Conecte-se Conosco

EDUCAÇÃO

Seduc começa a preparar educadores para o ensino de tempo integral em 2020

Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc / Fonte: Agência Pará

Publicado

em

Educadores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) participam nesta semana do Seminário Interno sobre Flexibilização Curricular e a Formação Humana Integral no Ensino Médio, que abre um ciclo mais amplo de formação, que em 2020 envolverá as equipes da Secretaria Adjunta de Ensino (Saen), do Centro de Formação (Cefor) e do ProBNCC (Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum Curricular) etapa Ensino Médio, além de profissionais das escolas.

A programação foi iniciada na terça-feira (3) com a participação de especialistas da Saen, e continuou nesta quarta-feira (4) com educadores das USEs (Unidades Seduc na Escola) e UREs (Unidades Regionais de Educação).

A coordenadora do Ensino Médio da Seduc, Michele Alves, explicou que a formação dos especialistas é fundamental para que todos se apropriem do tema e se preparem melhor para acompanhar as escolas a partir do próximo ano.  Cabe às USEs e UREs o monitoramento das ações.

Flexibilização curricular – A Seduc pretende entregar a proposta curricular do novo ensino médio ao Conselho Estadual de Educação em setembro de 2020. “Estamos analisando todos os projetos de flexibilização curricular apresentados pelas escolas, com base nas diretrizes do novo ensino médio e com as especificidades do ensino por cada região do Pará”, informou Michele Alves.

Dentro do novo ensino médio, a Seduc discute a implementação do ensino de tempo integral. O Pará começou a oferecer essa modalidade de ensino nas escolas da rede estadual em 2017. Atualmente, das 258 unidades que aderiam ao novo ensino médio, 26 são de tempo integral, e as demais de ensino regular.

As unidades de ensino integral funcionam na Região Metropolitana de Belém e nos municípios de Marabá, Conceição do Araguaia, Redenção, Castanhal, Bragança, Maracanã, Tailândia, Abaetetuba e Barcarena. São escolas-piloto, selecionadas pelo Ministério da Educação (MEC), para avaliar o modelo de ensino-aprendizagem do Programa.

Sintonia com a vida – O trabalho é orientado pelo Consórcio Desenvolvimento Integral no Pará, instituição selecionada para assessorar a Seduc na implementação do Programa de Fomento ao Tempo integral no Estado. A coordenadora de formação do Consórcio, Lilian Kelian, disse que a proposta é oferecer uma formação humana e integral para a juventude em sintonia com a vida, com as necessidades, possibilidades e interesses dos estudantes. No caso da formação para educadores, o objetivo do seminário é promover uma formação sistêmica com todos os grupos educacionais da rede estadual. “Entre as premissas de formação está a integração das concepções para o ensino médio, para o novo ensino médio e para o ensino médio em tempo integral”, explicou Lilian Kelian.

As unidades de tempo integral ampliam a jornada do aluno na escola, oferecendo atividades das 7h30 às 17h30, e possibilitando ao jovem experimentar várias atividades além da sala de aula, além de aplicar o aprendizado na própria escola.

“O ensino inicia na sala de aula e depois se amplia, de forma prática, para outros espaços pedagógicos, como laboratórios, oficinas, bibliotecas etc. Isso possibilita ao aluno usufruir de um circuito de aprendizagem na própria escola”, disse Darcliene Correia, técnica da Coordenação de Ensino Médio da Seduc e especialista do Programa de Fomento ao Tempo Integral.

Os educadores participam do seminário durante toda a semana

EDUCAÇÃO

Seduc abre último prazo para matrículas na educação básica

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) abriu a última oportunidade de matrículas para alunos interessados em migrar da rede municipal e particular. O ano letivo inicia na segunda-feira (03) e eles tem até a véspera para garantir a oportunidade na rede estadual de ensino.

A documentação necessária para a matrícula consiste em original e cópia de certidão de nascimento/casamento; original e cópia do comprovante de residência; documento de escolaridade (ressalva, histórico ou certificado); duas fotos 3×4 recentes; carteira de vacinação; e CAD Único (se houver).

No ano passado, 27 escolas foram entregues após reformas e ampliações em mais de 30 municípios. Outras 105 passaram por manutenção com recuperação pontual dos prédios, além de receberem um conjunto de investimentos que perpassou por mobiliário e novos professores.

A rede estadual é composta por quase 600 mil alunos em mais de 900 escolas de Ensino Fundamental e Médio. A meta da Seduc é manter todos os alunos da rede em sala de aula em 2020. Em relação aos alunos que já pertencem à rede, a Seduc informa que as matrículas são automáticas e que a rematrícula é apenas a confirmação do desejo do aluno de permanecer na escola, podendo ser feita na secretaria escolar no horário em que o aluno estuda.

Os primos Suane e Walter Lucas de Castro conseguiram garantir as matrículas na Escola de Ensino Fundamental e Médio Jarbas Passarinho, no bairro do Marco, em Belém. Ambos são oriundos de escola pública da rede municipal e vão estudar no 3º e 1º anos, respectivamente.

“O Walter está ansioso, ele é pessoa com deficiência e morava no interior. Quando veio para Belém ele conseguiu evoluir. Passar para o Ensino Médio é uma grande evolução para ele e orgulho para a família”, afirmou Suane, de 17 anos.

De acordo com a diretora da instituição, Walmina Leite Carvalho, o rapaz de 23 anos vai encontrar uma estrutura referência em inclusão. A escola tem 60 surdos matriculados à noite e outros alunos com síndrome de Down, Transtorno do Espectro Autista, paralisia cerebral que recebem atendimento na sala de recursos funcionais e laboratórios. “Temos o total de 1.125 alunos matriculados nos três turnos, eles vão receber a escola toda limpa, arrumada. Já estamos planejando fluxograma. As vagas estão quase esgotadas”, afirmou a diretora Walmina. 

Segundo Suely Domont, coordenadora de matrícula da rede estadual de ensino da educação básica, 70 mil novos alunos já foram matriculados, das 180 mil novas vagas ofertadas. “Aquele aluno novo que perdeu o primeiro processo de pré-matrícula ainda tem oportunidade de acessar uma vaga na rede estadual de ensino. Os pais podem fazer a matrícula presencialmente nas escolas. Devem ligar para a central para verificar onde ainda há vagas”, afirmou Suely.

Nos municípios a procura e a oferta de vagas estão equilibradas, mas na capital, Belém, há uma oferta maior em algumas áreas de corredor, como a Avenida Almirante Barroso. “A nossa rede foi ampliando e hoje temos escolas nos mais variados bairros da cidade. Então os alunos, por vários motivos, questão de segurança, financeira, otimização do tempo, preferem ficar mais próximos das suas residências ou locais de trabalho. E nossas escolas em bairros mais periféricos estão lotadas e as de corredor, esvaziadas, principalmente no noturno”, acentuou Suely.

Continue lendo

EDUCAÇÃO

Uepa divulga listão dos aprovados no Prosel 2020 nesta quinta-feira (30)

Calouros devem ficar atentos ao período de matrícula, que será de 4 a 7 de fevereiro. Aulas iniciam no dia 10 de fevereiro

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) informa que diante da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, da ratificação da sua base de dados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e da publicação nacional do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), fará a divulgação do resultado do Processo Seletivo (Prosel) 2020, nesta quinta-feira (30), às 10h.

A Reitoria da Uepa receberá o público que deseja ter acesso físico ao listão, afixado em painéis que serão posicionados em frente ao prédio, às 10h, mesmo horário em que as listas com os nomes dos aprovados são entregues à imprensa e liberadas no site da Uepa. Antes disso, às 9h, o reitor Rubens Cardoso receberá os veículos de comunicação para uma coletiva, quando serão conhecidos os três primeiros lugares do vestibular 2020.

Calouros devem ficar atentos ao período de matrícula, que será do dia 4 a 7 de fevereiro. As aulas iniciam no dia 10 de fevereiro.

No total, a Uepa oferta 3.656 vagas, distribuídas em 28 cursos de graduação, com destaque para a graduação em Engenharia de Software, ofertada pela primeira vez nos municípios de Castanhal (30 vagas) e Redenção (30 vagas). No total, o Prosel reforça a presença de cursos da Uepa em 16 cidades paraenses, sendo 1.532 vagas ofertadas na capital e 2.124 no interior.

Do total de vagas ofertadas, 50% são destinadas a candidatos cotistas, ou seja, que cursaram e concluíram todas as séries do Ensino Médio, ou curso equivalente, na rede pública e optaram por concorrer a vagas para cotistas; e 50% para candidatos Não Cotistas. Para concorrer às oportunidades, os interessados devem estar inscritos no Prosel, além de ter feito as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019.

Enem

Estará automaticamente eliminado no processo de classificação do Prosel, o candidato que faltou em, pelo menos, um dia de prova do Enem 2019 ou obteve nota inferior a 500 na Redação do Enem, numa escala de 0 a 1.000, ou ainda obteve média aritmética das notas do Enem 2019 inferior a 500.

Ainda será atribuído um bônus de 10%, sobre a média aritmética das notas obtidas no Enem 2019, aos candidatos que tenham declarado no ato da sua solicitação de inscrição que concluíram ou estão concluindo, no Pará, a última série do Ensino Médio (ou equivalente), ou ainda que obtiveram a certificação do ensino médio por meio de exames, expedida por instituição localizada no Estado.

A comprovação dessas condições será feita no ato da matrícula. O candidato que não provar a veracidade das informações será eliminado do processo e perderá o direito à vaga.

Concorrência

Para o Prosel 2020, entre os cotistas, o curso mais concorrido é o de Fisioterapia em Belém, com 185 candidatos inscritos para cada vaga. Em seguida, o curso de Biomedicina também em Belém, com 101,33 candidatos por vaga, e o curso de Medicina em Marabá, com 92,20 por vaga.

Entre os não cotistas, o curso mais concorrido do certame é Fisioterapia em Belém, com 72,35 candidatos inscritos para cada vaga. Em segundo lugar ficou Medicina em Marabá, com 69,35 inscritos por vaga, e Medicina em Belém, com 67,38 candidatos por vaga.

Matrícula

O período de matrícula de calouros será do dia 4 a 7 de fevereiro. O candidato do Prosel/2020 selecionado para as vagas nos cursos de graduação da Uepa deverá comparecer ao campus da Universidade no qual realizará o curso para o qual foi selecionado, a fim de protocolar a entrega das cópias dos documentos comprobatórios e obrigatórios, originais (para confirmação) e cópias, a saber:

a) Carteira de Identidade;
b) Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
c) Certidão de Nascimento ou Casamento;
d) Certificado de Alistamento Militar (candidatos do sexo masculino);
e) 01 foto 3 x 4 recente (colorida);
f) Título de Eleitor, acompanhado do comprovante de votação na última eleição, ou declaração de quitação eleitoral, emitida pelo site do Tribunal Regional Eleitoral;
g) Histórico Escolar do Ensino Médio;
h) Certificado de Conclusão do Ensino Médio;
i) Declaração de autenticidade emitida pela Coordenação de Documento Escolar (Codoe), da Secretaria de Educação do Estado do Pará (Seduc), obrigatória aos candidatos que concluíram ou estão concluindo a última série do Ensino Médio, no Sistema de Ensino (escolas de ensino médio públicas e privadas) do Pará.
j) Comprovante de residência (recente e que contenha CEP).

Números do Processo Seletivo Uepa 2020

Total de vagas ofertadas: 3.656
Vagas cotistas: 1.828
Vagas não cotistas: 1.828
Cursos de graduação ofertados em 2020: 28
Total de inscritos: 83.035
Total de inscrições de candidatos cotistas: 57.648
Total de inscrições de candidatos não cotistas: 25.387

1. Prosel 2020 – Cursos mais concorridos (concorrência candidato/vaga)

1.1 – Cotista
Fisioterapia (Belém): 3.700 candidatos inscritos/ 20 vagas/185 candidatos por vaga.
Biomedicina (Belém): 1.520 candidatos inscritos/15 vagas/101,33 candidatos por vaga.
Medicina (Marabá): 1.844 candidatos inscritos/20 vagas/ 92,20 candidatos por vaga.

1.2 – Não Cotista
Fisioterapia (Belém): 1.447 candidatos inscritos/ 20 vagas/72,35 candidatos por vaga.
Medicina (Marabá): 1.387 candidatos inscritos/ 20 vagas/69,35 candidatos por vaga.
Medicina (Belém): 3.369 candidatos inscritos/50 vagas/67,38 candidatos por vaga.

Mais informações: Diretoria de Acesso e Avaliação (DAA) da Uepa. Fone: (91) 3299-2216.

Por: Nailana Thiely e Daniel Leite Jr (Ascom Uepa)

Continue lendo

EDUCAÇÃO

Após decisão, MEC libera acesso ao resultado do Sisu

Publicado

em

Sisu liberou resultado aos candidatos Foto: Agência O Globo/Luciano Claudino

Após a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que autorizou a divulgação dos resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Ministério da Educação (MEC) liberou o acesso dos candidatos ao resultado da seleção na noite de terça-feira (28), através do site oficial do sistema.

Ao todo, para o primeiro semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. O MEC informou que foram mais de 3,4 milhões de inscrições realizadas ao longo da última semana. Para os aprovados, o cronograma agora vai variar de acordo com cada universidade ou instituto, já para os que não foram contemplados, a inscrição na lista de espera para a segunda chamada vai desta quarta-feira (29) até o próximo dia 4 de fevereiro.

Além do Sisu, também já estão abertas as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni). O prazo para concorrer a uma das bolsas do projeto seria até a próxima sexta-feira (31), porém, o MEC optou por prorrogar o prazo até o sábado (1°).

Já as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que também utiliza notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), permanece com o mesmo cronograma já divulgado, entre os dias 5 e 12 de fevereiro.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital