Conecte-se Conosco

Sem categoria

Nova caravana de salvadorenhos segue rumo aos EUA

As novas caravanas se formam em um momento em que milhares de hondurenhos já atravessam o México na direção dos EUA

Publicado

em

Enquanto milhares marcham para a fronteira de México e EUA, Trump posta no Twitter que marcha migratória tem ‘bandidos muito maus e membros de organizações criminosas’, e adverte que não deixará os imigrantes entrarem.

Oscar Martinez, 37 anos, migrante de Honduras, parte de uma caravana que viaja para os EUA, carrega seu filho Dilan, de 3 anos, enquanto caminham pela estrada para Huixtla, perto de Tapachula — Foto: Reuters/Carlos Garcia Rawlins

Mais de mil salvadorenhos, entre adultos, jovens e crianças, começaram uma longa jornada a pé nesta quarta-feira (31) com a intenção de chegar aos Estados Unidos, fugindo da violência das gangues e da falta de emprego em seu país.

Uma segunda caravana, de pelo menos 400 pessoas, planejava deixar a fronteira de Hachadura entre El Salvador e Guatemala no decorrer do dia.

As novas caravanas se formam em um momento em que milhares de hondurenhos já atravessam o México na direção dos Estados Unidos e outros grupos de centro-americanos estão tentando entrar no território mexicano.

Marcha dos imigrantes para os EUA — Foto: Alexandre Mauro/G1

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que as caravanas de imigrantes estão compostas de “bandidos muito ruins”, entre eles “membros de organizações criminosas” e advertiu que “mais tropas militares estão a caminho” para defender a “fronteira sagrada”.

Donald J. Trump

@realDonaldTrump

The Caravans are made up of some very tough fighters and people. Fought back hard and viciously against Mexico at Northern Border before breaking through. Mexican soldiers hurt, were unable, or unwilling to stop Caravan. Should stop them before they reach our Border, but won’t!

“As caravanas estão compostas de alguns combatentes e pessoas muito fortes. Eles lutaram com força e agressividade contra o México na fronteira norte antes de atravessar. Os soldados mexicanos ficaram feridos e foram incapazes, ou não tiveram vontade, de deter as caravanas”, advertiu Trump no Twitter.

Trump ressaltou que soldados das “forças armadas estão sendo mobilizados para a fronteira sul”.

Donald J. Trump

@realDonaldTrump

Our military is being mobilized at the Southern Border. Many more troops coming. We will NOT let these Caravans, which are also made up of some very bad thugs and gang members, into the U.S. Our Border is sacred, must come in legally. TURN AROUND!

“Muito mais tropas estão a caminho. Nós NÃO deixaremos essas caravanas entrar, que também estão formadas por bandidos muito maus e membros de organizações criminosas, nos EUA. A nossa fronteira é sagrada, e vocês devem entrar legalmente. DEEM MEIA-VOLTA!”, escreveu o presidente americano na rede social.

Osman Joel Hernandez, um menino migrante de 6 anos, parte de uma caravana de milhares de pessoas que viajam da América Central a caminho dos Estados Unidos, brinca com um bambolê enquanto descansa em um acampamento improvisado em Juchitan, no México, nesta quarta (31) — Foto: Hannah McKay/ReutersOsman Joel Hernandez, um menino migrante de 6 anos, parte de uma caravana de milhares de pessoas que viajam da América Central a caminho dos Estados Unidos, brinca com um bambolê enquanto descansa em um acampamento improvisado em Juchitan, no México, nesta quarta (31) — Foto: Hannah McKay/Reuters

Osman Joel Hernandez, um menino migrante de 6 anos, parte de uma caravana de milhares de pessoas que viajam da América Central a caminho dos Estados Unidos, brinca com um bambolê enquanto descansa em um acampamento improvisado em Juchitan, no México, nesta quarta (31) — Foto: Hannah McKay/Reuters

A primeira caravana de aproximadamente 7 mil imigrantes centro-americanos, a maioria deles hondurenhos, que pretende chegar aos Estados Unidos, parou em Juchitán, no Istmo de Tehuantepec, no sul do México.

Pela manhã, milhares de imigrantes reiniciaram a marcha a pé partindo de Santiago Niltepec, mas cerca de 500 pessoas, principalmente mulheres e crianças, foram transferidas em dez ônibus de turismo que foram pagos por uma família local com empreendimentos no setor do comércio.

Na segunda-feira, uma outra caravana, formada por aproximadamente 2 mil pessoas, entrou no México pela fronteira com a Guatemala.

Migrantes que fazem parte de uma caravana que viaja aos EUA cantam e rezam em parque de Miguel Hidalgo em Tapachula, México, nesta terça-feira (30) — Foto: Reuters/Leah Millis
Migrantes que fazem parte de uma caravana que viaja aos EUA cantam e rezam em parque de Miguel Hidalgo em Tapachula, México, nesta terça-feira (30) — Foto: Reuters/Leah Millis
Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual