Conecte-se Conosco

Sem categoria

Portal mostra quanto custa TCE ao contribuinte paraense

Publicado

em

 

 Há  conselheiro que  recebe R$ 27.399,49, com os descontos. O tribunal recebeu R$ 12.153.690,35 de recursos ordinários, em agosto.

 

No Portal da Transparência do Tribunal de Contas do Estado (TCE) consta que  a instituição consumiu, de janeiro a agosto deste ano, R$ 140.066.956,13, com despesas diversas. Do total,  repassou R$ 13.340.901,99, ficando com um saldo de R$ 126.726.084,14.
De recursos ordinários,  recebeu, no mês agosto, R$ 12.153.690,35. Em julho o valor (recursos ordinários) foi de R$ 13.841.143,14.
Teve uma despesa de R$ 1.538.894,78 para pagar inativos e pensionistas, em julho deste ano. Em agosto o custo (com inativos e pensionistas) foi de R$ 1.669.868,42.
Um auditor CE Economia tem um salário bruto mensal de R$ 30.606,07. Recebe de vantagens eventuais R$ 4.938,35 – são vantagens tipo férias indenizadas, 1/3 de férias, licenças prêmios, antecipação do 13º salário, serviço extraordinário, opção de remuneração, gratificação por dedicação exclusiva, gratificação por tempo integral – entre outras.
As vantagens pessoais são adicional de tempo de serviço, adicional de representação incorporada, abono de permanência, e outras.
Os servidores do TCE, segundo o Portal da Transparência, não recebem nenhum tipo de auxílio (os que os magistrados recebem) como o auxílio moradia, auxílio natalidade e auxílio doença.
Um motorista recebe salário líquido de R$ 6.826,12 – o valor bruto é de R$ 8.797,83.
Um conselheiro (omitimos  o nome) recebe salário líquido de R$ 27.399, 49 – valor com os devidos descontos. O bruto é de R$ 41.872,30. Esse conselheiro tem vantagens eventuais de R$ 7.023,46. Ganha R$ 4.377,73 de auxílios. Sua remuneração paradigma é de R$ 30.471,11.


Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual