Conecte-se Conosco

ESPORTES

Palmeiras goleia América-MG e garante taça com vitória no domingo

Publicado

em

O Palmeiras precisa de apenas mais dois pontos para conquistar o Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira (21), com uma atuação brilhante de Dudu, o time comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari goleou o América-MG por 4 a 0 e deu um passo decisivo rumo ao título.

Com 74 pontos, o Palmeiras mantém a liderança e, a duas rodadas do fim, pode ser alcançado apenas pelo Flamengo (69), já que o Internacional (65) saiu da briga definitivamente. O América-MG, com 37 pontos, fica no 17º lugar, dentro da zona de rebaixamento.

Pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 17 horas (de Brasília) deste domingo, o Palmeiras garante o título antecipado com um triunfo sobre o ameaçado Vasco, em São Januário. O América-MG, por sua vez, pega o Bahia às 19 horas do mesmo dia, no Estádio Independência.

O Jogo – O Palmeiras tomou a iniciativa e levou perigo logo no começo da partida, quando Dudu arrancou pela direita e cruzou, mas Willian não conseguiu completar. O camisa 7 se movimentou bastante e também assustou pela esquerda ao chutar para defesa no susto de João Ricardo.

Empurrado pela torcida, o time mandante teve espaço para jogar no primeiro tempo e não correu grandes riscos na defesa. No único lance em que foi exigido durante a etapa inicial, o goleiro Weverton saiu da área pela direita e conseguiu desarmar Ademir.

O Palmeiras desperdiçou uma grande oportunidade de abrir o marcador dois minutos antes do fim do primeiro tempo. Dudu recebeu de Borja pela esquerda, limpou a marcação e devolveu para o colombiano na cara do gol, mas o centroavante conseguiu chutar por cima.

O Palmeiras enfim saiu na frente aos 13 minutos do segundo tempo. Lucas Lima recebeu pela esquerda e cruzou. Na tentativa de afastar, Messias cortou, mas a bola bateu em Luan e terminou no gol. O América-MG reclamou de impedimento, inexistente.

Willian chegou a perder uma boa chance diante de João Ricardo, mas não falhou na segunda oportunidade. Aos 30 minutos do segundo tempo, Dudu pegou a sobra dentro da área após cruzamento de Mayke pela direita e tocou para finalização precisa do camisa 29.

Em êxtase, a torcida passou a saudar o provável título aos gritos de “o Deca vem aí!”. Aos 32 minutos, Bruno Henrique tocou da esquerda para Dudu, que dominou na entrada da área e chutou no alto para ampliar. A festa aumentou quatro minutos depois, quando Mayke cruzou da direita e Deyverson fechou o placar com cabeçada certeira.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: Quarta-feira, dia 21 de novembro de 2018
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR) e Luiz H Souza Santos Renesto (PR)
Público: 39.429 torcedores
Renda: R$ 2.615.582,46
Cartões amarelos: Ademir, Ricardo Silva, Norberto, Christian, Matheus Ferraz e Leandro Donizete (América-MG)
Gols:
PALMEIRAS: Luan, aos 13, Willian, aos 30, Dudu, aos 32, e Deyverson, aos 36 minutos do 2º tempo

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Victor Luis; Thiago Santos (Moisés), Bruno Henrique e Lucas Lima; Willian, Dudu (Felipe Melo) e Miguel Borja (Deyverson)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Christian, Juninho (Gerson Magrão), e Matheusinho (Robinho); Ademir (Leandro Donizete), Luan e Rafael Moura
Técnico: Givanildo Oliveira,

 

Em noite de Fred, Cruzeiro vence e complica o Vitória

O Cruzeiro não teve muito trabalho para vencer o Vitória, por 3 a 0, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro.

O resultado não muda a vida da Raposa que já não sonha com mais nada na temporada, tem 52 pontos, na sétima colocação. Já o Rubro-Negro da Boa Terra, vê sua situação ainda mais complicada, no penúltimo lugar, com 36 tentos.

O Vitória não conseguiu apresentar grandes dificuldades ao time celeste. O Cruzeiro, por sua vez, gastou no segundo tempo, aproveitou sua superioridade e garantiu um bom resultado. O destaque do time mineiro foi o atacante Fred que marcou dois gols nesta noite.

Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o Flamengo, no domingo, no Mineirão, às 17h (de Brasília). O Vitória recebe o Grêmio, no Barradão, no mesmo dia e horário.

Primeiro tempo

O Cruzeiro entrou em campo bastante modificado, devido a mudanças que o técnico Mano Menezes comandou, dando rodizio ao time. Com isso, Thiago Neves, Fábio, Edilson e Egídio foram atletas que nem relacionados estavam.

Os primeiros minutos de jogo foram marcados por alguma intensidade dos dois lados. Chamou atenção o Vitória querendo buscar o ataque, mas não contava com qualidade técnica para somar. Com isso, rapidamente essa vontade de marcar perdeu força.

O Cruzeiro fazendo seus testes, em algum momento, esperou o Vitória, mas, aos poucos, foi tomando conta da partida. Vale destacar as boas chegadas da Raposa, tanto pela direita quanto pela esquerda, com Patrick Brey e Ezequiel.

Aos 9, o Cruzeiro chegou com bastante perigo. Em cruzamento na área, Léo tentou chegar e a redonda foi para escanteio. Após esse lance, o duelo ficou bastante travado no meio campo.

Aos 18, o Cruzeiro chegou novamente com perigo. Em cobrança de escanteio, Léo subiu mais que todo mundo e a bola passou pela esquerda. No lance seguinte, a Raposa voltou a levar perigo. Em lançamento de Lucas Silva, Ezequiel fez o cruzamento e o goleiro mandou pra longe com dificuldade.

Aos 25, Lucas Silva cobrou falta e a bola foi para o gol com muito veneno. O goleiro conseguiu fazer a defesa e a torcida se ligou no jogo. Ressalta-se que o time celeste seguia com boas chegadas pelas laterais. Mas Fred, jogador a ser observado, recebia poucas bolas e não conseguia mostrar seu trabalho.

Aos 30, no melhor lance do Cruzeiro no jogo, Patrick Bray recebeu a bola na esquerda, driblou, já dentro da área, poderia fazer o passe, mas preferiu chutar e acertou o goleiro.

O Cruzeiro conseguiu chegar ao seu gol aos 44 minutos. Em um bom avanço na direita, Ezequiel fez o cruzamento e Aderllan mandou contra o próprio patrimônio.

Segundo tempo

O Vitória voltou mais animado. No intervalo claramente o treinador comandou ataques pela esquerda, aproveitando que o ala Patrick Brey tem ótimo aproveitamento ofensivo, mas não é um bom atleta no ponto de visto defensivo.

Quando a equipe baiana estava bastante ofensiva, o Cruzeiro conseguiu ampliar. Em jogada na frente, Robinho tentou o cruzamento e Aderllan colocou a mão na bola. O árbitro marcou pênalti e, aos 9, Fred mandou a bola na direita e o goleiro para a esquerda.

O Cruzeiro seguiu muito superior na partida, taticamente mais forte, com qualidade e chegadas. Aos 26, em cruzamento de Patrick Bray, Fred, com um toque só na bola, mandou para o fundo das redes.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3 X 0 VITÓRIA

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de novembro de 2018, Quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Gols: Aderllan, contra, aos 42 do primeiro tempo, Fred, aos 9 e aos 26 minutos do segundo tempo (Cruzeiro)
Cartões: Aderllan (Vitória)

CRUZEIRO – Rafael, Ezequiel, Manoel, Léo, Patrick, Lucas Romero, Lucas Silva, Rafinha, Robinho (Ederson), David (Raniel), Fred.
Técnico: Sidnei Lobo

VITÓRIA: João Gabriel; Rodrigo Andrande (Lucas), Aderllan, Lucas Ribeiro, Marcelo Benitez, Willian Farias, Fillipe Soutto (Neilton), Rhayner, Yago, Erick (André Lima), Léo Ceará.
Técnico: João Burse

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual