo/Foto: Akira Onuma/O Liberal

Ex-comandante do maior rival afirma que não conversou com ninguém ligado ao Leão Azul

Os bastidores do Remo estão “fervilhando” nos últimos dias. E assunto não falta: procura por um novo executivo, atleta que sumiu do clube, quem será o técnico para 2020… Com relação ao treinador, serão muitas informações desencontradas até a diretoria confirmar se Eudes Pedro continua ou não no cargo. Uma das “notícias” que surgiram nas redes sociais quanto ao comandante azulino para o ano que vem, que também acabaram viralizando em aplicativos de mensagens, é uma daquelas fake news: João Brigatti não foi procurado para assumir o Leão.

João Brigatti deixou o Paysandu em março, por opção da diretoria bicolor. O retrospecto: cinco vitórias e três empates no Parazão. Em seguida, assumiu o Sampaio Corrêa e levou os maranhenses à Série B do Brasileiro. O técnico, inclusive, teve o contrato renovado com a Bolívia na última segunda-feira.

Sobre os burburinhos de que teria sido procurado por pessoas ligadas ao Remo, João Brigatti afirmou que ficou sabendo dos boatos, mas que a sondagem nunca aconteceu. Ele, inclusive, disse ter uma boa relação com Eudes Pedro e que não iniciaria uma negociação com o colega de profissão ainda com algum tipo de ligação com a equipe paraense.

– O Eudes é meu amigo. É uma situação chata que saiu aí, de que o Remo me procurou. Não teve conversa com ninguém. O treinador que ainda está em Belém é meu amigo e eu não faria isso – falou, em contato com a reportagem.

O GloboEsporte.com também ouviu uma pessoa ligada ao Remo, que pediu para não ser identificada, que também disse desconhecer qualquer interesse do Leão na contratação de Brigatti.

O Remo ainda deve se pronunciar nesta semana sobre a situação de Eudes Pedro. Segundo Ivo Amaral, comentarista, “só um milagre de Nossa Senhora de Nazaré” garante a permanência do técnico, que se envolveu em uma polêmica com o meia Eduardo Ramos e o atacante Neto Baiano.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaque

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital