Conecte-se Conosco

Sem categoria

PT em Marabá diz “não” a Helder Barbalho

Publicado

em

Por Blog do João Carlos 

A decisão da Executiva Estadual do PT, de apoiar o nome de Helder Barbalho (MDB) no segundo turno das eleições, continua rendendo insatisfação dentro do partido. Na manhã desta sexta-feira (12), Dia da Criança, o Diretório Municipal de Marabá emitiu nota na qual “recomenda ao Diretório Estadual rever sua posição” e “indica que libere os filiados sem indicação de apoio na disputa do Governo do Estado”. Ou seja, que cada um vote no candidato que melhor lhe convier. A nota destaca que a manifestação foi decidida democraticamente em votação da qual participaram os dirigentes da Executiva Municipal com a maioria apoiando à tomada de posição por 6 votos a 3.
A nota explica os motivos pelos quais o PT marabaense se manifestou contrariamente à decisão tomada em Belém: diz que quando, em 2014, Dilma Rousseff foi eleita para o segundo mandato o País registrava taxa de 4,3% de desemprego e lembra que, ao final de 2017, mais de um ano após o imtpeachmen, esse índice já era de 12,9%, três vezes mais, portanto. E responsabiliza o governo Temer, do mesmo partido de Helder, por essa “política de terra arrasada”.
Nota destaca a situação do  País no governo do MDB
Diz ainda o PT local em sua manifestação quem esse quadro resulta das medidas adotadas pelo governo Temer: “O congelamento dos investimentos públicos por 20 anos e a reforma trabalhista travaram o País. A estagnação da economia promovida pela política de cortes de investimentos públicos cujo maior símbolo é a Emenda 95 do teto dos gastos, derivada da ‘PEC da Morte’ sobre os direitos dos trabalhadores, patrocinada pela reforma trabalhista que só aumentou o desemprego no País, o que reflete uma total responsabilidade do Governo Michel Temer, representado no Pará por Helder Barbalho – ex-Ministro da Integração Nacional”.
Assinam a nota: o vereador Marcelo Alves dos Santos; presidente da Executiva Municipal; Ademir Martins dos Reis, vice-presidente; Luiz Carlos Pies, secretário de Organização; Dariane Cardoso Souza, secretária de Formação Política; Jovelina Souza Barros, secretária de Mulheres.
LEIA ABAIXO A NOTA NA ÍNTEGRA
Partido dos Trabalhadores
Diretório Municipal de Marabá
NOTA DA EXECUTIVA MUNICIPAL DE MARABÁ
A comissão Executiva do Partido dos Trabalhadores, Diretório Municipal de Marabá, por 6 votos a 3, vem a público se manifestar sobre a decisão da Executiva Estadual (Pará) que decidiu por sua maioria apoiar o candidato Helder Barbalho (MDB), no segundo turno das eleições 2018 no Estado do Pará.
DA MOTIVAÇÃO
No final de 2014, quando Dilma Rousseff conquistou nas urnas seu segundo mandato, o Brasil registrava 4,3% de desemprego.
Ao final de 2017, o contingente dos que procuravam trabalho havia triplicado: 12,9%, segundo dados do relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) com base em informações da Organização Internacional do Trabalho (OIT).
TERRA ARRASADA
As informações do Pnud, compiladas pelo jornal Valor , são eloquentes em demonstrar a política de terra arrasada desencadeada por Temer e seus aliados (Helder Barbalho) a partir do golpe de 2016.
Esse quadro é fruto das medidas adotadas pelo atual governo. O congelamento dos investimentos públicos por 20 anos e a reforma trabalhista travaram o País.  ARROCHO E
EXTINÇÃO DE DIREITOS
A estagnação da economia promovida pela política de cortes de investimentos públicos cujo maior símbolo é a Emenda 95 do teto dos gastos, derivada da “PEC da Morte” sobre os direitos dos trabalhadores patrocinada pela reforma trabalhista que só aumentou o desemprego no País, o que reflete uma total responsabilidade do Governo Michel Temer representado no Pará por Helder Barbalho ex-Ministro da Integração Nacional.
DA ORIENTAÇÃO DA EXECUTIVA MUNICIPAL 
A Executiva Municipal do Partido dos Trabalhadores de Marabá, em sua maioria, recomenda ao Diretório Estadual rever sua posição de se manifestar em apoio à candidatura de Helder Barbalho ao Governo do Pará. E Indica que Libere os Filiados Sem Indicação de Apoio na disputa do Governo do Estado.
TAREFA PRINCIPAL PARA O SEGUNDO TURNO
O momento político é decisivo e exige o empenho dos democratas, não podemos permitir o processo de autoritarismo disfarçado de democracia. Quem tem responsabilidade tem que vir para dentro da proposta democrática e popular.
Defendemos a união para defender as liberdades no País. Essa luta pela democracia está a exigir dos democratas um posicionamento, para que possamos defender a nossa jovem democracia, que só tem trinta anos.
É preciso seguir na luta sem medo, temos que fazer o enfrentamento político, nós somos o lado que defende a democracia e isso não é algo abstrato.
Queremos um Brasil que não tenha fome e que as pessoas tenham oportunidades de educação emprego e renda. Isso é democracia concreta, por isso precisamos eleger Fernando Haddad, Presidente do Brasil.
ASSINAM ESTA NOTA
Marcelo Alves dos Santos – Presidente Municipal e Líder da Bancada na CMM
Ademir Martins dos Reis – Vice Presidente.
Luiz Carlos Pies – Secretário de Organização.
Cidiléia Lima dos Santos – Secretaria de Finanças e Planejamento.
Dariane Cardoso Souza – Secretaria de Formação Política.
MARA Jovelina Rosa Sousa barros – Secretaria de Mulheres.
Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual