Conecte-se Conosco

Esportes

Preços dos ingressos para a Copa América assustam o torcedor

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Istoé

O início da venda de ingressos da Copa América nas lojas físicas, na última quarta-feira, trouxe otimismo ao Comitê Organizador Local (COL). Até agora, segundo o próprio comitê, 450 mil bilhetes foram comercializados para torcedores de 106 países. Muita gente tem preferido procurar os centros de venda a superar o congestionamento das operações pela internet. A previsão é de alta nos próximos dias.

Apesar do otimismo, não houve filas no primeiro dia de venda no Centro de Ingresso de São Paulo, no Memorial da América Latina, na zona oeste da cidade. Vários guichês para compra e retirada faziam com que o atendimento fosse quase imediato. Desde quarta, os cinco centros (Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio, Salvador e São Paulo) passaram também a funcionar como pontos para venda de ingressos, desde que haja disponibilidade de assentos. Paralelamente, o torcedor tem a opção de compra pelo site copaamerica.com. Os ingressos podem ser retirados pelos torcedores desde sexta-feira nos Centros de Ingressos.

O COL promete realizar nas próximas semanas uma nova etapa de comercialização, com a remessa de um quarto lote de ingressos. Todas as 26 partidas terão novamente entradas à venda. No momento, somente dois jogos estão com a carga esgotada: a final e o jogo entre Brasil e Peru, em Itaquera.

O empresário Jorge Pires Teodoro havia desistido de comprar os ingressos por duas razões. Os mais baratos acabavam instantaneamente na internet. Além disso, ele achou os mais nobres com valores “fora da realidade”. Agora, pretende procurar uma loja para tentar um ingresso com valor razoável e realizar o desejo do filho, Rafael Teodoro, que está iniciando a carreira como jogador e quer ver o torneio no Brasil. Isso mostra que a expectativa dos organizadores esbarra na preocupação dos torcedores com o preço dos ingressos, que varia de R$ 60 a R$ 890.

Muitos fãs estão limitando o número de jogos que vão assistir de olho na conta final. Dificilmente, a expectativa com a Copa América será parecida com o ambiente pré-Copa do Mundo no Brasil. Antes de 2014, os ingressos se esgotavam rapidamente a cada lote colocado à venda, mesmo sem o torcedor saber quais equipes estariam em campo.

O engenheiro Marcelo Silvestre foi a duas edições da Copa América e viu todos os jogos do Brasil no Mundial da Rússia. Na Copa América deste ano, ele decidiu gastar R$ 1.600 para acompanhar os dois jogos da seleção em São Paulo, a semifinal em Belo Horizonte e a finalíssima do torneio, no Maracanã. Ele queria mesmo era assistir a todos os jogos da seleção, mas está preocupado com os gastos extras. Avalia que deve gastar R$ 4 mil com estadia, combustível, ingressos e alimentação.

A estudante Milena Jó não vai conseguir ir à abertura do torneio, no Morumbi. “Pela proporção do evento, até dá para entender o preço dos ingressos, mas eles ficaram um pouco caros. Sou estudante e recebo pouco mais de um salário mínimo. Gostaria muito de ir à abertura, mas o preço do ingresso do ingresso não contribuiu”, afirma.

O advogado Tiago Achcar concorda que os bilhetes estão caros, mas mesmo assim vai a seis partidas. “Os ingressos, de uma maneira geral, são caros, tendo em vista a nossa realidade. Se compararmos com outros eventos internacionais, a Copa do Mundo foi mais cara. Mas a qualidade dos eventos não se compara”.

O estudante Marcus Jesus, que comprou bilhetes para a disputa de terceiro lugar e a fase de grupos, em São Paulo, avalia que os preços são justos para ver jogadores como Messi e Neymar.

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Brasil e Bolívia abrem hoje a Copa América

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

A seleção brasileira, anfitriã da edição da Copa América 2019, abre hoje (14) o torneio enfrentando a seleção da Bolívia, às 21h30, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. O Brasil já conquistou oito vezes o torneio, quatro delas quando sediou a competição. A última vez que ganhou a competição foi em 2007.

A Bolívia ganhou o torneio em uma ocasião, em 1963, quando disputou a competição como país organizador.

Mais de 67 mil ingressos já foram vendidos para a partida de abertura do torneio.

O árbitro do jogo será o argentino Nestor Pistana. Ele será auxiliado por Hernán Maldana e Juan P. Belatti, também argentinos. O quarto árbitro será o equatoriano Roddy Zambrano.

“O Brasil vai ser um adversário difícil, com o apoio do seu povo, e é candidato a ganhar a Copa, mas nos preparamos bem, corrigimos erros, jogamos amistosos e estamos confiantes de que chegaremos da melhor maneira”, disse o goleiro Carlos Lampe, da Bolívia.

O jogador Casemiro, da seleção brasileira, considera que será uma partida complicada contra a Bolívia. “A seleção de Bolívia está muito bem preparada, principalmente na parte defensiva”.

Copa América

A Copa América 2019 será disputada pelos dez países integrantes da Conmebol e por dois países convidados, Japão e Catar. Os jogos serão realizados em cinco cidades: Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Na primeira fase, os 12 países foram divididos em três grupos.

O Brasil está no Grupo A e pegará as seleções da Bolívia, Venezuela e Peru. O Grupo B é formado pelas equipes da Argentina, da Colômbia, do Paraguai e do Catar. Fazem parte do Grupo C o Uruguai, o Equador, o Chile e o Japão.

Classificam-se para as quartas de final os dois primeiros colocados de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados. A partir dessa fase, os jogos serão eliminatórios.
O atual campeão da competição é o Chile.

Cerimônia de abertura

Pouco antes do início da partida de hoje, às 21h10, haverá a cerimônia de abertura. Ela terá 10 minutos de duração, vai contar a história do sonho de 12 crianças, cada uma delas representando um dos países que disputarão a competição. Segundo a organização, essa história será dividida em duas partes: a segunda parte será contada no encerramento.

Durante a cerimônia será cantada a música-tema da Copa América deste ano, Vibra Continente, que será apresentada por Léo Santana e pela colombiana Karol G.

O presidente Jair Bolsonaro deverá acompanhar o primeiro jogo da seleção.

Continue lendo

Esportes

Copa feminina: Argentina, Japão e Inglaterra jogam nesta sexta-feira

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

Nesta sexta-feira(14), as japonesas (campeãs em 2011) entram em campo com a missão de vencer as escocesas, estreantes em Copas do Mundo. Na primeira rodada, o Japão ficou em um empate de 0 a 0 contra a Argentina. Para o jogo de hoje, o técnico Asako Takakura deve mexer no time titular e forçar um ataque mais agressivo. Já a treinadora da Escócia, Shelley Kerr, vai reforçar o meio-campo e melhorar o ataque.

A estreante Jamaica vai insistir na primeira vitória em uma Copa do Mundo diante da Itália. Para isso, precisa melhorar a defesa e mostrar mais criatividade no meio-campo. A Itália, que surpreendeu na primeira rodada ao vencer a Austrália, fez ajustes táticos para vencer a segunda partida e alcançar a liderança do grupo C.

A Argentina comemorou o empate com o Japão na primeira rodada e agora tem mais uma adversária difícil pelo caminho, a Inglaterra. As inglesas precisam da vitória para manter a liderança do grupo D.

Japão x Escócia

As duas seleções só se enfrentaram em jogos amistosos. E mesmo assim, há bastante tempo. Nos dois encontros, o Japão venceu. Em 2006 goleou por 4 a 0; e em 2007 ganhou de 2 a 0.

Pelo Grupo D, Japão enfrenta a Escócia, às 10h, no estádio Roazhon Park, em Rennes.

Jamaica x Itália

Confronto inédito.

Pelo Grupo C, Jamaica joga contra a Itália às 18h, no estádio Auguste-Delaune, em Reims.

Inglaterra x Argentina

As argentinas não guardam boas recordações do único jogo que já tiveram contra as inglesas. Na copa de 2007, a Inglaterra goleou a Argentina por 6 a 1 na fase de grupos.

Pelo Grupo D, Inglaterra encara a Argentina às 16h, no estádio Océane, em Le Havre.

Continue lendo

Esportes

Neymar irá depor nesta quinta com segurança reforçada

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Pleno News

O jogador Neymar deve prestar depoimento na tarde desta quinta-feira (13) na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo. Para isso, a Polícia Civil da cidade prepara um esquema de segurança especial.

O atacante é acusado de agressão e estupro pela modelo Najila Trindade. Ela alega que o abuso teria ocorrido quando visitava Neymar em Paris, na França.

Advogados do jogador visitaram, nos últimos dias, a delegacia para verificarem as condições do prédio e como proceder com as questões de segurança. Atualmente, Neymar tem usado muletas já que sofreu uma contusão no jogo da Seleção Brasileira contra Honduras na semana passada. O depoimento do jogador será dado para a delegada Juliana Bussacos.

A previsão é que Neymar chegue em um helicóptero e desembarque em algum ponto da Zona Sul paulista. De lá, ele deve seguir de carro até a 6ª DDM. A rua da delegacia será bloqueada para o trânsito e grades serão instaladas para evitar a entrada de curiosos, segundo informações do portal G1.

Continue lendo

Destaque