Conecte-se Conosco

ESPORTES

Neymar atinge 100 jogos pela seleção em amistoso cheio de novatos contra Senegal

Foto: Reprodução / Fonte: AFP

Publicado

em

Em Singapura, onde o Brasil vai jogar nos próximos dias dois amistosos contra Senegal e Nigéria, Neymar vai atingir a marca de 100 jogos pela Seleção. Enquanto isso um dos novatos, Renan Lodi, terá a oportunidade de se candidatar para a vaga de novo lateral-esquerdo.

Apesar de ainda ter 27 anos, Neymar já é um dos veteranos da seleção brasileira, com a qual chegará a 100 partidas nesta turnê asiática, onde terá também a chance de aumentar seu número de gols marcados.

A partida contra Senegal será disputada no Estádio Nacional de Singapura (na quinta-feira às 9h00 pelo horário de Brasília), mesmo cenário em que Neymar marcou quatro gols contra o Japão em um amistoso disputado em 2014.

Se Neymar, junto com Dani Alves, Thiago Silva, Casemiro, Coutinho e Marquinhos fazem parte da ‘velha guarda'(todos eles já vestiram a camisa da seleção mais de 40 vezes), o técnico Tite também tenta introduzir na equipe sangue novo de olho no futuro.

Nesta convocação são quatro as caras novas que o treinador vai apresentar: Marcinho (do Botafogo), Matheus Henrique (do Grêmio), Santos (do Athletico Paranaense) e Renan Lodi (do Atlético de Madrid).

– Grande chance para Lodi –

Para o lateral-esquerdo do Atlético de Madrid será uma grande oportunidade para mostrar que merece ser o dono da posição e digno sucessor de jogadores míticos como Júnior, Branco e Roberto Carlos.

Com Marcelo e Filipe Luis chegando ao fim de suas carreiras, o posto de lateral esquerdo para os próximos anos parece vago, levando em conta também que Alex Santos (da Juventus) nunca se firmou como titular.

Aos 21 anos, Renan Lodi se consolidou como um dos jogadores fixos do exigente técnico Diego Simeone no Atlético de Madrid, tendo sido titular em sete dos oito jogos da liga disputados até o momento e nos dois duelos da Liga dos Campeões.

O ex-jogador do Athletico Paranaense tem muitas das qualidades de seus antecessores na posição, especialmente uma grande capacidade de se incorporar ao ataque, chegar à linha de fundo e cruzar para os atacantes ou chutar a gol.

E tudo isso apesar de que o próprio jogador reconheceu nos últimos dias que a saudade de seu país e de sua família o levaram a deixar Madri e voltar ao Brasil.

Neste primeiro jogo em Singapura, o Brasil terá um adversário de alto nível. Certamente a melhor seleção africana dos últimos cinco anos e atual vice-campeã continental.

– Gueye, revelação no PSG –

“É uma equipe forte, que joga de maneira agressiva e com transições rápidas”, destacou o técnico Tite.

Além disso conta com jogadores que são estrelas em suas equipes, como o zagueiro central do Napoli Kalidou Koulibaly, o atacante do Monaco, Keita Baldé (nascido na Espanha) e especialmente, o meia do PSG, Irissa Gueye e o atacante do Liverpool, Sadio Mané.

Após conquistar a Liga dos Campeões em 2019 e ter sido eleito o segundo melhor jogador do futebol africano em 2017 e 2018, Sané está chegando sob o comando de seu treinador no Liverpool, Jürgen Klopp, a sua maturidade futebolística e com seus gols se tornando o líder absoluto dos ‘Leões da Teranga’.

Já Gueye é, aos 30 anos, uma das grandes revelações da temporada e uma das peças chave no PSG desta temporada, tanto por sua capacidade de roubar bolas como por sua inteligência na hora de relançar o jogo e dar passes para seus companheiros.

“Conheço bastante bem as qualidades de Senegal, uma equipe muito intensa, difícil, com quase todos os jogadores jogando na Europa e muitos deles na França. Teremos que fazer um grande jogo e impor nosso ritmo”, declarou o zagueiro Marquinhos, que joga no PSG.

– Possíveis escalações:

Brasil: Ederson – Dani Alves, Marquinhos, Thiago Silva, Lodi (ou Alex Sandro) – Casemiro, Coutinho, Arthur – Firmino, Neymar, Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Senegal: Gomis – Gassama, Salif Sané, Koulibaly, Wagué – Gueye, Alioune Ndiaye, Sarr – Mané, Keita, Mbaye Niang (ou Sow). Técnico: Alou Cissé

Continue lendo
Clique para comentar

FUTEBOL

Guga revela preocupação do Atlético-MG com local de jogo da Copa do Brasil

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Estadão Conteúdo

O Atlético-MG está preocupado com as condições que vai enfrentar na segunda fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o time alvinegro disputará um lugar na terceira etapa da competição nacional com o Afogados, de Pernambuco. O duelo será realizado em Afogados da Ingazeira, município do interior pernambucano com cerca de 37 mil habitantes.

A preocupação foi revelada nesta segunda-feira pelo lateral-direito Guga, que concedeu uma entrevista coletiva antes do treino comandado pelo técnico venezuelano Rafael Dudamel. Segundo ele, os jogadores atleticanos já sabem que as condições do Estádio Valdemar Viana de Araújo, o Vianão, não são das melhores.

“Sabemos que vai ser um jogo complicado. Já demos uma olhada no campo, na iluminação, isso tudo atrapalha”, disse o jogador. “A gente deu uma pequena olhada no jogo contra o Santa Cruz (pelo Campeonato Pernambucano). Percebemos muitas dificuldades em termos do estádio de lá. Grama muito alta, iluminação não muito boa…”, relatou Guga.

O Vianão tem capacidade para apenas dois mil torcedores. A chegada do Atlético a Afogados da Ingazeira, porém, fez a diretoria do clube pernambucano providenciar a instalação de arquibancadas provisórias, o que vai elevar a capacidade do estádio para cerca de cinco mil pessoas.

Na opinião de Guga, a receita para o time mineiro não ter problemas no jogo contra o Afogados é esquecer as dificuldades causadas pelo local da partida.

“A gente sabe que há muitas coisas que podem atrapalhar, mas tenho certeza de que se todo mundo estiver bem focado, bem ligado para esse jogo, essas pequenas coisas não vão fazer diferença”, comentou o lateral. “A gente não pode se apegar a viagem longa, a campo, a iluminação, enfim, a coisas que a gente sabe que podem atrapalhar.”

Na primeira fase da Copa do Brasil, o Atlético teve problemas para passar pelo Campinense, da Paraíba. A partida, disputada em Campina Grande, terminou empatada por 0 a 0 – a equipe mineira avançou porque jogava pelo empate. Contra o Afogados, a situação será diferente: se não houver vencedor, a vaga na terceira fase vai ser decidida nos pênaltis.

Continue lendo

FUTEBOL

Barcelona e Napoli se preparam para duelar nas oitavas da Champions

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: AFP

O Barcelona visita na próxima terça-feira (25) o Napoli no jogo de ida das oitavas de final da Champions em busca de um resultado que encaminhe a classificação para as quartas e que ajude a dissipar os questionamentos sobre as chances de título dos catalães na maior competição continental do mundo.

“Se quisermos disputar o título da Champions, temos que continuar crescendo muito, porque, do jeito que estamos hoje, não podemos brigar pela Champions”, alertou na quinta-feira (20) o capitão do Barça, Lionel Messi, em entrevista ao diário Mundo Deportivo.

Uma chamada de atenção para uma equipe que encara um de seus jogos mais importante na temporada em uma situação muito distinta à que passava quando garantiu o primeiro lugar na fase de grupos.

Desde então, a mudança de técnico -Quique Setién por Ernesto Valverde-, as lesões de Luis Suárez e Ousmane Dembélé, o fracasso na Supercopa da Espanha e os seguidos desentendimento do elenco com a diretoria prejudicaram a temporada do Barça, que no último fim de semana conseguiu retomar a liderança do Campeonato Espanhol antes de voltar as atenções para a Champions, que na conquista desde 2015.

– Desejo antigo –

“É algo que desejo já há muitos anos (ganhar a Champions), desde que ganhamos pela última vez”, admitiu Messi, reconhecendo que a Liga dos Campeões se tornou uma obsessão, principalmente depois das dolorosas eliminações para a Roma (2018) e o Liverpool (2019).

Messi foi o herói no sábado na goleada por 5 a 0 sobre o Eibar, partida em que marcou quatro gols e colocou o Barça na liderança do Campeonato Espanhol, com dois pontos a mais que o Real Madrid.

O craque argentino “faz coisas que não existem nem no videogame, coisas impensáveis. Há vários anos que ele se tornou o maior de todos os tempos”, se rendeu nesta segunda-feira o técnico do Napoli, Gennaro Gattuso.

Messi será o pilar do ataque do Barcelona e contará com a ajuda de Antoine Griezmann.

“Te dá mais confiança marcar cinco gols e, além disso, ter Messi marcando quatro gols é um reforço positivo diante do que temos a disputar pela frente”, comemorou o técnico do Barcelona, Quique Setién, após a vitória sobre o Eibar, numa semana que culminará no clássico espanhol contra o Real Madrid.

Setién comandará pela primeira vez uma equipe na Champions e acredita que o Barcelona “pode competir com todas as equipes”.

– ‘Prestação colectiva’ –

O Barcelona visitará o Napoli com as ausências de Dembélé, Luis Suárez e Jordi Alba, além da recente baixa de Sergi Roberto, que sofreu uma lesão muscular no sábado.

Do outro lado do campo estará o Napoli de Gattuso, campeão de duas Champions como jogador e que tenta agora repetir o feito como técnico.

“Precisamos fazer uma grande prestação coletiva, porque nem Messi joga sozinho”, alertou.

Na sexta colocação no Campeonato Italiano, em zona de classificação para a Liga Europa, o Napoli aspira seguir disputando a Champions, competição na qual passou às oitavas de final como segundo colocado do grupo E, a um ponto do Liverpool.

Será a primeira vez que o Napoli enfrenta o Barcelona em uma competição continental e apostará novamente em seus principais jogadores, Dries Mertens e Lorenzo Insigne no ataque.

– Prováveis escalações:

Napoli: Ospina – Di Lorenzo, Maksimovic, Manolas, Mario Rui – Fabián Ruiz, Demme (ou Allan), Zielinski – Callejón, Mertens, Insigne. Técnico: Gennaro Gattuso

Barcelona: Ter Stegen – Semedo, Piqué, Umtiti, Junior Firpo – Busquets, De Jong, Rakitic – Griezmann, Messi, Vidal (ou Fati). Técnico: Quique Setién.

Continue lendo

FUTEBOL

Atlético de Madrid vence de virada e sobe para terceiro com derrota do Getafe

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Istoé

Com uma virada, o Atlético de Madrid derrotou o Villarreal por 3 a 1, neste domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol, e ascendeu para o terceiro lugar, se aproveitando da derrota do Getafe, que caiu para a quinta posição ao perder por 3 a 0, em casa, para o Sevilla, o quarto colocado.

O Atlético agora soma 43 pontos, assim como o Sevilla, que está atrás em função dos critérios de desempate. E ambos estão com um a mais do que o Getafe. Já o Villarreal é o sétimo, com 38 e a dois da Real Sociedad, que fecha a zona de classificação à Liga Europa.

O triunfo e a ascensão para o terceiro lugar concluem uma semana positiva para o Atlético, que na terça-feira havia derrotado o Liverpool por 1 a 0, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Só que o início da partida deste domingo foi difícil para o time madrilenho, vazado aos 17 minutos, com um golaço de fora da área de Paco Alcácer.

O empate do Atlético veio antes do intervalo, aos 40, com um voleio do argentino Ángel Correa. A virada se deu na etapa final, com gols de Koke Resurrección, de cabeça, aos 19 minutos, e do português João Felix, com finalização de fora da área, aos 29.

Além de ter feito a sua parte, o Atlético foi favorecido pela derrota do Getafe para o Sevilla. O argentino Lucas Ocampos, aos 43 minutos do primeiro tempo, abriu o placar. O brasileiro Fernando, de cabeça, fez o segundo, aos 22 da etapa final. Depois, aos 30, deu o passe para o francês Jules Koundé fechar o placar dilatado.

Também neste domingo, o Granada (9º) contou com dois gols do venezuelano Darwin Machís para derrotar o Osasuna (12º) por 3 a 0. O Athletic Bilbao (11º) perdeu por 2 a 1 para o Alavés (14º) e o lanterna Espanyol caiu por 2 a 1 para o Valladolid (15º).

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital