Conecte-se Conosco

Tecnologia

Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Publicado

em

Por Daniel Mello / Agência Brasil  

São Paulo – Os pais precisam se aproximar dos filhos para evitar o uso problemático de computadores, jogos eletrônicos e celulares, defendem as especialistas que participaram hoje (7) do Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet. O evento foi promovido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

“A gente não escuta os nossos filhos, não dá importância para as necessidades deles”, enfatizou a gerente da assessoria jurídica do Nic.br, Kelli Angelini. Ela citou dados levantados pela entidade que mostram que grande parte dos adolescentes de 11 a 17 anos estão expostos a conteúdos impróprios na rede. “Será que os pais estão atentos a isso? Será que os pais sabem que 27% das meninas que responderam a pesquisa já tiveram acesso a conteúdos que estão relacionados a formas de ficar mais magro?”, exemplificou.

Usos problemáticos

O mau uso das tecnologias ou o abuso de celulares e jogos eletrônicos pode levar ao desenvolvimento de diversos problemas, de acordo com a pediatra e professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Evelyn Eisenstein. “Nós já estamos vendo o primeiro sintoma: transtornos de sono. Crianças que dormem menos. Crianças para dormir bem, em uma fase de crescimento, têm que dormir entre oito e nove horas. Nós temos crianças dormindo 6 horas”, destacou.

No caso dos adolescentes, a psicóloga Evelise Galvão de Carvalho disse que muitas vezes os jogos eletrônicos são uma forma de fugir das frustrações cotidianas. Garotos com dificuldade de se socializar, por exemplo, conseguem ter vidas mais atrativas no mundo virtual, de acordo com a especialista. “Quando ele chega em casa, depois da escola, ele entra no jogo e muda tudo. E dentro do jogo ele passa a ser um avatar. Dentro do jogo ele não tem idade, não envelhece, tem uma namorada há mais de um ano. Ele passa tempo com essa pessoa, fazem coisas juntos dentro do jogo”, enumerou sobre as realizações possíveis dentro do ambiente virtual.

“Embora não seja verdadeiro o que ele está vivendo, as sensações e as reações são verdadeiras, são gratificantes”, acrescenta Evelise. Jovens nesse tipo de situação estão, segundo a psicóloga, mais predispostos a estabelecer uma relação problemática com os jogos. Isso acontece quando o jovem passa a dedicar mais energia à virtualidade do que ao mundo real, deixando até obrigações de lado para jogar.

A especialista ressalta que é preciso refletir por que a vida cotidiana é tão frustrante e desanimadora para parte dos adolescentes. “Que tipo de mundo nós estamos oferecendo para as nossas crianças e adolescentes que eles estão preferindo viver em um mundo que não é real do que viver aqui com a gente?”, questiona Evelise.

Proibição

No entanto, a psicóloga se diz contrária a proibir o uso das tecnologias pelos jovens  como forma de tentar contornar os problemas. “O movimento de luta contra as tecnologias é uma guerra sem fim, que a gente nunca vai ganhar. Nós vivemos em um mundo tecnológico, não tem mais volta. A tendência é ao contrário, cada vez mais a gente vai estar inserido e vivendo com essa tecnologia”, enfatizou.

“Proibir eu não estou ensinando nada”, acrescentou ao comentar a interdição do uso de celular em algumas escolas. “A gente vem em contramão de outros países que inserem os celulares nas escolas”, ressaltou.

“Não acho que seja proibir, castigar, mas ensinar sobre o uso. Dialogar. Colocar regras, limites, saber explicar para o seu filho e sua filha o uso correto”, concordou a professora Evelyn Eisenstein.

Continue lendo
Clique para comentar

Tecnologia

Fórum de Barcarena recebe link de fibra óptica

Publicado

em

Expansão chegará a mais 10 comarcas até setembro

Barcarena, na região do Baixo Tocantins, é a 15ª Comarca do Pará a ativar a rede de dados em alta velocidade. Com isso, a Secretaria de Informática do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) totaliza 46 prédios do Poder Judiciário com o projeto de expansão da rede de fibra ótica em todo o Estado.

De acordo com a Secretaria de Informática, estão na rota do projeto de ativação da fibra ótica até setembro deste ano as Comarcas de Abaetetuba, Anapú, Cametá, Itaituba, Mosqueiro, Paragominas, Redenção, São Miguel do Guamá, Tailândia e Tucuruí. No primeiro semestre, as Comarcas de Medicilândia, Brasil Novo e Senador José Porfírio passaram a integrar a rede de fibra ótica.

Por ocasião da instalação do novo Datacenter, a secretária de informática, Nilce Râmoa, ressaltou que estão sendo implementadas melhorias dos circuitos para as Comarcas do Interior. “Hoje, são 90 Comarcas com o circuito satélite e vão cair para 28, porque estamos expandindo com a fibra ótica e circuito terrestre para o interior. A expectativa é também a melhoria da comunicação nos próximos meses nas Comarcas do Interior”, explicou.

A integração à rede de fibra ótica faz parte do projeto de ampliação da rede de dados e compõe o macrodesafio do Plano de Gestão do biênio 2017/2019, do presidente do TJPA, desembargador Ricardo Ferreira Nunes: “Melhoria da Infraestrutura e Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação”. A interligação dos novos prédios à rede de dados de alta velocidade permitirá a melhor utilização do Processo Judicial Eletrônico (PJe).

Continue lendo

Tecnologia

Facebook com limite de 25 amigos? Entenda o que é verdade ou não nesse boato

Publicado

em

Foto: Pixabay

Você já viu aqueles posts dizendo que o Facebook vai escolher automaticamente os seus 25 amigos que vão aparecer no seu feed de notícias? O texto atribui isso a uma mudança no algoritmo da rede social e pede para quem lê-lo interagir nos comentários, alegando que isso ajuda a “contornar o sistema”. A mensagem também incentiva o usuário a replicá-la na própria linha do tempo, para praticamente iniciar uma “rebelião” contra o algoritmo do Facebook. Não passa de um boato, que aparece, desaparece e reaparece de tempos em tempo. Mas, curiosamente, o texto da corrente não está de todo errado.

O algoritmo do Facebook realmente define quais amigos – e páginas – terão mais destaque no seu feed de notícias. Mas ele não faz isso de forma aleatória: vão aparecer mais na sua rede os posts das pessoas com quem você mais interage. O conceito de “interação” usado pela rede social não é exatamente claro, mas não é uma mudança no algoritmo que vai fazer aquele seu colega de longa data desaparecer da sua linha do tempo. E também não é um comentário no seu post que vai trazer de volta ao feed aquela pessoa que há muito não aparecia.

O feed de notícias também tem um limite de pessoas e páginas mostradas. É uma forma de manter o fluxo de informações mais controlado, já que o Facebook não tem o mesmo foco de tempo real que o Twitter tem, por exemplo. Pense no caos que seria a linha do tempo de quem tem 1.000 amigos e curte 500 páginas. No entanto, o limite não é necessariamente um valor preciso, como os 25 especificados no texto da corrente.

Mas dá para contornar isso?

Caso você não esteja satisfeito com a forma como o algoritmo do Facebook organizou seu feed, é possível personalizá-lo você mesmo. A rede social, em mudanças recentes, deu aos usuários mais controle sobre a própria conta, e isso incluiu a linha do tempo.

Se estiver usando o Facebook pelo PC, clique no último botão da direita na barra superior e depois na antepenúltima opção, Preferências do Feed de Notícias. Uma nova tela se abrirá, exibindo quatro opções. Na primeira, Priorize quem ver primeiro, você pode selecionar 30 amigos e páginas que vão aparecer em destaque no seu feed. O restante dos amigos e páginas continuará aparecendo, mas com bem menos frequência.

O segundo item da lista, Deixe de seguir pessoas para ocultar publicações delas, é autoexplicativo: basta clicar em quem você não quer mais ver na sua linha do tempo para deixar de seguir. A amizade não acaba – a pessoa nem fica sabendo que você deu um “unfollow” nela – e a página também não é descurtida. Além disso, você pode trazer ambos de volta na terceira opção, Conecte-se novamente com as pessoas que você deixou de seguir. Depois que terminar de personalizar seu feed, basta aperta o X no canto da tela.

Nos smartphones, vá até a última “aba” do aplicativo do Facebook e, no final do menu, toque em Configurações e privacidade e depois em Configurações. Desça até Configurações do Feed de Notícias e toque em Preferências do Feed de Notícias. Ao menos na versão do app que usamos por aqui, as opções da lista apareceram em inglês, mas a ordem é a mesma descrita acima.

Fonte: Olhar Digital

Continue lendo

Tecnologia

Falha no Android usa cartão micro SD para atacar celular da vítima

Publicado

em

Foto: Britta Pedersen/dpa

Um grupo de pesquisadores de segurança descobriu uma falha no Android que se aproveita do gerenciamento de cartão SD para realizar ataques no celular da vítima.

A equipe de segurança da Check Point fez uma demonstração do ataque durante a conferência hacker DefCon. Ele se aproveita de apps que usam armazenamento removível, como cartões SD, em vez de confiar no espaço interno do dispositivo, segundo a Wired.

Ao convencer o usuário a baixar apps supostamente legítimos de monitoramento de armazenamento externo em apps, os hackers podem conseguir modificar o conteúdo do cartão SD e realizar diversas tarefas indesejadas pelo usuário, como a instalação de malwares e injeção de código malicioso.

Os hackers se aproveitariam de uma atualização falsa de software, que adicionaria o conteúdo malicioso no cartão SD da vítima. Como o app teria capacidade para analisar tudo o que é guardado no cartão de memória, ele poderia substituir ou manipular esses arquivos.

Por enquanto, o Google e outras fabricantes e desenvolvedores de Android ainda não se pronunciaram sobre o caso, mas a tendência é que uma correção seja lançada para o problema. Enquanto isso, a melhor forma de se manter seguro é evitando baixar apps de fontes desconhecidas.

Fonte: Olhar Digital

Continue lendo

Destaques