Conecte-se Conosco

Esportes

Paratleta da PMB disputará o Mundial Feminino de Basquete em Cadeira de Rodas

Publicado

em

Foi com dedicação, talento e vontade que a paratleta Lucicléia Costa, 37, conseguiu se transformar em referência no Pará na modalidade do basquete em cadeira de rodas. Cléia, como gosta de ser chamada, iniciou no esporte aos 16 anos, depois de um triste acontecimento. “Aos 13 anos tive câncer, com isso perdi as pernas, mas isso não me abalou, só me deu mais força, aumentou minha autoestima e me ensinou a viver”, conta.

A esportista, que já disputou grandes torneios dentro e fora do país, inclusive a última Paralimpíada do Rio, em 2016, foi convocada para Seleção Brasileira Feminina de Cadeira de Rodas, que vai disputar o mundial da modalidade a partir de 16 de agosto. Cléia embarca neste sábado, 4, para Hamburgo, na Alemanha. Perto de disputar o seu segundo campeonato mundial da carreira, ela está ansiosa. “Já participei de Parapan-Americanos, Paralímpiadas e mundiais, então é uma felicidade muito grande, é o sonho de todo o atleta”, conta empolgada.

Atleta da seleção brasileira feminina de basquete em cadeira de rodas há 15 anos, Cléia integra o time de basquete da Associação de Deficientes Físicos do Pará (ADFPA). A equipe, que treina no Ginásio Altino Pimenta, participa do Programa Esporte Sem Barreiras, desenvolvido pela Prefeitura de Belém por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel).

O Esporte Sem Barreiras foi criado em 2013 e atende cerca de 100 paratletas nas modalidades basquetebol em cadeira de rodas, futsal de surdos e futebol de cinco. O programa tem como objetivo o resgate social da pessoa com deficiência através do esporte. O apoio e incentivo da Prefeitura de Belém para os esportes olímpicos e paralímpicos é fundamental para todas as modalidades, explica a paratleta: “É muito importante a Prefeitura incentivar e agregar todo tipo de esporte, não só os esportes normais, mas o também os adaptados”.

Para aguentar a rotina desgastante, normal na vida de um atleta de alto rendimento, a paratleta conta com o apoio do marido e dos companheiros de equipe, que destacam o orgulho de treinar com a jogadora da seleção brasileira. “Fico muito orgulhoso de ver a trajetória dela hoje em dia. Ela vai para o mundial, ela vai representar a nossa cidade, o nosso município e nosso país no maior evento do nosso esporte”, afirma o paratleta José Ricardo da Silva, companheiro de equipe.

Cléia também compartilha do orgulho de representar Belém e o Brasil em uma grande competição. “Eu tenho um orgulho muito grande, é uma alegria que não sei nem explicar. É o amor pelo meu país e minha cidade”, conta.

Segundo Wilson Neto, titular da Sejel, a Prefeitura de Belém sempre busca incentivar todos os esportes e desenvolver os talentos que surgem na capital: “A Prefeitura de Belém busca fomentar e atingir o maior número de pessoas por meio do esporte, oferecendo atividades diversas e privilegiando a inclusão social. Quando a gente vê uma atleta que recebe apoio da Prefeitura de Belém se destacar em nível mundial, é um orgulho, pois Belém é um celeiro de atletas de ponta, basta identificar e desenvolver esse talento”.

Mundial – O Mundial Feminino de Basquete em Cadeira de Rodas será realizado entre os dias 16 e 25 de agosto, na cidade de Hamburgo, Alemanha.  Serão 12 seleções na disputa pelo título, o Brasil está no Grupo A, juntamente com Canadá, Espanha, Grã-Bretanha, Austrália e Holanda.

O basquete em cadeira de rodas começou a ser praticado em 1945. A modalidade é uma das poucas que esteve presente em todas as edições dos Jogos Paralímpicos. O esporte é praticado por cinco jogadores em quadra e que possuem alguma deficiência físico-motora. As regras se assemelham com a do basquete tradicional. (Por Victor Miranda/Agência Belém)

 

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Juventus anuncia saída do técnico Massimiliano Allegri

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: ANSA

TURIM, 17 MAI (ANSA) – A Juventus anunciou nesta sexta-feira (17) que o técnico Massimiliano Allegri não continuará no comando da atual octacampeã do Campeonato Italiano a partir da próxima temporada.

Apesar de ter dominado o futebol do país da bota nestes cinco anos que ficou na Velha Senhora, Allegri não conseguiu atingir o principal objetivo da Juve: conquistar a Liga dos Campeões.

“Massimiliano Allegri não será o treinador da Juventus na temporada 2019/2020. O treinador e o presidente, Andrea Agnelli, vão se reunir com os meios de comunicação em coletiva de imprensa que será realizada amanhã, às 14 horas (da Itália), na sala de conferências do Allianz Stadium”, informou o clube italiano em uma breve nota.

Dentro da Itália, Allegri venceu cinco Campeonatos Italianos, quatro Copas da Itália e duas Supercopas. Na Champions League, o treinador foi vice-campeão nas temporadas 2014/15 e 2016/17.

Nesta última edição, mesmo com o craque Cristiano Ronaldo, a Velha Senhora caiu nas quartas de finais diante do Ajax.

A notícia do divórcio entre Allegri e Juventus pegou todos de surpresa, já que Agnelli havia declarado que desejava a permanência do técnico de 51 anos. Ainda não foi informado se a decisão de deixar a Velha Senhora partiu do próprio comandante.

A imprensa italiana está vinculando o nome de Allegri principalmente ao Paris Saint-Germain (PSG). No entanto, outros clubes aparecem entre os candidatos, como Galatasaray, Tottenham e Bayern de Munique.

Já o novo treinador do clube bianconero ainda é um mistério. Os jornais italianos cogitam os nomes Mauricio Pochettino, Simone Inzaghi, Antonio Conte, Didier Deschamps e até Pep Guardiola.

Continue lendo

Esportes

Preços dos ingressos para a Copa América assustam o torcedor

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Istoé

O início da venda de ingressos da Copa América nas lojas físicas, na última quarta-feira, trouxe otimismo ao Comitê Organizador Local (COL). Até agora, segundo o próprio comitê, 450 mil bilhetes foram comercializados para torcedores de 106 países. Muita gente tem preferido procurar os centros de venda a superar o congestionamento das operações pela internet. A previsão é de alta nos próximos dias.

Apesar do otimismo, não houve filas no primeiro dia de venda no Centro de Ingresso de São Paulo, no Memorial da América Latina, na zona oeste da cidade. Vários guichês para compra e retirada faziam com que o atendimento fosse quase imediato. Desde quarta, os cinco centros (Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio, Salvador e São Paulo) passaram também a funcionar como pontos para venda de ingressos, desde que haja disponibilidade de assentos. Paralelamente, o torcedor tem a opção de compra pelo site copaamerica.com. Os ingressos podem ser retirados pelos torcedores desde sexta-feira nos Centros de Ingressos.

O COL promete realizar nas próximas semanas uma nova etapa de comercialização, com a remessa de um quarto lote de ingressos. Todas as 26 partidas terão novamente entradas à venda. No momento, somente dois jogos estão com a carga esgotada: a final e o jogo entre Brasil e Peru, em Itaquera.

O empresário Jorge Pires Teodoro havia desistido de comprar os ingressos por duas razões. Os mais baratos acabavam instantaneamente na internet. Além disso, ele achou os mais nobres com valores “fora da realidade”. Agora, pretende procurar uma loja para tentar um ingresso com valor razoável e realizar o desejo do filho, Rafael Teodoro, que está iniciando a carreira como jogador e quer ver o torneio no Brasil. Isso mostra que a expectativa dos organizadores esbarra na preocupação dos torcedores com o preço dos ingressos, que varia de R$ 60 a R$ 890.

Muitos fãs estão limitando o número de jogos que vão assistir de olho na conta final. Dificilmente, a expectativa com a Copa América será parecida com o ambiente pré-Copa do Mundo no Brasil. Antes de 2014, os ingressos se esgotavam rapidamente a cada lote colocado à venda, mesmo sem o torcedor saber quais equipes estariam em campo.

O engenheiro Marcelo Silvestre foi a duas edições da Copa América e viu todos os jogos do Brasil no Mundial da Rússia. Na Copa América deste ano, ele decidiu gastar R$ 1.600 para acompanhar os dois jogos da seleção em São Paulo, a semifinal em Belo Horizonte e a finalíssima do torneio, no Maracanã. Ele queria mesmo era assistir a todos os jogos da seleção, mas está preocupado com os gastos extras. Avalia que deve gastar R$ 4 mil com estadia, combustível, ingressos e alimentação.

A estudante Milena Jó não vai conseguir ir à abertura do torneio, no Morumbi. “Pela proporção do evento, até dá para entender o preço dos ingressos, mas eles ficaram um pouco caros. Sou estudante e recebo pouco mais de um salário mínimo. Gostaria muito de ir à abertura, mas o preço do ingresso do ingresso não contribuiu”, afirma.

O advogado Tiago Achcar concorda que os bilhetes estão caros, mas mesmo assim vai a seis partidas. “Os ingressos, de uma maneira geral, são caros, tendo em vista a nossa realidade. Se compararmos com outros eventos internacionais, a Copa do Mundo foi mais cara. Mas a qualidade dos eventos não se compara”.

O estudante Marcus Jesus, que comprou bilhetes para a disputa de terceiro lugar e a fase de grupos, em São Paulo, avalia que os preços são justos para ver jogadores como Messi e Neymar.

Continue lendo

Esportes

Meia Zotti avalia sua estreia com a camisa azulina

Publicado

em

Fotos: Samara Miranda - Ascom Remo

Uma das caras novas no time azulino, o meio campista Zotti fez sua estreia nos primeiros 45 minutos na vitória de 1 a 0, contra a Luverdense. Zotti constrói seu jogo como meia de articulação e construção, recebendo a bola toca de primeira para o companheiro melhor colocado.

Sabendo que ainda precisa melhorar a sua condição física em seus primeiros 45 minutos com a camisa azulina,  o meio campista teve 85% de efetividade nos passes, em números repassados pelo CIFAZUL (Centro de Inteligência de Futebol Azulino’’

‘’Eu estava muito ansioso pela estreia, não via a hora de jogar e fiquei feliz de estar podendo estrear. É claro que fisicamente eu não estou no meu condicionamento ideal, estava um tempo parado,mas acho que foram 45 minutos intensos’’, avalia Zotti.

O atleta também falou da importância dos dois próximos jogos em casa e conta com o apoio do Fenômeno Azul.

‘’Agora temos dois jogos dentro de casa, com o apoio do nosso torcedor ,nosso torcedor empolgado e estamos confiantes que podemos fazer bons jogos. Vamos buscar esses 6 pontos,mas primeiramente temos o Ypiranga de Erechim, temos que focar todos os esforços nesse primeiro jogo e é assim que vamos alcançar os nossos objetivos’’ ,finalizou.

 

Continue lendo

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com