Conecte-se Conosco

BELÉM

População elogia atendimento na Poli Metropolitana que vem diminuindo número de casos graves

Agência Pará

Publicado

em

Dezessete dias depois que começou a atender pacientes leves e moderados da Covid-19, a Policlínica Metropolitana, em Belém, superou, na noite desta sexta-feira (8), a marca de 19 mil atendimentos realizados. O atendimento tem se destacado pela eficiência, com a diminuição de espera na triagem e o tratamento precoce aos pacientes, diminuindo, assim, o número de casos graves da doença na cidade.

“Nós atribuímos essa redução de casos graves, a eficiência do que vem sendo feito na Policlínica, já que a gente consegue tratar os casos leves nas fases iniciais, para que o paciente não venha a desenvolver sintomas mais graves depois”, afirmou o coordenador de Contingência da Policlínica, o médico Sipriano Ferraz.

Dois exemplos comprovam a eficiência e a qualidade do atendimento realizado pelos profissionais da Poli Metropolitana. O primeiro é de Brenda Gomes, moradora do bairro do Jaderlândia, em Ananindeua, atendida nesta quinta-feira (7) pela tarde.

“Passei pela triagem, depois recebi a pulseira que identifica o grau de atendimento, tudo muito rápido. O médico me avaliou, recebi algumas orientações e também medicação para tratar em casa. No geral, fiquei surpreendida com a agilidade e atenção dos profissionais”, comenta.

Paciente Fabiany SantosJá Fabiany Santos, de 30 anos, moradora do bairro Maracangalha, em Belém, procurou atendimento na Poli na última quarta-feira (6), com dor na cabeça, garganta e costas. Ela conta que o atendimento foi rápido, tranquilo e organizado.

“Apesar de grande procura, que é aceitável, tudo ocorreu normalmente, sem grandes transtornos. Fui avaliada e recebi medicamentos e estou me recuperando em casa, estou bem”, garantiu.

Ainda de acordo com o coordenador, a Poli trabalha constantemente para manter um padrão de atendimento, para que o paciente espere o mínimo de tempo possível para ser atendido. “Hoje, por exemplo, o tempo médio gasto pelo paciente na triagem de enfermagem é de um minuto e meio em média, graças a esse trabalho ininterrupto”, reforçou.

Desde que o Governo do Estado mudou o perfil de atendimentos do espaço, para atender pacientes suspeitos da Covid-19, garante ao espaço, além de profissionais capacitados, EPIs e remédios para os pacientes.

“Nós temos pacientes saindo muito satisfeitos com os serviços oferecidos. As filas estão menores e o número de atendimentos é de mil por dia. A gente já percebeu uma diminuição considerável dos casos graves, e isso é importante”, finaliza.

Com consultórios equipados e com profissionais habilitados, a Policlínica tem capacidade para fazer até 1.000 atendimentos por dia, entre consultas e exames, e funciona de domingo a domingo, das 7h às 19h.

A direção da Policlínica Metropolitana reforça que o espaço não presta serviço de urgência e emergência, atende somente casos de baixa e média complexidade, que são avaliados por equipe qualificada. Caso seja necessário, pacientes são encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual