Conecte-se Conosco

MUNDO

Obama pede votos a Biden em evento na Pensilvânia, estado chave das eleições nos EUA

Obama discursa em comício da campanha de Joe Biden, na Filadélfia, na tarde desta quarta-feira (21). — Foto: REUTERS/Kevin Lamarque

Publicado

em

Ex-presidente participa de evento em Filadélfia e critica condução da pandemia por Donald Trump: ‘Não consegue cuidar de si’.

O ex-presidente Barack Obama pediu votos ao candidato democrata Joe Biden nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, durante comício na Pensilvânia — um dos estados mais importantes na corrida para os 270 votos no Colégio Eleitoral.

O evento marca o retorno do ex-presidente aos discursos em público para pedir votos a Biden, que foi vice dele entre 2009 e 2017. Em agosto, Obama fez um pronunciamento à distância na Convenção Nacional Democrata, em agosto.

Barack Obama participa de discurso em Filadélfia, na Pensilvânia, nesta quarta-feira (21) — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

Barack Obama participa de discurso em Filadélfia, na Pensilvânia, nesta quarta-feira (21) — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

Em comício “drive-thru” — ou seja, com os participantes assistindo ao discurso de dentro de seus carros —, Obama criticou a condução do combate ao coronavírus pelo presidente Donald Trump, que tenta a reeleição.

“Donald Trump não vai repentinamente proteger a todos nós. Ele não consegue nem dar passos básicos para cuidar de si mesmo”, disse Obama.

O democrata também afirmou que Trump não deu nenhuma outra ideia melhor do que o Obamacare, lei que obriga os americanos a ter um seguro de saúde. “Onde está seu grande plano para substituir o Obamacare? Eles nunca tiveram um.”

Obama ainda atacou a conduta do presidente americano em “insultar a todos os que não o apoiam”. “Isto não é comportamento normal de um presidente. Nós não toleraríamos isso de um diretor de escola de ensino médio, de um treinador, de um colega de trabalho nem de alguém da nossa família — exceto talvez um tio louco”, comentou.

“Aliás, mesmo a audiência dele [Trump] na TV está baixa. Então você sabe o que o deixa irritado. Mas a questão é que isto não é um reality show: é a realidade”, criticou Obama.

Pedido por comparecimento às urnas

Obama durante evento de campanha de Joe Biden na tarde desta quarta-feira (21). — Foto: AP Photo/ Matt Slocum

Horas antes, em discurso a lideranças negras, o democrata reforçou o pedido para que os americanos não deixem de votar. Nos EUA, o voto não é obrigatório, e a variação da taxa de comparecimento às urnas pode decidir uma corrida eleitoral.

Barack Obama faz comício em apoio a Joe Biden

Barack Obama faz comício em apoio a Joe Biden

“A resposta para os jovens, quando eu falo com eles, não é que votar torna tudo perfeito. Votar torna as coisas melhores”, disse Obama.

O ex-presidente discursou em Filadélfia, maior cidade da Pensilvânia. O estado, com 20 votos em jogo no Colégio Eleitoral, deu vitória a Donald Trump por uma pequena margem após anos de domínio democrata. Por isso, o eleitorado local é um dos mais estratégicos da corrida à Casa Branca.

A rara aparição pública de Obama, alvo frequente dos ataques de Trump e ainda uma das principais estrelas do Partido Democrata quatro anos após deixar a Casa Branca, vem em um momento crítico.

Biden e Trump se encontram no segundo debate entre ambos na noite de quinta-feira (22), o que dará ao republicano uma chance de mudar o curso da disputa, que tem o democrata na liderança das pesquisas nacionais.

Nesta noite, Trump discursará em um comício na Carolina do Norte, outro estado importante na corrida pelos votos no Colégio Eleitoral. O republicano venceu por lá em 2016, mas pesquisas recentes indicam que o resultado ainda está em aberto.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4556