Conecte-se Conosco

POLÍCIA

Polícia Civil prende homem que armazenava e vendia combustível

Policiais encontraram cerca de 200 litros de combustíveis em garagem de casa no bairro Mary Dota, em Bauru — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Publicado

em

Suspeito de 44 anos mantinha gasolina e etanol na garagem de sua casa no Núcleo Mary Dota e fazia a revenda. Ele foi preso por crime contra ordem econômica e delito ambiental.

Um homem de 44 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (29) por armazenagem e venda ilegal de combustíveis em Bauru (SP).

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito tinha armazenado na garagem de sua casa, no bairro Mary Dota, 200 litros de gasolina e etanol.

O flagrante de revenda ilegal de combustíveis foi feito após uma semana de investigações feitas por policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Bauru.

Também foram apreendidos equipamentos e adaptadores para fazer a retirar do combustível de caminhões-tanque — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Também foram apreendidos equipamentos e adaptadores para fazer a retirar do combustível de caminhões-tanque — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Além dos 200 litros de combustíveis, a policia encontrou um caderno com anotações no qual os policiais identificaram movimentações recentes de pelo menos 3,5 mil litros de gasolina, etanol e diesel.

Também foram apreendidos equipamentos que demonstravam a forma de revenda de combustível, como adaptadores e mecanismos para fazer extração de caminhões-tanque.

À polícia, o suspeito contou que os combustíveis eram vendidos a preços mais baixos do que os de mercado, cerca de R$ 3 o litro da gasolina e R$ 2 o do álcool, sendo que comprava estes combustíveis pela metade destes valores.

A perícia técnica esteve no local para colher amostras dos produtos. Agora, os policiais tentam localizar caminhões que seriam usados no esquema e também identificar outros envolvidos na revenda, além de possíveis compradores do combustível.

Polícia Civil prende homem que armazenava e vendia combustível em bairro de Bauru — Foto: Polícia Civil/Divulgação

O suspeito foi autuado em flagrante por crime contra a ordem econômica na venda de combustível, com pena de prisão de até cinco anos, e também por delito ambiental, previsto na Lei de crimes ambientais.

Ele foi encaminhado para a cadeia de Avaí, onde permanece à disposição da Justiça.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4556