Conecte-se Conosco

Infância

Santarém adere ao Programa da Unicef “Fora da Escola Não Pode”

Publicado

em

Spread the love

Geisa de Oliveira/Agência Santarém

O Prefeito  Santarém, Nélio Aguiar,  aderiu.  na manhã da última  quarta-feira (22), ao programa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) cujo tema é “Fora da Escola Não Pode”. O programa tem a proposta de diminuir a evasão escolar e também inserir um número maior de crianças na primeira infância. A solenidade contou com a presença da Coordenadora do Território Amazônico do Selo Unicef, Anyoli Sanabria Lopez; a Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito; representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescentes (Comdca) e as Secretarias Municipais de Assistência, Saúde e Educação que estarão trabalhando de forma intersetorial.

O lançamento do Programa fez parte do segundo dia de atividades da programação do 2º Ciclo de Capacitações do Selo Unicef que iniciou na última terça-feira (21) sediado em Santarém. Na ocasião, Nélio Aguiar destacou a presença da coordenadora do Selo Unicef e também de toda a equipe em Santarém que durante os dois dias empenharam-se na capacitação voltada para os adolescentes da região oeste do estado.

“O município aderir ao programa “Fora da Escola Não Pode” com o aplicativo gratuito do Unicef no aplicativo Busca Ativa é mais um passo para avançarmos. É nosso objetivo trabalhar esse programa, pois queremos que a evasão escolar seja zero, não queremos nenhuma criança fora da escola, queremos que todas possam exercer a sua plenitude, ter direito a educação. Essa é nossa responsabilidade, mas também da família. Inclusive nós vamos fazer um trabalho com os diretores para que participem dessa Busca Ativa para que no momento em que a criança faltar a aula, ir até a casa dela conversar com os pais para que a gente não possa perder essa criança ou adolescente para as ruas, para as drogas e outras situações de risco, garantindo desta forma a proteção e um futuro melhor para as crianças e adolescentes”, pontuou o gestor.

O Prefeito comentou ainda sobre “Água e Saneamento – produzindo impactos reais e positivos na vida de Crianças e Adolescentes”, assunto debatido na capacitação. Ele destacou que o governo municipal está trabalhando na questão do saneamento que influencia nas condições de vida dessas crianças. “Nós estamos trabalhando na área urbana para uma nova concessão de abastecimento de água, já que o nosso atual contrato não vem cumprindo as cláusulas contratuais deixando muito a desejar. Estamos investindo em saneamento e esgoto e conseguindo recursos para abastecimento de água em Alter do Chão. Vai ter a nova concessão para que possamos garantir em um ano e seis meses a inserção de 100% das residências em Santarém com o abastecimento de água e nos próximos 6 anos chegarmos a 60% da rede de esgoto e tratamento de esgoto, e na zona rural em parceria com a Funasa e outras Ongs como o Projeto Saúde e Alegria nós estamos trabalhando na perfuração de poços e construção de microssistemas.”

A coordenadora do Território Amazônico do Selo Unicef, Anyoli Sanabria Lopez, comentou que para todo o trabalho do Programa “Fora da Escola Não Pode” foi construído uma plataforma denominada “Busca Ativa” que irá ajudar no acompanhamento dos dados. “A Plataforma foi desenvolvida e testada durante um ano. Quem adere ao Programa é realmente o Prefeito porque a gente quer o compromisso político da maior autoridade do município, onde ele se envolva com ações concretas. Depois da adesão será constituído um comitê de gestão intersetorial entre Saúde, Assistência e Educação que deverão trabalhar de forma coordenada para alcançar o sucesso”, concluiu.

 

Roselene Andrade articuladora do Selo Unicef em Santarém, avaliou a adesão ao Programa como um avanço para Santarém. “O município avança de uma forma muito significativa pois trata a respeito da educação, que é um direito fundamental. O Busca Ativa é uma plataforma que atua com a intersetorialidade, teremos os técnicos verificadores e os agentes comunitários que fazem visitas nas residências dentro da comunidade e vão permitir a Busca Ativa, localizando a criança que será incluída na escola e acompanhada por um ano, a partir de então ela deixará de ser monitorada pelo programa para que possa inserir outras crianças. Essa é uma plataforma fantástica.”

Continue lendo
Clique para comentar

Infância

McDonalds é multado em R$ 6 milhões por publicidade infantil abusiva

Publicado

em

Spread the love

A decisão foi publicada ontem (11) pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão do Ministério da Justiça

A rede de fast-food McDonald’s foi multada em R$ 6 milhões por publicidade abusiva direcionada ao público infantil por meio de shows do personagem da marca realizados em escolas. A decisão foi publicada ontem (11) pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão do Ministério da Justiça. De acordo com o DPDC, os shows do palhaço Ronald McDonald eram pretexto para publicidade da marca, configurando prática abusiva vedada no mercado e nas relações de consumo.

“Com as apresentações do palhaço Ronald McDonald, as crianças criavam vínculos afetivos com a marca. Existia, assim, a identificação da criança com a marca McDonald, representada pela sua mascote infantil, o Ronald McDonald.

A denúncia contra a empresa Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda., nome pelo qual está registrada a rede de fast-food no Brasil, foi feita em 2013 pelo programa Criança e Consumo do Instituto Alana, ONG que promove os direitos da criança. Por meio de um levantamento no site da empresa, o Instituto constatou que em cerca de dois meses foram realizados 70 apresentações do show em 35 cidades de dez estados do país.

Ekaterine Karageorgiadis, coordenadora do programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, considera que a decisão é importante para o reconhecimento da publicidade infantil como prática abusiva e a sanção aplicada serve de exemplo para que outras empresas não reproduzam essa prática.

“A escola é um ambiente de proteção para a criança e qualquer tipo de prática publicitária que aconteça nesse espaço é direcionado ao público infantil deve ser considerada abusiva e ilegal ainda que as empresas façam com que pareça algum tipo de atividade cultural, lúdica, educativa ou esportiva”, ressalta Karageorgiadis.

Ela aponta que a inserção de marcas dentro das escolas diminui o senso crítico das crianças em relação ao consumo dos produtos por elas oferecidos e por isso é considerado uma prática abusiva. “No caso específico do McDonald’s, algumas ações aconteceram em creches. Essa prática busca fidelizar a criança à marca e seus valores muito cedo com o reforço dos educadores e profissionais que trabalham na escola. A criança acredita que aquela imagem que a empresa está passando é um conteúdo lecionado na escola e portanto deve ser aprendido e é correto”, afirma.

O McDonalds tem 30 dias para o pagamento da multa. Ainda cabe recurso das decisões. A Agência Brasil entrou em contato com a empresa, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Continue lendo

Infância

MPPA dá palestras sobre violência contra a infância em Ipixuna

Publicado

em

Spread the love

A  promotora de Justiça Monique Coelho Queiroz fez uma importante palestras aos profissionais de saúde em Ipixuna

 PJ Ipixuna do ParáO Ministério Público do Pará (MPPA), com iniciativa da Promotoria de Justiça de Ipixuna, realizou na última quarta-feira (5) palestra direcionada aos profissionais da saúde em evento que discutiu o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes.

A iniciativa busca sensibilizar os profissionais da saúde quanto à necessidade de apoio à criança e ao adolescente vítima de abusos sexuais, orientar sobre a importância de observar comportamentos e estar atento aos sinais de abuso, reforçar o dever de notificar os casos e buscar ajuda junto aos órgãos competentes quando necessário.

 

Agentes da saúde pública recebem informações sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescente

Os profissionais que atuam na saúde pública receberam informações para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes no município de Ipixuna do Pará, nordeste do Pará,  para que nos casos de suspeita ou constatação de situações de violência sexual seja realizada denúncia ao Conselho Tutelar ou via Disque Direitos Humanos.

“O enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes foi adotado como um dos temas prioritários de atuação da Promotoria de Justiça de Ipixuna do Pará, e será objeto de rodas de conversas, abordagens sociais e outras palestras com a finalidade de destacar a importância do tema e da necessidade de se adotar medidas no sentido de garantir os direitos fundamentais e a integridade física e psíquica de crianças e adolescentes”, destacou a promotora de Justiça Monique Coelho Queiroz.

Acompanharam a promotora a assessora técnica, Adriana Freire da Silva e a psicóloga, Luma Leonora Melém de Matos.

Também participaram do evento representantes do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), o Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar, Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semads).

Para denúncias, disque 100. A ligação é gratuita e anônima!

 

Continue lendo

Infância

SANTARÉM: Desfile na Av. Tapajós é marcado por emoção e patriotismo

Publicado

em

Spread the love
O quarto dia de desfiles da Semana da Pátria foi marcado por uma noite de espetáculos que levou a Avenida Tapajós homenagens cívicas de doze escolas. A Orla da cidade foi o cenário da elegância das balizas que evoluíram em conjunto com as empolgantes interpretações das fanfarras e que animaram o público presente.

A mensagem da Cultura de Paz, tema de 2018, foi reforçada pelos alunos das escolas que durante o percurso entre a Praça da Matriz e Rua Adriano Pimentel também contaram histórias e performances sobre a criação do mundo, folclore e esportes.

O sentimento de amor e dedicação a Pátria ganhou força com os numerosos pelotões de alunos que desfilaram na noite desta terça-feira (4). Escolas chegaram a levar para o corredor da independência mais de mil alunos.

 

O prefeito Nélio Aguiar ladeado por comandantes militares do Tapajós

Veja a galeria de fotos.

A apresentação das secretarias municipais encerrou a noite com maestria. Na ocasião, as onze secretarias do governo municipal marcharam com as equipes de trabalho, os instrumentos e maquinários, esclareceram as funções realizadas dentro de cada secretaria e apresentaram a todos que foram prestigiar o evento os projetos realizados em prol da infraestrutura, educação, assistência social, cultura, turismo, saúde, finanças, trânsito, agricultura e pesca, meio ambiente e desenvolvimento econômico.

“Mais do que falar é sentir. Sentir a participação e vibração das pessoas para essa manifestação muito bonita em alusão à nossa Pátria. O horário de encerramento também foi um planejamento. A iniciativa é para facilitar o retorno para casa e garantir segurança para quem veio prestigiar. Reforçamos este pedido as escolas que irão participar dos desfiles amanhã, para que se planejem e cheguem no horário combinado de forma a encerrar as apresentações dentro do previsto”, ressaltou a secretária municipal de Educação Mara Belo.

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques