Conecte-se Conosco

Infância

Nutricionistas promovem alimentação saudável nas escolas de Belém

Publicado

em

Spread the love

 

Por Karla Pereira/ Comus

Contribuir com a alimentação saudável é garantir benefícios para quem a promove e para quem a recebe. Agora, imagina fazer isso para mais de 70 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino de Belém? A tarefa não é simples e vem sendo desempenhada com louvor pelo grupo de nutricionistas da Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (FMAE), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Educação (Semec).

Nesta sexta-feira, 31, é comemorado o dia destes profissionais, os nutricionistas, que se dedicam não apenas a escolher os alimentos que devem chegar à merenda escolar, mas também a dar as orientações devidas para as merendeiras, que manuseiam, armazenam e preparam as refeições. Afinal, a alimentação adequada e saudável é uma das premissas da gestão municipal.

É por meio deste trabalho de qualidade dos nutricionistas da FMAE, que a Prefeitura de Belém proporciona aos alunos das escolas públicas municipais projetos como o “Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia” e cardápios diversificados, com alimentos selecionados, ricos em proteínas e vários outros nutrientes.

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Manuela Freitas, no bairro de São Brás, os 763 alunos matriculados não fogem à regra: investir na educação gera benefícios dentro e fora da sala de aula. “O lanche é muito bom, é saboroso, vem tão bem servido que tira até a vontade de comprar besteiras no intervalo”, revelou o aluno do 9º ano, Jean Silva, de 17 anos. O jovem disse ainda que é um privilégio contar com uma alimentação saudável como esta na rede municipal. “As nossas escolas são referências para muitas, até particulares, porque eles (gestores) se preocupam em proporcionar a merenda saudável”, disse.

A diretora da escola, Flaviana Silva, explicou que os alunos não têm o hábito de se alimentar com verduras e legumes e a escola cultiva isso, contribuindo diretamente para a mudança de hábitos. “A gente comprova até por meio das filas que eles fazem na hora do recreio para receberem o lanche, ou quando entram na escola perguntando qual a merenda do dia. Não é unanimidade, mas eles já estão se adaptando a comer tudo o que é servido, e isso já é uma grande conquista”, afirmou.

Ainda na avaliação de Flaviana, “quando os alunos se alimentam de forma saudável, contribuímos para a qualidade de vida deles, além do que, isso também se reflete no aprendizado, porque o aluno passa a ter mais disposição e concentração nas aulas”, completou a diretora.

Importância – Desde 2013 a equipe de nutricionistas da FMAE intensificou os esforços e a alimentação oferecida aos alunos da rede municipal já superou a média de necessidades nutricionais recomendadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). São eles também que ajudam na execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), em todas as etapas.

Carmen Brandão, nutricionista da FMAE, explica as atribuições dos oito profissionais que integram a fundação. “Para garantir a qualidade da alimentação, as escolas recebem os produtos que oriundos da agricultura familiar e livres de agrotóxicos. E nós testamos receitas, supervisionamos a alimentação, verificamos as quantidades e orientamos as compras e a preparação destes gêneros alimentícios, além do que estes produtos vêm de cooperativas da agricultura familiar e nós visitamos os agricultores e orientamos sobre a produção. Interagimos também com o Conselho de Alimentação Escolar e realizamos ainda palestras educativas e treinamento das merendeiras”, contou.

Premiações – Foi por meio de teste empenho dedicado à alimentação saudável nas escolas que o município de Belém ganhou o prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar, recebido pela Prefeitura de Belém em 2013, e concedido pela organização não governamental (ONG) Ação Fome Zero e em 2016 recebeu da Fundação Abrinq os selos “Reconhecimento Pleno” e “Boas Práticas”, oriundos dos projetos “Educando com a Horta Escolar e Gastronomia” e “Café da Manhã nas Escolas”.

As contribuições que os nutricionistas da FMAE dão às ações da Prefeitura de Belém são vistas com entusiasmo por Carmen: “A gente para e pensa: meu Deus, neste momento 71 mil alunos estão se alimentando. Olha a responsabilidade dessa máquina! É uma engrenagem que funciona quando a gente cuida desses cardápios”.

Nesta sexta, 31, a partir das 19h, será realizado o Encontro de Entidades de Nutrição e nele serão destacados nutricionista por área de atuação. Na alimentação escolar, a Carmen Brandão foi selecionada. “Esse é o reflexo do trabalho dessa equipe de nutricionistas da FMAE, essa é a nossa satisfação”.

Continue lendo
Clique para comentar

Infância

McDonalds é multado em R$ 6 milhões por publicidade infantil abusiva

Publicado

em

Spread the love

A decisão foi publicada ontem (11) pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão do Ministério da Justiça

A rede de fast-food McDonald’s foi multada em R$ 6 milhões por publicidade abusiva direcionada ao público infantil por meio de shows do personagem da marca realizados em escolas. A decisão foi publicada ontem (11) pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão do Ministério da Justiça. De acordo com o DPDC, os shows do palhaço Ronald McDonald eram pretexto para publicidade da marca, configurando prática abusiva vedada no mercado e nas relações de consumo.

“Com as apresentações do palhaço Ronald McDonald, as crianças criavam vínculos afetivos com a marca. Existia, assim, a identificação da criança com a marca McDonald, representada pela sua mascote infantil, o Ronald McDonald.

A denúncia contra a empresa Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda., nome pelo qual está registrada a rede de fast-food no Brasil, foi feita em 2013 pelo programa Criança e Consumo do Instituto Alana, ONG que promove os direitos da criança. Por meio de um levantamento no site da empresa, o Instituto constatou que em cerca de dois meses foram realizados 70 apresentações do show em 35 cidades de dez estados do país.

Ekaterine Karageorgiadis, coordenadora do programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, considera que a decisão é importante para o reconhecimento da publicidade infantil como prática abusiva e a sanção aplicada serve de exemplo para que outras empresas não reproduzam essa prática.

“A escola é um ambiente de proteção para a criança e qualquer tipo de prática publicitária que aconteça nesse espaço é direcionado ao público infantil deve ser considerada abusiva e ilegal ainda que as empresas façam com que pareça algum tipo de atividade cultural, lúdica, educativa ou esportiva”, ressalta Karageorgiadis.

Ela aponta que a inserção de marcas dentro das escolas diminui o senso crítico das crianças em relação ao consumo dos produtos por elas oferecidos e por isso é considerado uma prática abusiva. “No caso específico do McDonald’s, algumas ações aconteceram em creches. Essa prática busca fidelizar a criança à marca e seus valores muito cedo com o reforço dos educadores e profissionais que trabalham na escola. A criança acredita que aquela imagem que a empresa está passando é um conteúdo lecionado na escola e portanto deve ser aprendido e é correto”, afirma.

O McDonalds tem 30 dias para o pagamento da multa. Ainda cabe recurso das decisões. A Agência Brasil entrou em contato com a empresa, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Continue lendo

Infância

MPPA dá palestras sobre violência contra a infância em Ipixuna

Publicado

em

Spread the love

A  promotora de Justiça Monique Coelho Queiroz fez uma importante palestras aos profissionais de saúde em Ipixuna

 PJ Ipixuna do ParáO Ministério Público do Pará (MPPA), com iniciativa da Promotoria de Justiça de Ipixuna, realizou na última quarta-feira (5) palestra direcionada aos profissionais da saúde em evento que discutiu o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes.

A iniciativa busca sensibilizar os profissionais da saúde quanto à necessidade de apoio à criança e ao adolescente vítima de abusos sexuais, orientar sobre a importância de observar comportamentos e estar atento aos sinais de abuso, reforçar o dever de notificar os casos e buscar ajuda junto aos órgãos competentes quando necessário.

 

Agentes da saúde pública recebem informações sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescente

Os profissionais que atuam na saúde pública receberam informações para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes no município de Ipixuna do Pará, nordeste do Pará,  para que nos casos de suspeita ou constatação de situações de violência sexual seja realizada denúncia ao Conselho Tutelar ou via Disque Direitos Humanos.

“O enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes foi adotado como um dos temas prioritários de atuação da Promotoria de Justiça de Ipixuna do Pará, e será objeto de rodas de conversas, abordagens sociais e outras palestras com a finalidade de destacar a importância do tema e da necessidade de se adotar medidas no sentido de garantir os direitos fundamentais e a integridade física e psíquica de crianças e adolescentes”, destacou a promotora de Justiça Monique Coelho Queiroz.

Acompanharam a promotora a assessora técnica, Adriana Freire da Silva e a psicóloga, Luma Leonora Melém de Matos.

Também participaram do evento representantes do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), o Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar, Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semads).

Para denúncias, disque 100. A ligação é gratuita e anônima!

 

Continue lendo

Infância

SANTARÉM: Desfile na Av. Tapajós é marcado por emoção e patriotismo

Publicado

em

Spread the love
O quarto dia de desfiles da Semana da Pátria foi marcado por uma noite de espetáculos que levou a Avenida Tapajós homenagens cívicas de doze escolas. A Orla da cidade foi o cenário da elegância das balizas que evoluíram em conjunto com as empolgantes interpretações das fanfarras e que animaram o público presente.

A mensagem da Cultura de Paz, tema de 2018, foi reforçada pelos alunos das escolas que durante o percurso entre a Praça da Matriz e Rua Adriano Pimentel também contaram histórias e performances sobre a criação do mundo, folclore e esportes.

O sentimento de amor e dedicação a Pátria ganhou força com os numerosos pelotões de alunos que desfilaram na noite desta terça-feira (4). Escolas chegaram a levar para o corredor da independência mais de mil alunos.

 

O prefeito Nélio Aguiar ladeado por comandantes militares do Tapajós

Veja a galeria de fotos.

A apresentação das secretarias municipais encerrou a noite com maestria. Na ocasião, as onze secretarias do governo municipal marcharam com as equipes de trabalho, os instrumentos e maquinários, esclareceram as funções realizadas dentro de cada secretaria e apresentaram a todos que foram prestigiar o evento os projetos realizados em prol da infraestrutura, educação, assistência social, cultura, turismo, saúde, finanças, trânsito, agricultura e pesca, meio ambiente e desenvolvimento econômico.

“Mais do que falar é sentir. Sentir a participação e vibração das pessoas para essa manifestação muito bonita em alusão à nossa Pátria. O horário de encerramento também foi um planejamento. A iniciativa é para facilitar o retorno para casa e garantir segurança para quem veio prestigiar. Reforçamos este pedido as escolas que irão participar dos desfiles amanhã, para que se planejem e cheguem no horário combinado de forma a encerrar as apresentações dentro do previsto”, ressaltou a secretária municipal de Educação Mara Belo.

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques