Conecte-se Conosco

Emprego e Renda

Quebradeiras de Coco Babaçu se reúnem em São Domingos do Araguaia (PA)

Publicado

em

Pela primeira vez em terras paraenses, o VIII Encontrão das Quebradeiras de Coco Babaçu foi realizado entre a  quinta-feira (7) e dia  o sábado (9), no município de São Domingos do Araguaia, no Pará.

Cerca de 300 quebradeiras de coco babaçu dos estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Pará, além de organizações e movimentos sociais parceiras do MIQCB participam do evento, cujo tema é “Mulheres quebradeiras de coco: Resistência nos babaçuais”.

Entre os temas abordados no evento estão: o desafio do acesso livre ao território onde estão os babaçuais; a queima das florestas do coco babaçu e das pindovas (palmeiras jovens de babaçu); as violências físicas e psicológicas sofridas pelas quebradeiras de coco babaçu.

Durante os três dias de programação, além da eleição para a coordenação geral do MIQCB e confirmação das coordenadoras regionais (eleitas ao longo da realização dos Encontrinhos), será definido o Planejamento Estratégico do movimento para os próximos cinco anos e apresentado o seu novo Estatuto.

Preparação

Em novembro de 2018 começaram a ser realizados os “encontrinhos” nas seis Regionais do MIQCB nos estados do Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins. Durante as atividades foram trabalhados três eixos estratégicos para o movimento: acesso livre ao território e babaçu; educação contextualizada; e acesso ao conhecimento e economia solidária.

As dificuldades e oportunidades levantadas ao longo dos “encontrinhos” serão consolidadas no Planejamento Estratégico.

O Encontrão é realizado pelo MIQCB, e conta com o apoio da União Europeia, Fundação Ford, ActionAid, DGM Brasil, e ASW.

Fonte: CPT
Com informações do MIQCB

Continue lendo
Clique para comentar

Emprego e Renda

Onze concursos públicos estão abertos em todo o Brasil, com com quase 4 mil vagas e salário de até R$ 30 mil

Publicado

em

Inscrições estão abertas com a oferta de 3.975 vagas. Os salários variam entre R$ 981 e R$ 30.404,41 

Divulgação/Prefeitura de Cuiabá

Sedestmidh

Inscrições: até 8 de fevereiro

Vagas: 1.884

Remuneração: R$ 2.600 e R$ 3.599,70

Confira mais sobre o concurso

TJDFT

Inscrições: até 26 de fevereiro

Vagas: 4

Remuneração: R$ 12.455,30

Confira mais sobre o concurso

SLU

Inscrições: a partir de 11 de março até 1º de abril

Vagas: 150

Remuneração: $ 5.070

Confira mais sobre o concurso

Marinha

Inscrições: até 13 de fevereiro

Vagas: 1.000

Remuneração: R$ 981 a R$ 1.950

Confira mais sobre o concurso

Aeronáutica I

Inscrições: até 19 de março

Vagas: 227

Remuneração: R$3.825

Confira mais sobre o concurso

Aeronáutica II

Inscrições: até 20 de fevereiro

Vagas: 55

Remuneração: R$ 7.490 e R$ 8.245

Confira mais sobre o concurso

Câmara de São Luis/ MA

Inscrições: até 6 de fevereiro

Vagas: 348

Remuneração: R$ 1.251,73 e R$ 2.565,05

Confira mais sobre o concurso

Conrerp/ SP

Inscrições: até 7 de março

Vagas: 92

Remuneração: R$ 1.200 e R$ 2.350

Confira mais sobre o concurso

DPE/ RJ

Inscrições: até 6 de março

Vagas: 27

Remuneração: R$ 3.206,47 e R$ 3.949,47

Confira mais sobre o concurso

PCES

Inscrições: até 11 de fevereiro

Vagas: 173

Remuneração: R$ 3.622,08 e R$ 5.103,84

Confira mais sobre o concurso

TJAC

Inscrições: até 13 de fevereiro

Vagas: 15

Remuneração: R$ 30.404,41

Concorra!

Concursos públicos abertos oferecem mais de 2 mil vagas

São 2.095 chances e salários que chegam a R$ 30.404,41

Mariana Fernandes

TJDFT 

São quatro vagas para provimento ou remoção na atividade extrajudicial de notas e de registro. As inscrições devem ser realizadas até 26 de fevereiro. Para participar, é necessário que o candidato tenha diploma registrado em direito, ou ter exercido, por dez anos, função em serviços notariais ou de registros. Saiba mais aqui! 
 
SLU 
Inscrições de 11 de março até 1º de abril no site www.cespe.unb.br/concursos/. Concurso com 150 vagas com cadastro reserva para analista de gestão de resíduos sólidos. Salários: R$ 5.070. Taxa: R$ 65. Saiba mais aqui! 
Marinha
São 1.000 vagas para admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) em 2020. Os aprendizes terão ajuda de custo no valor de R$ 981 e durante o curso de formação este valor aumentará para R$ 1.179,72. Após o curso, os marinheiros terão soldo de R$ 1.950. As inscrições seguem até 13 de fevereiro. A taxa custa R$ 42. É necessário nível médio para concorrer. Saiba mais aqui!
Aeronáutica I
São 227 vagas para ingresso no exame de admissão ao curso de formação de sargentos para o primeiro semestre de 2020. Desse total de vagas, 134 são para ambos os sexos e o restante apenas para homens. Há chances para as áreas de mecânica de aeronaves, material bélico, guarda e segurança, equipamento de voo e controle de tráfego aéreo. As inscrições podem ser feitas até 19 de março. Saiba mais aqui! 
Aeronáutica II
São 55 vagas para admissão de candidatos de nível superior. Ao todo, são contempladas 28 profissões. Há chances para homens e mulheres. As inscrições estarão disponíveis até 20 de fevereiro. A taxa de inscrição é de R$ 130. Saiba mais aqui! 
 
Funcern

São 200 vagas para contratação por tempo determinado de técnicos da área de ciências agrárias e alfabetizadores. A remuneração mensal é de R$ 676. As inscrições estarão disponíveis até 15 do mesmo mês. Os inscritos deverão se inscrever presencialmente, nas cidades de Natal, João Câmara ou Mossoró. Saiba mais aqui!

Confira mais vagas abertas:

 
 
 
DPE/ RJ – 27 vagas

 

 

Prefeitura de São Paulo anuncia concurso público na área da saúde

Victória Olímpio*

Divulgação/Prefeitura de Suzano

Prefeitura de São Paulo divulgou o edital do concurso público para área da saúde. A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Fundação VUNESP é a responsável pela realização do concurso. 

 

São ofertadas 32 vagas para profissionais de todos os níveis de ensino. Para os candidatos com deficiência, estarão reservadas 10% das vagas. De acordo com o edital, os aprovados irão exercer jornadas de trabalho variando de 20 a 40 horas semanais. As remunerações irão variar entre R$ 1.908,16 a R$ 8.427,36, além do acréscimo de auxílio alimentação, cesta básica e vale transporte.

 

Os candidatos podem optar entre os cargos de oficial de controle de animais, agente de zoonoses, agente fiscal sanitário, auxiliar de saúde bucal, técnico – enfermagem, farmácia e laboratório, assistente social, biólogo, biomédico, cirurgião dentista, enfermeiro, enfermeiro plantonista, engenheiro sanitarista, farmacêutico, fonoaudiólogo, médio – cardiologista, cirurgião geral, cirurgião geral plantonista, clinico geral, clinico geral plantonista, dermatologista, do trabalho, ginecologista, neurologista, oftalmologista, pediatra, pediatra plantonista, pneumologista, psiquiatra, psiquiatra infantil e urologista, nutricionista, psicólogo e terapeuta ocupacional.

 

As inscrições deverão ser realizadas pelo site da organizadora, até 1º de março. Para os cargos de nível fundamental a taxa de inscrição será de R$ 37,50 e para médio R$ 48,50. Já para os candidatos de ensino superior a taxa a ser paga é de R$ 81. Estarão isentos candidatos desempregados, que recebam até um salário mínimo mensal e seja doador de sangue no município de Suzano.

 

A seleção para todos os cargos será realizada por prova objetiva, que ocorrerá na data provável de 5 de maio, na cidade de Suzano – São Paulo. Para todos os cargos haverá disciplinas de língua portuguesa, matemática, legislação municipal e conhecimentos específicos. Para os cargos de nível superior e alguns de nível médio também haverá disciplina de política de saúde.

 

 


Continue lendo

Emprego e Renda

Prova do Detran é anulada e fraudadoras são presas

Publicado

em

A Polícia Civil do Pará autuou em flagrante, no domingo (10), quatro mulheres por envolvimento em esquemas de fraude durante o concurso público

A Secretaria de Administração do Estado Sead) informa o cancelamento das provas de Conhecimento apenas para o cargo de agente de Educação de Trânsito do Concurso Público C- 177 DETRAN, aplicadas pela Fadesp, organizadora do certame.
A Sead lamenta o transtorno que isto causará aos candidatos que fizeram as provas neste domingo (10).
A Sead informa ainda que junto com a Polícia Cívil está apurando o fato de envelopes contendo as provas não terem sido abertos na presença dos candidatos em um dos locais de prova, porém, tal ocorrência prejudica a transparência e a lisura do concurso que devem ser preservadas no interesse público.
Ressalta que Fadesp já foi responsabilizada pelo fato e que um novo cronograma será divulgado até a sexta feira dia 15, para realização de novas provas. E ainda que as provas no turno da tarde para agente de fiscalização, ocorrem normalmente.

Polícia Civil prende quatro mulheres por fraude no concurso do Detran

 A Polícia Civil do Pará autuou em flagrante, no domingo (10), quatro mulheres por envolvimento em esquemas de fraude durante o concurso público para agente de fiscalização de Trânsito, do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA). Duas delas, Luna Bianca da Vera Cruz Nascimento e Dalilla Taiany Carvalho Coelho, foram flagradas com telefones celulares escondidos na roupa durante as provas. A outra presa, Graziela Quaresma Mendes, fez prova com documento falso em nome de uma candidata regularmente inscrita no certame. A outra acusada é Katia Chagas Neves, que foi flagrada por fiscais de sala com uma “cola eletrônica”. Os procedimentos após os flagrantes foram realizados na Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE).

Policiais civis que integram uma Força-Tarefa do Núcleo de Inteligência Policial (NIP) conduziu as acusadas para a DIOE. Conforme o delegado Aurélio Paiva, as mulheres foram flagradas durante a realização do certame e presas assim que saíram das salas onde faziam as provas. Elas estavam em quatro locais diferentes na capital paraense.

Grasiele Mendes foi flagrada enquanto realizava as provas se passando por outra candidata. Ela estava com uma Carteira de Habilitação falsa em nome de uma candidata regularmente inscrita no concurso. Já as candidatas Dalilla e Luna foram pegas com dois pequenos telefones celulares escondidos em suas roupas. Os aparelhos funcionavam como receptores dos gabaritos das provas por meio de vibração, o que configura crime.

No momento em que os policiais civis abordaram a candidata Luna Bianca, do lado de fora do local de prova, uma pessoa que a aguardava fugiu em uma motocicleta.

A outra candidata presa, Kátia Neves, foi flagrada com um equipamento que funcionava como “cola eletrônica”. Segundo o delegado, o aparelho era formado por um cartão eletrônico e um fone de escuta, pelos quais, as respostas do gabarito eram repassadas por outra pessoa.

Todas quatro foram autuadas pelos crimes de fraude em certame de interesse público (artigo 311-A, inciso I, parágrafo II) e associação criminosa (artigo 288), do Código Penal. No caso da presa Grasiele, ela vai responder também por falsidade ideológica (artigo 299 do Código Penal) por ter se passado por outra pessoa. As investigações continuam, para identificar e prender outras pessoas envolvidas no crime. As presas estão recolhidas e passarão por audiência de custódia na Justiça.

Por Walrimar Santos

Continue lendo

Emprego e Renda

Sead nega corte no salário dos servidores do Estado

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração informa que vem estudando medidas para equilibrar os gastos públicos, no que diz respeito às despesas com pessoal do Poder Executivo, mas em nenhum momento foi solicitada junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) autorização para corte de salários de servidores públicos.

Dentre as medidas que já vêm sendo adotadas está a solicitação de que os servidores do Estado cedidos para órgãos de outros poderes possam retornar ao seu local de origem, a fim de reduzir a contratação de servidores temporários. Além disso, o decreto de contenção de despesas publicado pelo Governo do Estado já determinou a redução de ocorrências de horas extras e do número de DAS, medidas que já impactam na despesa com pessoal.

“Estamos tentando aumentar a Receita Corrente Líquida e, ocorrendo isso, automaticamente já se melhora a questão. Em nenhum momento foi pensado em corte de salários de servidores”, afirma a secretária de Estado de Planejamento e Administração, Hanna Ghassan.

Por Luciana Benicio/ Agência Pará

LEIA A ÍNTEGRA DA MATÉRIA DA FOLHA DE S. PAULO SOBRE O ASUNTO:

A íntegra da matéria da jornalista Flávia Lima, que saiu na Folha de SP, início da tarde, que divulguei na Fanpage do Programa Focando em Concursos, Empregos, Estágios e Empreendedorismo, está em seguida:

RJ, MG, RS, GO, PR, CE, AL, MS e PA assinam documento conjunto; SP apoia, mas não teve tempo de aderir

Flavia Lima

SÃO PAULO

Em carta ao presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, os secretários de Fazenda do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Paraná, Ceará, Pará, Alagoas e Mato Grosso do Sul pedem ao Supremo que restabeleça a medida que prevê a possibilidade de redução da jornada de trabalho dos servidores públicos com o correspondente corte dos vencimentos em caso de frustração de receitas.
O grupo pede ainda que volte a valer a medida que, também em cenário de perda de receitas, permite que o Executivo ajuste os limites financeiros dos demais Poderes e do Ministério Público nos casos em que os não o façam.
A Folha apurou que Henrique Meirelles, secretário da Fazenda e do Planejamento de São Paulo, se dispôs a assinar o documento, pois apoia o seu conteúdo, mas não teria dado tempo de submetê-lo à procuradoria do estado.

A carta foi entregue na segunda-feira (4) pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e sua secretária da Fazenda, Cristiane Alkmin Schmidt, ao ministro Dias Toffoli.
Os dispositivos previstos na LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) estão suspensos por medida cautelar. Mas o assunto voltará à pauta do STF em 27 de fevereiro, quando o Supremo deve julgar a ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) 2238 — que se coloca contra os dispositivos em questão.
Alguns governadores chegaram a apoiar publicamente a revisão da cautelar, mas não em documento, como ocorreu nesta semana.
Embora impopular, a possibilidade de cortar salários e reduzir carga horária de servidores é cada vez mais cara aos estados, que veem na medida um meio de reajustar as suas contas, bastante pressionadas pelos gastos com pessoal ativo e inativo.
Na carta, os secretários afirmam que as medidas hoje suspensas “trazem importantes instrumentos de ajuste fiscal para os estados.”
“Desta forma esperamos e confiamos que essa Egrégia Corte, em seu papel de guardião da ordem constitucional, assegurará a plena eficácia da Lei de Responsabilidade Fiscal, que se trata de um importante marco no controle dos gastos públicos”, afirma o grupo.
A carta é assinada por Cristiane Alkmin Schmidt, secretária da Fazenda de Goiás, Gustavo de Oliveira Barbosa, de Minas Gerais, Marco Aurelio Santos Cardoso, do Rio Grande do Sul, Fernanda Pacobahyba, do Ceará, René de Oliveira e Sousa Júnior, do Pará, George Santoro, de Alagoas e Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, do Rio de Janeiro, Felipe Ribeiro, do Mato Grosso do Sul e Rene Garcia Jr., do Paraná.”

De acordo com a matéria o titular da SEFA do PARÁ assinou a Carta dirigida ao presidente do STF.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques