Conecte-se Conosco

MUNICÍPIOS

Prefeitos de Tucuruí, Goianésia e Tailândia querem escola cívico-militar

Para tanto, procuraram esta semana, em Belém, o Comando da Polícia Militar e se reuniram com a cúpula da corporação, como um dos primeiros passos para alcançarem o objetivo

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Ze Dudu

Publicado

em

As cidades de Tucuruí e Goianésia do Pará, no sudeste do Estado, e ainda Tailândia, no nordeste paraense, manifestaram intenção de implantar escolas militares. Reunião nesse sentido aconteceu na quarta-feira (22), no Quartel do Comando Geral (QCG) da Polícia Militar, em Belém, entre os gestores dos três municípios e cúpula da PM.

O coronel Dilson Júnior, comandante-geral da Polícia Militar recebeu os prefeitos Artur Brito (Tucuruí), Ribamar Lima (Goianésia do Pará) e Paulo Jasper (Tailândia). A reunião teve como finalidade uma apresentação formal da intenção de sediar escolas cívico-militar nos três municípios, com alto índice de vulnerabilidade social.

O comandante detalhou que “a implantação do programa educativo e preventivo seguiria o mesmo padrão da Escola Militar Rio Tocantins (CMRio), situada em Marabá, que foi apresentada pelo Governo do Estado como modelo a ser seguido, devido à forte redução do tráfico de drogas e dos índices de violência no entorno do bairro em que está sendo desenvolvida”.

“Essa iniciativa vai oferecer uma possibilidade a mais para muitos jovens. Tenho certeza de que esse projeto vai fazer a diferença dentro dos municípios, trazendo melhorias de vida e condições para que jovens possam vir buscar seus sonhos e seus futuros”, ressaltou Artur Brito.

Estiveram também na reunião o coronel André Gustavo de Figueiredo, titular do Comando de Policiamento Regional IV (CPR IV), e o tenente-coronel André Lima, comandante do 13º Batalhão de Tucuruí.

Como política do governo federal, o MEC priorizará a implantação de escolas cívico-militares no País. Atualmente, são 120 escolas em 17 Estados com o modelo, a maior parte em Goiás, com 50 estabelecimentos de ensino, de acordo com levantamento da Polícia Militar do Distrito Federal (DF). Na conta ainda não estão incluídas as escolas do DF.

O modelo de escola, segundo o MEC, “contará com a participação de vários segmentos da sociedade. Cada ente envolvido, dentro de sua esfera de competência, terá importância fundamental para a construção de um Brasil melhor. Essas unidades de ensino serão voltadas para as famílias que concordam com essa proposta educacional”. Para ser implementado, o modelo precisa da participação de estados e municípios.

MUNICÍPIOS

Em Vigia e Óbidos, foliões invadem as ruas com as cores e a alegria da folia popular

Do nordeste ao oeste do Pará, agentes do sistema de segurança pública atuam para garantir a tranquilidade de toda a população

Publicado

em

As ruas históricas de Vigia de Nazaré, município do nordeste paraense com 404 anos de tradições e uma cultura peculiar, fervilham em um dos carnavais mais animados do Pará. As vias estreitas são tomadas por foliões fantasiados – geralmente homens com roupas de mulher, e mulheres com figurinos masculinos. Na segunda-feira (24), os blocos “As Virgienses” e “Os Cabrasurdos” reuniram cerca de 150 mil pessoas no corredor da folia, que tem pouco mais de um quilômetro, segundo os organizadores.

Para garantir a segurança e tranquilidade dos foliões, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) realiza no município as ações da Operação Carnaval Seguro, desenvolvida pelos órgãos integrados do sistema de segurança pública. Somente em Vigia, a operação mobiliza um efetivo de 110 policiais militares, 40 bombeiros e oito agentes do Departamento de Trânsito do Estado (Detran).

O servidor público Paulo Henriques há 12 anos participa da folia em Vigia. Para ele, é opção de diversão para toda a família. “Eu adoro carnaval, e a minha família também. Assim, vamos mantendo a tradição de participar”, disse o folião. Já Luiz Pereira aproveitou a movimentação para aumentar a renda. “O Carnaval de Vigia é muito bom! Sou vendedor e todo ano eu brinco, mas a festa é uma boa renda pra gente”, ressaltou.

Animação e preservação – Já no oeste do Pará, o Carnapuxis é a grande atração no município de Óbidos, cujas ruas ficam lotadas dos tradicionais mascarados fobós. Durante sete dias, os blocos desfilam pela sede municipal arrastando milhares de foliões. Mascarados, eles carregam um saco de amido de milho e brincam de jogar o produto em quem passa.

Este ano, o tema do Carnaval de Óbidos é a preservação da natureza e o cuidado com a Amazônia. Ananias Braga, do bloco Unidos do Morro, ressaltou a receptividade da população. “O nosso não deve para nenhum carnaval. O mais importante do nosso povo é a troca. Ninguém aqui é tratado como turista, e sim como morador de Óbidos. Isso deixa o folião mais próximo”, ressaltou.

Helena Santos, moradora de Óbidos, acompanha toda a folia reforçando a valorização cultural da região do Baixo Amazonas, que já é Patrimônio Cultural do Estado. “O nosso (Carnaval) é o melhor da Amazônia, e é muito gratificante ficar aqui e prestigiar a nossa tradição. Por isso não saio da cidade”, afirmou.

Por: Larissa Noguchi (SECOM)

Continue lendo

MUNICÍPIOS

Câmara de Conceição do Araguaia dispara quase R$ 900 mil em contratações

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Ze Dudu

O Poder Legislativo do último município do Pará ao sul está animadíssimo para fazer novas despesas este ano. Na última segunda-feira (24), o Blog do Zé Dudu contabilizou as primeiras cinco licitações emanadas pela Casa de Leis de Conceição do Araguaia para sustentar os vereadores e demais servidores daquele parlamento. Elas totalizam R$ 875 mil em recursos públicos, um volume de recursos cinco vezes e meia superior ao que o governo municipal pretende aplicar na área de saneamento básico de vias e logradouros urbanos, cerca de R$ 154,5 mil, conforme levantou o Blog ao analisar a Lei Orçamentária Anual (LOA) do município para 2020.

A primeira contratação, já efetivada, se deu no dia 6 de janeiro, ocasião em que a Câmara de Conceição do Araguaia selecionou, por inexigibilidade de licitação, a empresa Marreiro Consultoria Contábil para realizar serviços de assessoria na área de contabilidade. O processo pode ser conferido aqui e tem custo de R$ 144 mil.

Duas semanas depois, no dia 27 de janeiro, a Casa de Leis iniciou outro processo de inexigibilidade para contratar uma empresa de assessoria jurídica, conforme você pode verificar aqui, mas o resultado do processo ainda não foi encaminhado ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) até hoje, embora uma nota da Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Câmara tenha dado pistas de que o escritório escolhido tenha sido o Brunno Willian Sociedade Individual de Advocacia. O valor estimado da contratação é de R$ 96 mil.

De acordo com a Câmara de Vereadores, a contratação de consultorias contábil e jurídica decorre da “escassez de empresas especializadas” em Conceição do Araguaia e na região. A CPL alega terem sido encontradas empresas que, “a custos razoáveis”, atendem às necessidades do parlamento.

Combustíveis e carros

Das licitações abertas até o momento, a de compra de combustíveis é imbatível em valor, conforme é possível checar aqui. Ao custo estimado de R$ 430 mil, ela parece valer muito mais que o investimento de R$ 305 mil previsto para a educação de jovens e adultos num município onde 1.700 eleitores não sabem ler e escrever e outros 4.000 apenas assinam o próprio nome, de acordo com dados de janeiro deste ano do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A Câmara autorizou a aquisição de 9.000 litros de óleo diesel e 80 mil de gasolina comum por meio de uma tomada de preços que ficou de ser formalizada na última sexta-feira (21). A justificativa da presidência da Casa de Leis é de que o combustível é necessário ao abastecimento de veículos oficiais para atividades políticas e administrativas.

Já a locação de dois veículos vai consumir do bolso do contribuinte aproximadamente R$ 145 mil e a contratação ficou de ser finalizada no dia 12 deste mês. Uma caminhonete é para ser usada por 100 diárias e um carro de passeio por 500, conforme você pode conferir aqui.

A Câmara diz que atualmente possui 15 vereadores e estes, no exercício de suas funções, contam apenas com os dois veículos da frota própria da Casa. Lembra ainda que o município de Conceição do Araguaia por si só já é extenso para a realização de atendimentos de interesse dos munícipes tanto citadinos quanto camponeses e que a sede municipal está a mais de mil quilômetros da capital paraense, Belém, onde a maior parte das medidas administrativas de interesse local são tomadas.

Entre todas as aquisições, a mais branda, em termos de valor, é a de gêneros alimentícios e materiais de limpeza e expediente do legislativo. Espremidos em meio a queijo, presunto, achocolatados, sucos diversos, leite condensado, creme de leite, massa para bolos e chazinhos, estão desinfetantes, ceras, sabão e um total de 79 itens que custam “só” R$ 60 mil, segundo a descrição do processo que consta daqui. As propostas comerciais dessa compra ficaram de ser apreciadas no mesmo dia da compra dos combustíveis, ou seja, na última sexta.

Continue lendo

CAMETÁ

‘Carnaval da Bicharada’ leva consciência ecológica à folia de Cametá, no Pará

Publicado

em

Crianças andam pelas ruas de Juaba vestidas de animais — Foto: Raimundo Paccó/O Liberal Fonte: G1 Foto Reproducao

Crianças, jovens e adultos se vestem de animais para curtir a folia, passando a tradição de geração para geração e atraindo cada vez mais turistas.

‘Carnaval da Bicharada’ é atração do carnaval em Cametá, na região do Baixo-Tocantins

No carnaval de Cametá, região do Baixo-Tocantins, um dos grandes atrativos é o Cordão da Bicharada, manifestação cultural que chama a atenção pela mensagem ecológica de preservação da fauna. Crianças, jovens e adultos se vestem de animais para curtir a folia, passando a tradição de geração para geração e atraindo cada vez mais turistas.

Antes da festa na vila de Juaba, turistas são convidados a conhecer o carnaval de forma diferente: em um passeio de barco com vista privilegiada da natureza, saindo do centro de Cametá para o local onde os bichos correm soltos. São botos, macacos, preguiças e diversos outros animais que representam a fauna amazônica.

“Esse passeio tem objetivo de mostrar às pessoas que vem de fora toda a cultura de Cametá e toda essa exuberância da natureza”, comentou Toninho Castro, diretor de turismo da cidade.

Para o servidor público Cleiton Mota, o passeio traz a experiência de um “carnaval ecológico”. “Conhecer nossa fauna sem sombra de dúvida é a melhor que tem”, afirmou.

O Cordão da Bicharada é uma das mais antigas e tradicionais manifestações do carnaval de Cametá. São mais de 70 anos de um grupo que resiste ao tempo. “O motivo é a preservação da natureza, todos como seres humanos devemos preservá-la”, afirmou Elton dos Santos, coordenador do grupo. A mensagem é captada pelas crianças, que se juntam à folia com animação e consciência:

“Temos que cuidar dos animais, temos que gostar deles, para serem nossos amigos”, disse Pedro Dantas, de 9 anos.

Para o professor Relilauro Pinho, a festa é emocionante. “Estamos vendo a ecologia sendo vivenciada, isso mais que discursos evasivos, é uma lição de vida, que deve passar de geração para geração e nunca deve morrer, porque esse é nosso grande legado. Viva o carnaval, o Cordão da Bicharada e a vila de Juaba”, disse.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital