Conecte-se Conosco

PARÁ

Segup e Sespa recebem doação de 35 mil litros de álcool 70º

A quantidade reduzida tem como objetivo racionar o uso e evitar desperdícios, e também para que a doação alcance o máximo número de pessoas (Ricardo Amanajás/ Ag. Pará)

Publicado

em


A distribuição foi feita em caixas com 12 unidades de garrafas PET contendo 240 ml de álcool 70 por frasco

Por meio de doações feitas pela  iniciativa privada, as secretarias de Estado de Segurança Pública (Segup) e de Saúde Pública (Sespa) receberam, na semana passada, cerca de 35 mil litros de álcool líquido para a higienização de prédios públicos, e também para uso dos próprios servidores e do público externo que busca os serviços oferecidos.

A distribuição foi feita em caixas com 12 unidades de garrafas PET contendo 240 ml de álcool 70 por frasco. A quantidade reduzida tem como objetivo racionar o uso e evitar desperdícios, e também para que a doação alcance o máximo número de pessoas.

Ao todo, a Segup (175 caixas), as polícias Civil (350 caixas) e Militar (334 caixas), o Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” (175 caixas), o Corpo de Bombeiros Militar (350 caixas) e o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (350 caixas) receberam cerca de oito mil litros de álcool líquido, enquanto que a Sespa ficou com cerca de 23 mil litros, divididos em pouco mais de 8 mil pacotes. 

Na área da Saúde, parte do quantitativo foi redistribuído para os hospitais regionais do Estado. Para a 13ª Regional de Saúde, em Cametá, no nordeste paraense, foram entregues 1.500 caixas, sendo que só o Hospital Regional do município recebeu 278 caixas, somando mais de 800 litros. A entrega também chegou à 4ª Regional de Saúde, em Capanema, na mesma região. 

Foram 1.690 caixas, ou 4,8 mil litros de álcool 70 repassados aos 16 municípios atendidos pela divisão: Cachoeira do Piriá, Bragança, Quatipuru, Ourém, Capanema, Santa Luzia, Primavera, Viseu, Augusto Corrêa, Tracuateua, Salinópolis, São João de Pirabas, Santarém Novo, Peixe Boi, Bonito e Nova Timboteua.

De acordo com a Ouvidoria Geral do Estado (OGE), que lidera a distribuição desse tipo de doação desde o início da crise sanitária do novo coronavírus no Pará, a parceria com o empresariado significa uma enorme economia de recursos públicos, bem no momento em que o governo precisa investir como nunca para um eficaz combate à pandemia.

“Quanto maior o número de servidores afastados por conta da doença, menos gente teremos contribuindo em um combate que precisa do apoio de todos. Essa é a nossa forma de promover um cuidado àqueles que desempenham sua função, ainda mais em duas frentes tão importantes e necessárias nesse momento, como é o caso da Saúde e da Segurança”, disse o ouvidor-geral do Estado Arthur Houat.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital