Conecte-se Conosco

ESPORTES

Seleção Brasileira de Vôlei vence Holanda com show da torcida paraense nas arquibancadas

Publicado

em

 

Por Victor Miranda

Foi com muita empolgação e confiança que a torcida paraense chegou à Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho, para acompanhar o jogo entre as seleções masculinas de vôlei do Brasil e da Holanda, na noite desta quarta-feira (22) . A partida foi o terceiro jogo da série de amistosos entre as equipes, que se preparam para disputar o mundial da categoria em setembro.

O auxiliar de enfermagem Luis Santos Costa chegou cedo à arena e destacou a oportunidade de poder assistir um grande evento esportivo em Belém. “Procurei comprar logo o meu ingresso, é uma oportunidade única e temos que aproveitar. Belém tem público para isso e nós somos apaixonados por esporte”, destacou.

 

A Prefeitura de Belém garantiu apoio ao evento, por meio dos órgãos municipais. A Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel) ajudou na logística do jogo, a Guarda Municipal garantiu a segurança, agentes da Ordem Pública e da Secretaria Municipal de Economia (Secon) fiscalizaram o comércio no entorno da arena.

Mais uma vez, Belém mostrou a paixão pelo esporte e lotou o ginásio com quase 7 mil pessoas, maior público dos três jogos amistosos da Seleção Brasileira de Vôlei contra a Holanda. Segundo o titular da Sejel, Wilson Neto, a capital paraense já entrou na rota de grandes eventos esportivos. “O mundo descobriu que Belém é uma grande praça esportiva, é um celeiro de grandes atletas e que tem plateia para receber grandes eventos. Jogos como esse geram economia e turismo para a nossa cidade”, disse.

Torcida – Dentro do ginásio, a torcida deu um show, vibrando em cada ponto da equipe brasileira. A assistente social Gely Santos, não conteve a empolgação durante o jogo: pulava e gesticulava a todo momento. “Tem que participar, gritar, vibrar. Belém tem seu diferencial para torcer, tem mais calor e emoção”, comentou.

E para demonstrar a fama de cidade acolhedora e receptiva que Belém tem, até torcida organizada da Holanda tinha na arena. Nascida em Belém, a administradora Kátia Lopes mora há mais de 20 anos no país europeu e está de férias na capital paraense. Ela aproveitou a oportunidade e levou o irmão e os sobrinhos para assistir o jogo. “Eu moro em Amsterdam há 22 anos, meu marido e meus filhos são holandeses, por isso estou torcendo para as duas equipes”, brincou. Kátia ressaltou a receptividade do povo paraense. “Os europeus sabem que quando vem para Belém, o povo trata muito bem a todos”.

Os jogadores da Seleção Brasileira saíram encantados com a torcida de Belém. Capitão do time, o levantador Bruninho destacou a emoção de jogar na capital paraense. “Sensacional, é uma emoção muito grande. A gente vê o quanto o público gosta de vôlei e receber esse carinho valeu muito”.

O oposto Wallace também elogiou a torcida, que vibrou durante todo o jogo. “Aqui em Belém, não tem o que falar. A torcida é sempre calorosa, sempre do nosso lado e torce bastante”, destacou.

Jogo – A equipe brasileira não deu chance aos holandeses, com a vitória por três sets a zero, 25/15, 25/17 e 25/10, fechando a série de três amistosos contra os europeus com apenas um set perdido. Para o técnico da seleção, Renan Dal Zotto, a série de jogos foi importante como preparação para o mundial. “Esses jogos servem para ganhar ritmo e ver onde precisamos ajustar. Nesse terceiro jogo a gente conseguiu imprimir um ritmo de saque muito grande, com poucos erros e colocando em dificuldade o time da Holanda”, explicou.

A seleção se despede do Brasil e segue para a Europa, onde enfrentará a Alemanha em dois amistosos, antes da estreia no mundial no dia 12 de setembro, contra a seleção do Egito. O Mundial de Vôlei será realizado na Itália e na Bulgária, o Brasil vai em busca do tricampeonato mundial e está no grupo B ao lado de Holanda, Canadá, China, França e Egito.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual