Conecte-se Conosco

PREFEITURA DE BELÉM

Prefeitura entrega benefícios a famílias atingidas pelo incêndio no bairro da Pedreira

Texto: Victor Miranda/Agência Belém

Publicado

em

“Foi um dia muito difícil, nunca tinha visto isso na minha vida. Mas hoje está tudo diferente, estou sendo auxiliada, assistida, acolhida e protegida”, disse emocionada a diarista Milena dos Santos, que teve a casa atingida pelo incêndio no bairro da Pedreira no último dia 13 de setembro.

Cerca de 30 famílias vítimas do sinistro receberam o benefício do aluguel social na tarde desta quarta-feira, 18, no local do incêndio, entregue pela Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Papa João XXIII (Funpapa). As famílias foram cadastradas para receber o aluguel social, no valor total de R$ 2 mil. O auxílio contempla as famílias que se encaixam no benefício e apresentaram todas as documentações exigidas pela Funpapa.

A entrega do auxilio contou com a presença do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, que anunciou outro benefício que irá ajudar na reconstrução das casas: o cheque moradia municipal. “Quem teve perda total vai receber o cheque moradia do município para pagar a mão de obra da reconstrução do seu imóvel”, anunciou o prefeito.

O benefício, liberado por meio da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), é destinado para pagar a mão de obra de construções. As famílias com perda total do imóvel receberão um total de R$ 5 mil, juntando com o valor do aluguel social, já quem teve perda parcial também será beneficiado pelo programa, mas com um valor diferente.

Solidariedade – O trabalho realizado pela Prefeitura de Belém em apoio às famílias atingidas pelo incêndio na passagem Benedito, na avenida Visconde de Inhaúma, e a solidariedade da população de Belém com a distribuição de doações foram destacados pelo prefeito.

“A cidade acabou se envolvendo em uma grande movimentação de solidariedade. O esforço coletivo da Defesa Civil e voluntários, Funpapa, Sesma e outras secretarias foi fundamental no trabalho”, disse.

A dona de casa Luiza de Oliveira, de 60 anos, moradora da área há 14 anos, perdeu todos os bens materiais. Ela agradeceu as doações da população. “Achei muito bonita essa solidariedade. O povo de Belém sofreu junto conosco”, afirmou, emocionada.

Atendimento – A Prefeitura, por meio de diversas secretarias, auxiliou as famílias desde o início do sinistro com diversos serviços e atendimentos, como acolhimento, assistência nas doações, cadastramento em benefícios sociais, emissão de carteira de trabalho, limpeza dos terrenos atingidos, abertura de conta, além de atendimento psicológico e social.

A força-tarefa municipal atendeu 168 pessoas, sendo 116 adultos, 34 crianças e 18 adolescentes. Durante os dias de trabalho e assistência às famílias, por dia mais de 30 voluntários civis da Defesa Civil de Belém trabalharam para ajudar as vitimas. “Os atendimentos não param por aqui. Eles continuam nos Centros de Referência de Assistência Social e na sede da Funpapa com todo o auxílio às famílias”, disse Adriana Azevedo, presidente da Funpapa

Continue lendo
Clique para comentar

PREFEITURA DE BELÉM

Prefeitura de Belém leva projeto “Oficina do Emprego” a moradores de Cotijuba

Publicado

em

Texto: Talison Lima/ Agência Belém

Em busca do primeiro emprego com carteira assinada, cerca de 80 jovens e adultos que residem na ilha de Cotijuba, no distrito de Outeiro, participaram, na manhã desta segunda-feira, 17, de mais uma edição da “Oficina do Emprego”, ofertado pela Prefeitura de Belém.

A iniciativa itinerante tem a proposta orientar e auxiliar no processo de recrutamento e seleção de profissionais para atuarem na rede de restaurantes Madero. A ação foi coordenada pelo Fundo Ver-o-Sol e o Portal do Trabalhador, da Secretaria Municipal de Economia (Secon), em parceira com a Administração Regional do Outeiro (Arout).

A estudante Dayane Souza, de 18 anos, estava atenta, ouvindo todas as orientações. “Gostei muito da palestra dos trabalhadores do Portal do Trabalhador. Aprendemos sobre como se comportar durante a entrevista de emprego e recebemos dicas sobre apresentação pessoal”, comentou.

Jhonatas Silva, de 20 anos, também compareceu à sede da Cooperativa dos Barqueiros de Cotijuba, local da atividade, para aprender. “Foram muito interessantes os assuntos abordados no treinamento. São ensinamentos que vou levar para minha vida pessoal e profissional”, falou.

Segundo Paulo Melo, intermediador do Portal do Trabalhador, o outro objetivo do evento é proporcionar desenvolvimento e capacitação para pessoas desempregadas, por meio de palestras, com dicas importantes sobre postura e condutas que contribuem positivamente na conquista da almejada vaga de trabalho.

Próxima edição – Seguindo o planejamento de ações do Portal do Trabalhador, o distrito de Icoaraci receberá mais uma edição. A palestra será nesta terça-feira, 18, das 8h às 12h, na escola Municipal Avertano Rocha, situada na travessa São Roque, s/n, entre as ruas Manoel Barata e Siqueira Mendes, em Icoaraci.

Continue lendo

PREFEITURA DE BELÉM

Prefeitura de Belém realiza curso gratuito do cuidador de idosos no Fundo Ver-o-Sol

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social - COMUS

A Prefeitura Municipal de Belém (PMB), por meio do Fundo Ver-o-Sol, vai promover a capacitação de 120 pessoas com o curso de cuidador de idosos, oferecido gratuitamente durante a manhã e à tarde. Ao todo, serão duas semanas de aulas teóricas e duas aulas práticas, ministradas na sede do Fundo Ver-o-Sol, com o objetivo de promover a qualificação dos cuidadores para o mercado de trabalho.

Em 2019, seis mil pessoas foram capacitadas pelos cursos da PMB, e somente em janeiro de 2020, mais de 600 pessoas já foram capacitadas. O Fundo Ver-o-Sol oferece cursos semanais gratuitos para a população. Os interessados devem ir até o prédio que fica localizado na avenida Cipriano Santos, bairro de São Brás, com o RG, CPF e comprovante de residência.

Por: Andrey Araújo

Continue lendo

PREFEITURA DE BELÉM

Prefeitura de Belém e Hospital Sírio-Libanês assinam termo de cooperação técnica

Publicado

em

Coordenadoria de Comunicação Social - COMUS

Na manhã desta segunda-feira, 17, a Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), em parceria com o hospital Sírio-Libanês, de São Paulo (SP), lançou o Lean nas Emergências, projeto do Ministério da Saúde (MS), que promove melhorias no atendimento hospitalar de urgências e emergências dentro do contexto do sistema público de saúde.

O projeto foi oficializado com a assinatura do termo de cooperação técnica entre os hospitais Mário Pinotti (PSM da 14 de Março) e Sírio-Libanês. O prazo da cooperação é de um ano e meio. O lançamento em Belém foi realizado no auditório do Hospital Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti, com a presença do prefeito Zenaldo Coutinho; do secretário municipal de Saúde, Sérgio Amorim; do diretor do HPSM, Sandro Aflalo e de representantes do hospital Sírio-Libanês, Nicolas Silva e Marcus Melo, além de equipes do HPSM e da Sesma.

O projeto tem a previsão oficinas destinadas aos servidores a cada 15 dias. Na programação desta segunda e terça-feira, 18, constam temas como Diagnóstico de Demanda e Capacidade, Documentação e Revisão dos Planos de Ação, Alinhamento de Indicadores do Projeto, dentre outras.

Mário Pinotti – Como previsto no projeto do Ministério da Saúde e sob a experiência do hospital paulistano, a Prefeitura de Belém pretende reduzir a superlotação e o tempo de internação no PSM da 14 de Março, além de replicar o modelo de gestão à rede de saúde.

O projeto já foi implantado em alguns hospitais do Brasil e do mundo e objetiva o aprimoramento da gestão avançada em serviços de Urgência e Emergência. Visa ainda diminuir, por meio de metodologias, técnicas e estratégias, o tempo de permanência do usuário no hospital, reduzindo as filas de espera, melhorando o fluxo interno, diminuindo os custos e a superlotação.

Lean – O Lean nas Emergências foi lançado em 2017, em São Paulo, e conta com a parceria do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipal de Saúde (CONASEMS). Atualmente, 97 hospitais, em todo Brasil, participam do Lean nas Emergências.

Os médicos Marcus Melo e Nicolas Silva, do Sírio-Libanês e também representantes do Ministério da Saúde, detalharam o projeto Lean Emergências para o prefeito Zenaldo Coutinho, corpo técnico do HPSM Mário Pinotti e equipe técnica da Sesma. “O projeto é uma iniciativa do Ministério da Saúde, por meio do programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde, que visa reduzir a superlotação no serviço de urgência vinculado ao Sistema Único de Saúde. Em Belém, os trabalhos se iniciam nesta segunda-feira e terão a duração de seis meses de visitas de intervenção e mais um ano de acompanhamento do projeto”, explicou Nicolas Silva.

Cenário e envolvimento – Na visão do prefeito Zenaldo Coutinho, a execução do projeto do Ministério da Saúde encontra uma rede municipal estruturada, o que possibilitará melhores resultados. “Esse momento para nós, há alguns anos atrás, talvez, fosse impensável. Quem se lembra da verdadeira situação de guerra e vivenciava, na urgência e emergência de Belém. Existia uma grande tensão entre os profissionais”, afirmou Zenaldo, no início de seu discurso.

Ele se lembrou da mudança de cenário. “Para chegarmos até aqui, houve um esforço absolutamente coletivo, com profissionais atuando na ponta, aprimorando modelos, protocolos, com a Sesma se envolvendo de maneira sistêmica, com a gestão transformando discurso em, verdadeiramente, recurso. Lembrar que, anteriormente, era destinado 17% de recursos para saúde dentro do orçamento municipal, mas que nos últimos anos destinamos entre22 e 24%”, afirmou em outro trecho.

“Mas a simples destinação de dinheiro não encontraria eco em resultados, se não tivesse o compromisso real e verdadeiro dos profissionais da área de saúde. Portanto, vivermos este momento, agora, certamente é resultado de um grande aprimoramento”, finalizou o prefeito, que ressaltou as melhorias na rede de saúde em face das inaugurações e das reformas de unidades de saúde, como dos HPSM Mário Pinotti e Humberto Maradei.

Nova realidade – O secretário Sérgio de Amorim, titular da Sesma, aposta numa nova realidade. “É uma alegria essa assinatura, pois é uma oportunidade de oferecermos um serviço de mais qualidade do que já é oferecido, atualmente. É a oportunidade de corrigirmos as nossas falhas e implantarmos novos protocolos e novas rotinas. Com isso, teremos um novo padrão de atendimento no nosso pronto-socorro e, quem sabe, partiremos com o projeto para outras unidades da nossa rede”, avaliou.

“É um marco realmente para nós, para o Pronto Socorro e para a Prefeitura. É a busca para melhoria e o aprimoramento de nossos serviços. No ano do centenário, estamos aqui, buscando melhorar o atendimento, o tempo de atendimento ao usuário. Todos nós, do porteiro ao médico, somos importante nesse processo”, disse Márcia Dias, técnica em planejamento do Pronto-Socorro.

Para o médico Raimundo Áreas, de 56 anos, há dois anos à frente do Centro de Estudos do HPSM Mário Pinotti, o projeto do Ministério da Saúde, trata-se de um privilégio e oportunidade únicos. “Para que se possa caminhar para uma organização de serviços, uma filosofia que venha ao encontro das necessidades dos nossos usuários, que precisam de prontidão, de recursos articulados, de maneira que vá trazer uma melhoria na atenção prestada aos usuários”, destacou.

“Para os profissionais da área da enfermagem e para o hospital como um todo, estamos numa grande expectativa de aderir a esse projeto, uma vez que, vamos fazer cem anos este ano. O projeto vai melhorar nosso atendimento, levando qualidade de atendimento ao usuário, diminuindo o tempo de espera e otimizando os recursos que nós temos”, avaliou a enfermeira Francilene Fonseca, coordenadora de Enfermagem do HPSM.

Por: Sérgio Chêne

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital