Conecte-se Conosco

Esportes

Recebido por torcedores em aeroporto, River está em Madri para final com o Boca

Publicado

em

Foto: Reprodução

Festejado por um grupo de cerca de 20 torcedores que o aguardavam no aeroporto de Madri, o time do River Plate desembarcou na capital espanhola nas primeiras horas desta quinta-feira visando o jogo de volta da final da Copa Libertadores, neste domingo, contra o Boca Juniors, às 17h30 (de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu.

A equipe está hospedada no hotel onde se concentra para a decisão e fará o seu primeiro treino em solo espanhol nesta tarde, às 15 horas (de Brasília), no CT do Real Madrid. Já na manhã desta quinta, a equipe do Boca treinou em um dos campos do CT da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), em Las Rozas, depois de ter desembarcado na Espanha na última quarta.

Na chegada em Madri, Leonardo Ponzio, meio-campista e capitão do River Plate, lamentou o fato de que o seu time não poderá atuar no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, após o confronto de volta da decisão, marcado para ocorrer no dia 24 de novembro, ter sido adiado por causa dos ataques de alguns torcedores da equipe ao ônibus do Boca Juniors, nas imediações do estádio.

Após seguidos adiamentos, a Conmebol optou por não realizar o confronto na capital argentina e o levou para Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, fato que impedirá a presença no estádio da maioria dos torcedores que foram ao Monumental de Núñez no último dia 24. “Há muitas pessoas que ficaram magoadas, mas não vamos remediá-las com palavras, mas com resultados. As 66 mil pessoas que estiveram no Monumental vão nos ajudar e vão estar conosco (em pensamento). Vamos defendê-los em campo”, disse Ponzio ao jornalistas no aeroporto da capital espanhola.

O confronto de ida da final, realizado no estádio de La Bombonera, terminou empatado por 2 a 2. Como os gols marcados fora de casa não têm peso para efeito de desempate na decisão, o River precisará vencer para garantir o título sem a disputa de pênaltis, que ocorrerá em caso de nova igualdade no placar. “Está tudo igualado. E resta um jogo que é único em qualquer contexto, ainda mais agora por ser fora da América do Sul”, completou Ponzio.

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Reforços do Paysandu para a Série C já estão em Belém

Publicado

em

Texto: Jorge Luís Totti Imagem: Ag. Macaco Velho/Paysandu

Em continuidade ao processo de preparação para o Campeonato Brasileiro da Série C, a Diretoria de Futebol do Paysandu Sport Club oficializou a contratação de mais três jogadores. Os volantes Uchôa e Wellington Reis e o meia-atacante Diego Rosa, que já estão em Belém, vão vestir a camisa bicolor até o fim da temporada 2019. O trio começou a trabalhar na manhã desta segunda-feira (22), no Estádio da Curuzu, juntamente com os demais atletas do elenco.

Jogador de forte marcação e que possui qualidade no passe, Uchôa disputou 50 jogos nas últimas três temporadas, oito deles na campanha de destaque da Ferroviária no Campeonato Paulista deste ano, quando o time chegou às quartas de final. Em 2017 e 2018, o volante conquistou dois acessos consecutivos com o Fortaleza-CE, equipe pela qual também foi campeão brasileiro da Série B, ano passado.

Meio-campista versátil e de forte marcação, que joga como primeiro e segundo volante, Wellington Reis fez 63 jogos nas últimas três temporadas, 11 somente este ano com a camisa do Vila Nova-GO. O atleta possui um acesso da Série C para a B do Campeonato Brasileiro pelo Fortaleza-CE.

Com 80 partidas disputadas nos últimos três anos, as dez mais recentes pelo São Caetano-SP no Paulistão 2019, Diego Rosa é um atleta de velocidade que atua pelas beiradas do campo. O meia-atacante foi campeão da Copa do Brasil com o Vasco-RJ, em 2011, ano em que também conquistou um acesso com a equipe carioca; também subiu de divisão com o CRB-AL, em 2014; já em 2017, foi campeão da Copa do Nordeste pelo Bahia.

Antes de Uchôa, Wellington Reis e Diego Rosa, o clube já havia contratado o lateral-direito Tony, que também deu já início aos treinamentos no Vovô da Cidade, o atacante Pimentinha e o centroavante Jheimy, que vão desembarcar na capital paraense ainda hoje.


FICHA TÉCNICA

Nome: Anderson Uchôa dos Santos

Nascimento: 04/02/1991 (28 anos)

Naturalidade: Aracaju (SE)

Altura: 1,78 m

Peso: 68 kg

Posição: volante

Clubes: Cruzeiro-MG, Villa Nova-MG, Ipatinga-MG, Avaí-SC, Criciúma-SC, Bragantino-SP, Paraná, Fortaleza-CE e Ferroviária-SP


FICHA TÉCNICA

Nome: Wellington Rodrigues dos Reis

Nascimento: 15/12/91 (27 anos)

Naturalidade: Barra Bonita (SP)

Altura: 1,78 m

Peso: 79 kg

Posição: volante

Clubes: J Malucelli-PR, Boa Esporte-MG, Criciúma-SC, Paraná, Fortaleza-CE, Mirassol-SP e Vila Nova-GO

FICHA TÉCNICA

Nome: Diego da Silva Rosa

Nascimento: 23/03/1989 (30 anos)

Naturalidade: Campo Grande (MS)

Altura: 1,79 m

Peso: 71 kg

Posição: meia-atacante

Clubes: Internacional-RS, Juventude-RS, Vasco da Gama-RS, Ponte Preta-SP, Asa-AL, ABC-RN, Paulista-SP, CRB-AL, Penapolense-SP, Luverdense-MT, Montedio Yamagata-JAP, Bahia, Atlético-GO e São Caetano-SP

 

Continue lendo

Esportes

Remo vence o Independente e conquista o bicampeonato no Parazão 2019

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

A final do Parazão 2019 sagrou, mais uma vez, o Clube do Remo como campeão do campeonato de futebol, na tarde deste domingo (21), ao vencer o Independente de Tucuruí por 2x 0, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, em Belém. A taça foi entregue à equipe campeã pelo governador do Estado, Helder Barbalho – antes dele, somente o ex-governador Jader Barbalho entregou o troféu, em 1990.

Torcedor do time campeão, Helder Barbalho, que estava acompanhado do vice-governador, Lúcio Vale, ressaltou o êxito do campeonato paraense, e disse ser uma honra representar a população na entrega da taça aos campeões. “Estou feliz por esse encerramento, por termos conseguido fazer o dever de casa. Garantimos o Mangueirão à disposição do torcedor, com a TV Cultura transmitindo para o interior, o Governo do Estado e o Banpará (Banco do Estado do Pará) patrocinando clubes, e vendo essa festa do futebol, que é o esporte predileto do paraense”, reiterou o governador, que entregou o troféu junto com o presidente do Banpará, Braselino Assunção, e o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Arlindo Silva.

A festa foi redobrada para a menina Ana Beatriz, que comemorou seus 4 anos no estádio, com direito a bolo e acesso ao gramado junto com os jogadores. Torcedora do Clube do Remo, assim como boa parte de sua família, foi a primeira vez que ela festejou o aniversário em um estádio de futebol. “Foi uma semana inteira quase sem dormir direito de tão ansiosa pelo dia”, confirmou o avô da criança, Tarcísio Araújo, coberto por uma bandeira do Remo.

A decisão do campeonato mobilizou os pequenos torcedores. Noah Macedo, 5 anos, fez sua estreia em estádio neste domingo. O tio de Noah, Edvaldo Jr., contou o motivo especial que o fez acompanhar o sobrinho à final do Parazão. “Ele torcia para o Paysandu (maior rival do Clube do Remo) até pouco tempo. Eu que conseguir converter!”, disse Edvaldo. “Eu vim em outros jogos aqui durante o campeonato e foi tranquilo. Mas hoje é mais, por ser uma torcida grande apenas”, acrescentou.

A torcida do Independente, o “Galo Elétrico”, não ganhou o título, mas fez bonito na arquibancada. Jamily Ferreira, 14 anos, integrou o grupo que lotou três ônibus em Tucuruí e seguiu rumo a Belém para ver a disputa do título de campeão. “É minha primeira vez no Mangueirão. Estou chorando desde a hora em que entrei aqui!”, disse a adolescente, ainda muito emocionada.

Êxito – O esquema de segurança posto em prática no último jogo do campeonato foi semelhante ao adotado nos clássicos entre Remo e Paysandu, de acordo com a Polícia Militar. Outros órgãos, como o Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Federação Paraense de Futebol (FPF) e Tribunal de Justiça Desportiva do Pará (TJD-PA), contribuíram para reforçar o trabalho das equipes de segurança.

“Só pela PM estamos contando com um efetivo de 610 agentes, dentro e fora, pelas imediações do Mangueirão. É um esquema de dia de Re x Pa, quando se espera lotação máxima”, informou o tenente-coronel Paulo Carneiro, que comandou a operação. O balanço final confirmou um público pagante de 24.321 pessoas.

Ainda segundo o tenente-coronel Paulo Carneiro, a tranquilidade marcou todo o campeonato paraense. “Com exceção de algumas intercorrências, mais fora do estádio, a partir do momento que o campo foi liberado para funcionar normalmente a Polícia Militar atuou de forma a garantir a segurança do público”, disse o militar.

Secretário adjunto da Seel, Vítor Borges enfatizou o resultado do trabalho feito pelo Governo do Estado para garantir a realização dos jogos. “Tivemos um início de ano conturbado com os problemas que enfrentamos no estádio, mas depois de um trabalho tanto de recuperação como de prevenção, o balanço é positivo. Estivemos à disposição para o Parazão e para a Copa do Brasil, e assim permanecemos”, garantiu.

Por Carol Menezes

Continue lendo

Esportes

Hoje tem Prime Internacional Solidário de Jiu-Jitsu em Ananindeua

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

O município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, recebe neste domingo (21), a partir das 09 h, a quinta etapa do Prime Internacional Solidário de Jiu-Jitsu, no Ginásio Poliesportivo Almir Gabriel (Abacatão), com a participação de 1.386 atletas de três estados, além do Pará, e quatro países. O evento conta com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

Atletas do Pará, São Paulo, Amazonas e Rio de Janeiro, e ainda da Argentina, Chile, Peru e Canadá estarão competindo em seis categorias: Pena, Galo, Médio, Meio-Pesado, Pesadíssimo e Absoluto. “Esse evento conta pontuação no ranking, e temos como competidores os paraenses André Lobato, Jefferson Formiga e Ricardinho Filho, entre outros destaques estaduais”, informou o coordenador da etapa no Pará, Américo Lima.

A última edição do evento foi em Brasília (DF), no último domingo passado (14). Para a etapa em Ananindeua, a expectativa é receber um público de aproximadamente 4 mil pessoas, segundo a coordenação. “A Seel está apoiando este evento, que é de porte Internacional, e traz ao nosso Estado nomes renomados desta arte, e ainda conta com os nossos campeões paraenses do jiu-jitsu”, ressaltou o diretor técnico de Esporte e Lazer da Seel, Erivelto Pastana.

Serviço: Prime Internacional Solidário de Jiu-Jitsu. Dia 21 de abril, no Ginásio Poliesportivo Almir Gabriel (Abacatão), na Avenida Arterial 5-B, 181, Cidade Nova, a partir das 09 h. Entrada: 1 kg de alimento não perecível.

Por Paula Portilho

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com