Conecte-se Conosco

Entretenimento

Santarém se prepara para o seu 44º Festival Folclórico

Publicado

em

Spread the love

A Praça Barão de Santarém novamente receberá o colorido, a criatividade e a alegria dos ritmos do 44º Festival Folclórico de Santarém, no período de 23 a 26 de agosto de 2018, a partir das 20h. A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semc) é parceira do evento que está sob a responsabilidade da Associação Santarena de Grupos Folclóricos (Asgruf), Associação Folclórica Arte e Cultural Tapajônica (Asfacult), Associação da Liga Independente de Grupos Folclóricos de Santarém (Alisgrufs).

Na abertura do evento seis grupos irão se apresentar distribuídos nas categorias de quadrilha tradicional e dança. Ingressos, R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

Segundo o secretário municipal de cultura, Luis Alberto Figueira, o evento faz parte do calendário anual de atividades culturais e é sempre muito aguardado pela população santarena e visitantes. “O nosso interesse é sempre fomentar a cultura, o que inclui o Festival Folclórico, desde o primeiro ano do governo Nélio Aguiar, estamos na parceria. É uma festa muito bonita, a manutenção da tradição santarena. O Festival tem vários estilos, que pertencem a nossa cultura popular. E mais uma vez estaremos na parceira dessa arte folclórica”, destacou.

Este ano participam do evento 31 grupos folclóricos. De acordo com o regulamento o Festival caracteriza-se como competitivo, exceto, a categoria Dança que não concorre a título, no entanto receberá prêmio de participação. Os demais grupos folclóricos concorrerão a titulação e premiação de 1º, 2º e 3º lugares. As premiações em dinheiro de cada categoria serão retiradas da arrecadação líquida da bilheteria ao, 1º Lugar: 50% da arrecadação líquida, ao 2º Lugar: 30% e 3º Lugar: 20%.

Para avaliar os grupos folclóricos que disputam títulos e premiação, o corpo de jurados será formado por no mínimo três pessoas. A apuração do 44º Festival Folclórico de Santarém ocorrerá sempre no dia seguinte a apresentação de cada categoria, às 14h, nas dependências da Secretaria Municipal de Cultura.

Ordem de Apresentação
Dia 23 (quinta-feira):
Categoria: Quadrilha Tradicional
Estrela Dalva
Trevo do Amor
5 Aros
Flor do Pará
Categoria: Danças
Lundum Arco Íris
Lundum 5 Aros

Dia 24 (sexta-feira)
Categoria: Quadrilha Estilizada
Aquarela do Brasil
Swing na Roça
Funk na Roça
Big Bem
Raiar do Sertão
Baila Brasil
Junina Caipira
Mistura Brasileira

Dia 25 (sábado)
Categoria: Carimbó
Sedução de Carimbó
Regional Tapajoara
Conquista de Carimbó
Compasso de Carimbó
Bailado de Carimbó
Festa de Carimbó
Mistura de Carimbó
Raizes Caboclas
Carimbó do Pará

Dia 26 (domingo)
Categoria: Humorística
Só Fuleragem
Fogo das Atrevidas
Patricinhas do Riso
Bofes e Babados
Turbinadas
Cruzeiros das Loucas
Indecisos na Roça
Piratas do Caribé


 

Mais informações:
Alciane Ayres – Assessora de imprensa da Semc
Contato: (93) 99179-4634 / E-mail: alcianeayres.jornalista@gmail.com

Continue lendo
Clique para comentar

Entretenimento

Festa da Chiquita chega hoje à 40ª edição no Bar do Parque

Publicado

em

Eloi Iglesias hoje comanda a Festa das Filhas da Chiquita que chega ao 40ª ano Foto: Oswaldo Braga
Spread the love
A Festa das Filhas  Chiquita inicia após a passagem da berlinda, que leva a imagem de Nossa Senhora de Nazaré na Avenida Presidente Vargas. Centenas de pessoas se aglomeram na Praça da República à espera da festa.

A Chiquita

A Festa das Filhas da Chiquita foi idealizada e criada pelo sociólogo carioca, Luís Bandeira, na década de 70. A partir de 1990,  passou a ser coordenada Elói Iglesias, que propôs uma mudança na dinâmica do movimento, tornando-o uma festividade voltada para o público LGBT e simpatizante.

Inicialmente, a festa era chamada de Filhas da Chiquita ou Festa da Maria Chiquita. O nome veio da famosa personagem das marchinhas de carnaval, Chiquita Bacana, “mulher existencialista que só faz o que manda o coração”.

A “Chiquita” não é reconhecida pela igreja católica como parte integrante da festividade do Círio de Nazaré, porém o IPHAN, tombou a festa como patrimônio imaterial da humanidade.

Fonte: Espaço de Comunicação e Resistência”

Continue lendo

Entretenimento

“Belém Cidade Luz” leva música à praça Batista Campos

Publicado

em

Spread the love
A programação cultural do projeto “Belém Cidade Luz da Amazônia”, se inicia nesta terça-feira (9),  e se estenderá até o dia 28, sempre a partir das 19h,  na Praça Batista Campos, no centro de Belém, A primeira noite  terá  as atrações o Coral Combel, Grupo Folclórico Frutos do Pará e Dhiana Lima e Banda.

A praça Batista Campos é o palco do evento que virou tradição na capital paraense. A programação é mais uma opção de lazer e cultura para a cidade, justamente quando Belém recebe centenas de turistas para o Círio de Nazaré.

Somente neste ano serão recebidos de forma voluntária 60 grupos, totalizando 2.350 artistas. Na organização do evento são envolvidas 75 pessoas.

Entre os parceiros de 2018 estão a Prefeitura de Belém, Cruz Vermelha, Corpo de Bombeiros, Policia Militar, Guarda Municipal, Associação dos Amigos da Praça Batista Campos,  Comando do Policiamento da Capital e DPA.

“Belém Cidade Luz da Amazônia”, de 9 a 28 de outubro, sempre a partir das 19h, e a primeira noite de espetáculos terá como  atrações o Coral Combel, Grupo Folclórico Frutos do Pará e Dhiana Lima e Banda.

Continue lendo

Entretenimento

Com reservas, Brasil vira para cima da Bélgica no Mundial de vôlei

Publicado

em

Spread the love

Após sair perdendo por 2 a 0, Brasil conseguiu a virada diante dos belgas (Foto: Divulgação/FIVB)

No último sábado, a Seleção já havia carimbado sua vaga na terceira etapa da disputa ao vencer a Eslovênia. Com o triunfo, a equipe verde e amarela já não poderia ser alcançada por nenhum rival, assegurando também a primeira colocação no grupo, que tinha Austrália, Bélgica e Eslovênia.

Nesta segunda-feira, o sorteio para a próxima fase do Mundial será realizado na Itália, às 06h00 (horário de Brasília). Com isso, os comandados de Renan Dal Zotto conhecerão seus rivais na etapa de grupos seguinte.

O jogo – O primeiro set teve o bloqueio belga como protagonista. Os europeus, superando o equilíbrio, também predominante no embate, conseguiram por meio do fundamento a vantagem inicial no embate: 25 a 22. A rodada seguinte contou com novo triunfo da Bélgica.

Com 2 a 0 adverso no marcador, o Brasil iniciou sua reação. A entrada de Douglas Souza na equipe mudou o panorama do jogo e, com nova postura, a Seleção venceu as duas parciais seguintes, pelo placar de 25 a 19 e 25 a 15, sem grandes dificuldades.

No tie-break, set de desempate, a vantagem inicial construída pela Seleção foi crucial para o restante da partida. Com o bloqueio presente e Evandro ligado, os comandados de Renan Dal Zotto não deram chance ao belgas e garantiram o triunfo de virada.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques