Conecte-se Conosco

TECNOLOGIA

PS5 tem detalhes revelados pela Sony; Confira o que mudou

Publicado

em

(Fonte: Chris Ratcliffe/Divulgação Foto: Reprodução

A próxima geração de consoles está para chegar e as gigantes deste mercado, especialmente a Sony, já estão nos toques finais para a grande estreia. Felizmente, Peter Rubin do WIRED teve a oportunidade de experimentar um protótipo e descreveu em detalhes sua experiência com o PlayStation 5.

Por falar no nome, não há grandes novidades. Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, revelou — mas não surpreendeu — que o console da nova geração se chamará mesmo PlayStation 5. Não foge do padrão da Sony para a nomenclaturas dos seus produtos, mas o CEO diz estar aliviado por finalmente confirmá-lo.

Ao longo do ano, várias notícias foram publicadas sobre a nova geração de consoles; entretanto, nenhuma dessas informações veio pela Sony, que se ausentou de eventos grandes, como a E3 e, consequentemente, deu espaço para a Microsoft apresentar suas ideias para o próximo console.

Peter Rubin confirmou que o protótipo da Sony contava com hardware especulado nos meses anteriores: CPU e GPU baseados na linha Ryzen e Navi (AMD), respectivamente e um SSD substituindo o HDD, grande destaque para a próxima geração. Ademais, o visual também era semelhante ao flagrado na patente brasileira.

Mark Cerny, designer do sistema, pontuou sobre a capacidade de renderização em Ray-tracing e tranquiliza ao confirmar que há hardware específico para a tarefa, portanto, não contará apenas com software. Isso significa que o preço do produto pode ser ligeiramente maior, mas a performance não terá impacto considerável se bem otimizado.

(Fonte: Divulgação)

SSD não só para acelerar o “loading”

Pode parecer que não faz grande diferença, mas Cerny defende a troca do HDD pelo SSD por razões além da minimização da tela de carregamento. Segundo o designer, toda a experiência com o console mudará com o novo armazenamento.

Dados serão otimizados e isso reduzirá significativamente o tempo de instalação de jogos e como isso será feito. “Ao invés de tratar games como enormes blocos de informações, estamos refinando o acesso aos dados.”, disse Cerny. Portanto, games poderiam ser instalados em seções, ou seja, a campanha poderia ser instalada sem exigir também a instalação de modos multiplayer e vice-versa.

A interface e menu principal também se beneficiarão com a velocidade do SSD. Visualizar partidas de amigos, troféus e missões poderão ser demonstradas e oferecidas diretamente da interface, sem a necessidade de abrir o game.

O DualShock 5

Peter Rubin se decepcionou por utilizar um protótipo extremamente semelhante ao DualShock 4, da atual geração. Por outro lado, ele pontua que há um pequeno buraco no controle que supostamente servirá para um microfone. Ao questionar Cerny sobre a mudança, o designer diz: “Conversaremos sobre isso depois.”. Então não sabemos a razão oficial da existência do orifício.

Mas há surpresas para o controle, o designer revela que os gatilhos terão resistência ajustada de acordo com condições do game, facilitando a imersão ao diferenciar tiros de espingarda de um arco e flecha no momento que se aperta o botão. A vibração do controle também recebeu mudanças. Peter destaca que os motores são mais precisos e conseguem facilmente passar sensações táteis distintas.

“Eu andei com o personagem em diferentes superfícies em um jogo de plataforma e pude diferenciar todas elas.”, afirma Peter Rubin, que confessa estar muito surpreso com a imersão.” No gelo, a alta frequência na resposta me fez sentir estar realmente escorregando. Numa ponte de madeira, fui tomado por uma sensação de fragilidade.”, completa.

(Fonte: Divulgação/Sony)

A diferença também estava evidente durante uma demonstração de Gran Turismo Sport. Rubin destaca que diferentes superfícies da pista eram facilmente identificáveis e se distinguiam muito do que é proporcionado pelo DualShock 4 — que até mesmo não reagia a certas condições da corrida.

Taoshi Aoki, gerente de produto da marca, revela que a equipe de desenvolvimento do controle estava trabalhando nos novos sensores desde o DualShock 4 e que discutiram lançar a ferramenta junto com o PlayStation 4 Pro; mas temendo uma reação negativa da comunidade, a equipe optou por postergar o lançamento para a próxima geração.

Ademais, o protótipo do DualShock 5 conta com conexão USB-C e uma bateria com maior duração, ainda sem detalhes. Peter diz que o controle parecia mais pesado que o anterior. Aoki, então, afirmou que o DualShock oficial seria mais leve que um controle de Xbox One com baterias.

Mistérios ainda pendentes
Há dúvidas na comunidade ainda não respondidas pela Sony, tais como quão grande será o SSD, como o Ray-tracing será aplicado e como o SSD poderá otimizar a jogabilidade dos títulos do console. No momento da experimentação, Peter não foi respondido em nenhuma dessas perguntas.

Não se sabe se tais ferramentas ainda não estão prontas ou se ficou a cargo das desenvolvedoras escolher qual melhor caminho seguir. Ainda a um ano de distância do lançamento da próxima geração, devemos apenas somar essas informações ao que sabemos até agora sobre o PS5.

TECNOLOGIA

Mi Note 10 chega ao Brasil numa parceria da Xiaomi com a Vivo; saiba preço

Publicado

em

Mi Note 10: cinco sensores na traseira do smartphone — Foto: Divulgação/Xiaomi Fonte: techtudo

Smartphone da Xiaomi tem câmera com sensor de 108 MP e processador Snapdragon 730G.

Mais um reforço para o portfólio da Xiaomi no Brasil: a empresa anuncia a chegada oficial do Mi Note 10, celular que se destaca pelo conjunto de câmeras com sensor de até 108 MP – criado em parceria com a Samsung. O smartphone chega ao mercado doméstico em 18 de dezembro, quando passa a ser vendido em parceria com a Vivo pelo preço sugerido de R$ 4.499 no plano Vivo Família 60 GB, cuja mensalidade custa mais R$ 320. Há aparelhos nas cores preto, branco e verde.

Para início de conversa, é importante dizer que o Mi Note 10 não faz frente a outros smartphones da classe mais elevada, como Galaxy Note 10 e OnePlus 7 Pro, uma vez que fica devendo um processador de altíssimo desempenho. Marca presença o Snapdragon 730G (Qualcomm), o que faria do modelo um intermediário.

A tela OLED de 6,47 polegadas traz recorte para alojar a câmera de selfies (32 MP) e também leitor integrado de impressões digitais.

São cinco câmeras na parte traseira:

  • Grande angular de 108 MP (f/1.69)
  • Ultra wide de 20 MP (f/2.2)
  • Teleobjetiva 2x de 12 MP (f/2.0)
  • Teleobjetiva 5x de 5 MP (f/2.0)
  • Macro de 2 MP
Diferentes lentes do Mi Note 10 criam a impressão de que o trem está se movendo em direção à modelo — Foto: Divulgação/Xiaomi
Diferentes lentes do Mi Note 10 criam a impressão de que o trem está se movendo em direção à modelo — Foto: Divulgação/Xiaomi

A ficha técnica fica completa com a memória RAM de 6 GB e o armazenamento de 128 GB. Também menciona bateria de 5.260 mAh com recarga rápida e carregador de 30W, porta USB-C e saída analógica de áudio (no padrão P2).

Assim como em outros lançamentos deste ano, o equipamento é vendido na China com outro nome: Mi CC9 Pro.

Vale lembrar que a Xiaomi se tornou o principal alvo de contrabandistas, que oferecem aparelhos da marca em sites de compra/venda. São equipamentos sem nota fiscal, sem garantia e sem a certeza de que funcionam no 4G de 700 MHz. Por isso mesmo, são mais baratos.

Continue lendo

TECNOLOGIA

Saiba quais sistemas operacionais serão abandonados pelo WhatsApp

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Reuters

O WhatsApp revelou em sua página de apoio ao cliente que o app de mensagens deixará de funcionar em alguns sistemas operacionais neste início de 2020.

Quem (ainda) tenha um dispositivo com Windows Phone deixará de conseguir encontrar o WhatsApp a partir de 31 de dezembro em todas as versões do sistema operacional. Quanto a outros sistemas, segundo o Mirror, o WhatsApp deixará de ser suportado no Android 2.3.7 e iOS 8 (e versões anteriores) a partir do dia 31 de janeiro.

A decisão do WhatsApp em abandonar determinadas versões de sistemas operacionais está relacionada com a taxa de utilização dos mesmos, com a empresa preferindo concentrar recursos nas versões mais utilizadas.

Continue lendo

TECNOLOGIA

BMW e Hyundai foram alvo de ataque e tentativa de invasão

Os responsáveis foram identificados como pertencentes ao grupo vietnamita OceanLotus

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Notícias ao Minuto

A BMW e a Hyundai foram alvo de um ataque de hackers pertencentes ao grupo vienamita OceanLotus com o objetivo de tentar reunir dados e informações comerciais. Ao que tudo indica teria sido apenas isso mesmo, uma tentativa e não passou disso.

Nem a Hyundai nem a BMW comentaram o caso específico, onde apenas indicaram que estão equipadas de “estruturas e processos” para limitar o acesso exterior. Um especialista em segurança (anônimo) teria apontado que não houve roubo de dados sensíveis no caso da fabricante alemã, informou o Engadget.

Segundo o Engadget, este ataque aconteceu em uma ocasião em que o Vietnã se encontra colaborando com a BMW como fornecedora, com muitos a apontarem que o grupo OceanLotus teria agido com apoio do governo do país de modo a deixar de depender da colaboração com a empresa e acelerar o lançamento da sua própria fabricante.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital