Conecte-se Conosco

POLÍCIA

Polícia Civil fecha bares em Rurópolis durante operação de fiscalização

Estabelecimentos descumpriam medidas de prevenção ao novo coronavírus

Foto: Reprodução / Fonte: O Liberal

Publicado

em

Diversos estabelecimentos comerciais que estavam em situação irregular foram fechados pela Polícia Civil no município de Rurópolis, no sudoeste do Pará, durante uma operação deflagrada em parceria com a Polícia Militar na última quinta-feira, 1º, para combater crimes de perturbação sonora, exploração sexual infantil e a presença de crianças e adolescentes em bares e casas noturnas na região. 

A ação foi realizada depois que a polícia recebeu informações de que esses estabelecimentos estariam causando perturbação da ordem pública, poluição sonora e vendiam de bebidas alcoólicas a adolescentes. Os agentes de segurança fizeram diligências para fiscalizar bares, casas noturnas e hotéis no distrito de Divinópolis e nas comunidades da BR 230, localizados na zona rural do município. 
Segundo informações da Polícia Civil, com o retorno das atividades e realização de festas em casas de shows, bares e clubes, ocorreu um aumento no número de denúncias por perturbação ao sossego alheio em razão do desrespeito às normas legais, inclusive descumprimento de controle do número de pessoas no ambiente, falta de aferição de temperatura e disponibilidade de álcool em gel, além de desrespeito ao horário de funcionamento.
Os proprietários dos estabelecimentos comerciais foram notificados. Os bares e casas noturnas fechadas só serão reabertas após regularizarem os documentos. Todos os donos foram orientados sobre crimes e suas penalidades, bem como sobre horário de funcionamento do local para a realização de festas, que deve permanecer reduzido por questões de segurança pública e sanitária em razão da atual pandemia do novo coronavírus.
“Orientamos que por cautela os eventos sejam realizados ao ar livre, onde há mais espaço para os participantes se locomoverem, mas ainda assim não se garante segurança, pois é público e notório que ainda se vive um período de pandemia, onde se é contabilizado diariamente um número de contaminados e divulgado nos boletins informativos das secretarias de Saúde alertando sobre os riscos da doença. Por esse motivo, estamos tendo maior rigor na fiscalização para que os donos dos estabelecimentos atentem aos protocolos, sob pena de ter seu alvará cassado e o estabelecimento fechado”, comentou o delegado de Polícia Civil, Ariosnaldo Filho.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual