Conecte-se Conosco

Esportes

Sergio Ramos: “Real Madrid não vai deixar de ganhar só porque Cristiano foi embora”

Publicado

em

Spread the love

Capitão lamenta a saída do português, “que desequilibrava para o jogo de equipe”, mas diz que o clube está acima de tudo

MADRID – Três meses depois do último título (a 13ª Champions), Marcelo e Sergio Ramos voltaram a comparecer diante da imprensa como na véspera da final de Kiev. Mas, na tarde desta terça-feira em Tallinn, Estônia, não era mais Zinedine Zidane quem estava ao seu lado. Julen Lopetegui deixou o protagonismo para os dois capitães e apareceu pela sala de imprensa só depois da coletiva dos jogadores. Houve mais perguntas sobre a saída de Cristiano Ronaldo do que sobre a do técnico francês. A alguns metros dali, operários trabalhavam a toque de caixa para cortar a grama dos acessos e terminar de montar as zonas de recreação. Na entrada da loja oficial da final da Supercopa havia caixas por esvaziar; dentro, mais caixas com cabides no chão, e cachecóis e camisetas por colocar. A partida contra o Atlético de Madrid, que inaugura a temporada para ambos, acontece nesta quarta-feira, às 16h (horário de Brasília).

Perguntaram ao zagueiro do Real o que o time perde, além de 50 gols por temporada, sem Cristiano. Também sobre as declarações do português, segundo quem a Juventus, seu novo time, já é como uma família para ele. “É preciso aprofundar essas declarações. Aqui sempre nos sentimos uma família, não sei qual é o alvo do Cris, se o vestiário ou a diretoria. A chave do nosso sucesso é que sempre fomos uma família”, afirmou Ramos. “A perda de um jogador tão capaz de desequilibrar e tão importante para o Real é negativa, mas nem por isso o Real vai deixar de ganhar, não perdemos ambição e fome, o Real está acima de todos nós. O Real continuará ganhando com a saída de Cristiano, como já foi com a saída de Zizou [como jogador]. CR decidiu começar uma nova etapa, é respeitável, que corra o melhor possível para ele e para nós também”, acrescentou.

Acha o elenco deste ano mais fraco? Veria com bons olhos a chegada de algum jogador? “São decisões que não nos cabem. A saída do Cris é importante, mas a presença de um jogador nunca pode estar acima do clube. Para nós [refere-se a Marcelo e a ele] também chegará a hora de ir embora algum dia. Se mantivermos fome e vontade, a mentalidade é mais importante inclusive que o talento individual de cada jogador”, respondeu.

Lopetegui: “Zidane pertence ao passado”

Lopetegui, por sua vez, destacou as virtudes do Atlético, rival que, segundo ele, levará o Real Madrid ao limite nesta quarta-feira. “É uma grandíssima equipe, com grandes jogadores e magnificamente dirigida. É um time especialista em competir em máximo nível”, afirmou. Um jornalista comentou que com Zidane no banco o time chegou ao mais alto que era possível, e lhe perguntou o que ele pode oferecer. “[Zidane] fez um trabalho extraordinário, mas pertence ao passado, agora estamos centrados em continuar a conseguir [títulos] e consolidando a história do clube, sem olhar para trás, com confiança e com trabalho”, respondeu.

Não deu pistas sobre o time que escolheu para iniciar seu primeiro jogo oficial à frente da equipe, mas destacou o entusiasmo e a atitude que viu no trabalho de Bale e Benzema.

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Fortaleza organiza mega mosaico para o jogo do Centenário contra o Paysandu

Publicado

em

Spread the love

Todo o estádio será utilizado para a execução do mosaico. Foto: Francisco Fontenele/O POVO

O POVO

FORATALEZA – Já virou tradição. Sempre que o Fortaleza tem um jogo muito importante pela frente, daqueles que enchem o Castelão, um novo mosaico é levantado. Contra o Paysandu, neste sábado (20),  não será diferente. Um mega mosaico está preparado e vai abranger a arquibancada toda.
Independentemente de que lugar que o torcedor ocupar na arquibancada, será um integrante do espetáculo. Segundo o grupo Leões do Mosaico, que organiza a festa, toda a parte inferior e superior será utilizada para formar o desenho. O anel inferior do Castelão utilizará bandeirinhas e o superior blocos de papel. Além da imagem estática, estão prometidos efeitos especiais para o momento que o mosaico for levantado. Os detalhes não foram revelados para manter o efeito da surpresa.
O espetáculo, porém, começa antes, logo no protocolo inicial. Na entrada dos times será executada a música “Fortaleza eterno amor”, com direito a banda ao vivo e maestro. A finalização será com os novos bandeirões das torcidas organizadas. O da TUF vai cobrir todo o setor superior sul.
Será a o segundo mosaico em um jogo do Fortaleza na Série B do Brasileiro. No primeiro turno, na partida contra o Sampaio Corrêa, foram feitos dois desenhos, um deles em homenagem à Seleção Brasileira. Em anos anteriores, quando o Leão ainda disputava a Série C, outros mosaicos foram construídos.
Apresentação SÉRIE B: Fortaleza x Paysandu

Fortaleza busca acesso

Leão está na liderança da Série B e mede forças com um dos times ameaçados pelo rebaixamento

Na Arena Castelão, o Fortaleza, líder da Série B e cada vez mais perto do acesso, recebe, neste sábado (20),  o Paysandu, que promete apresentar um jogo duro, com sistema defensivo fortíssimo para sair com um bom resultado da capital cearense.

Após 31 rodadas, o Leão está na ponta da competição, com 57 pontos, nove a mais que o Atlético-GO, quinto colocado. Já o Papão chega em situação preocupante. Com apenas 32 pontos, a equipe está na 18ª posição e apenas uma vitória faz o Paysandu sair do Z4.

Na última quinta-feira, o Fortaleza completou 100 anos de vida. Embalado pela data e a campanha na Série B, a torcida do Leão promete lotar o estádio e empurrar o time para mais um triunfo.

Já o Paysandu quer estragar a festa e promete não se intimidar com a pressão das arquibancadas. Para o confronto, o técnico João Brigatti não terá apenas o volante Nando Carandina, suspenso pelo terceiro amarelo.

Prováveis Escalações:

Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Ligger, Diego Jussani e Bruno Melo; Nenê Bonilha, Felipe e Dodô; Marlon, Marcinho e Ederson. Técnico: Rogério Ceni.

Paysandu: Renan Rocha; Maicon Silva, Diego Ivo, Fernando Timbó e Guilherme Santos; Renato Augusto, Willyam, Marcos Júnior e Pedro Carmona; Mike e Hugo Almeida. Técnico: João Brigatti.

Continue lendo

Esportes

Manoel Ribeiro está apto para disputar reeleição no Clube do Remo

Publicado

em

Manoel Ribeiro habilitou-se a concorrer à reeleição no Clube do Remo
Spread the love

O Clube do Remo, do Pará, vive também um intenso clima  eleitoral. Na tarde desta sexta-feira (19), a Junta Eleitoral da agremiação decidiu, que o atual presidente azulino, o ex-deputado Manoel Ribeiro, que nos 1970 foi cognominado de o “marechal da Vitória”, pelos título que levou o club e a conquistar,  pode concorrer à reeleição . Assim, agora são  três chapas habilitadas para o pleito.

A decisão veio após análise de recursos e considerou aptos os candidatos ao Conselho Diretor (CODIR). Desta forma, Manoel Ribeiro, que entrou. na quinta-feira (18) com recurso para garantir legitimação da chapa com Hilton Benigno, concorre às eleições, mascadas para o próximo dia 10.

No total, serão três chapas que buscam o comando do Clube para o biênio 2019/2020.

Chapa 1,  composta por Manoel Ribeiro e Hilton Benigno; chapa 2 com os postulantes Fábio Bentes e Cláudio Jorge  e a Chapa 3 com a qual concorrem Marco Antônio Pina e Francisco Rosas.

 IMPUGNAÇÃO

A chapa de Manoel e Hilton sofreu  dois pedidos de impugnação  por questões ligadas às finanças do clube. Contudo, na tarde de quinta-feira (18),  os candidatos entraram com recursos para garantir a participação o que foi deferido no dia seguinte..

Segundo João Moscoso, diretor de eleições do Clube, o deferimento foi feito após a análise minuciosa dos argumentos da acusação e defesa. “A questão do Hilton Benigno, nós entendemos que aquela acusação não se enquadra ao que eles acusam, se enquadra apenas pra eleição do Condel, não para a do Condir ou a assembleia geral”, disse o diretor.

Em relação a Manoel Ribeiro, Moscoso entendeu que não há uma decisão final. “Enquanto não tem uma decisão, uma condenação ele está apto a qualquer coisa”,explicou.

Continue lendo

Esportes

Lista de nove pendurados preocupa Felipão no Palmeiras contra o Ceará

Publicado

em

Felipão comandou o Palmeiras em mais uma vitória (Crédito: César Greco/Divulgação/SE Palmeiras)
Spread the love

O Palmeiras vai enfrentar o Ceará preocupado com os cartões amarelos. São nove jogadores pendurados: o goleiro Jailson, os laterais Marcos Rocha e Mayke, o zagueiro Luan, o volante Bruno Henrique, os meias Moisés e Lucas Lima e os atacantes Willian e Dudu.

O tema ganhou importância, pois o time vai enfrentar na rodada seguinte o Flamengo, terceiro colocado no Campeonato Brasileiro. É um confronto direto pelas primeiras posições. Portanto, quem estiver pendurado e levar mais um amarelo, vai ficar fora da pequena decisão.

Por isso, Felipão pode fazer mudanças na equipe. Além dos pendurados, o zagueiro Gustavo Gómez e o volante Thiago Santos terão de cumprir suspensão automática pelo mesmo motivo: acúmulo de cartões.

Com isso, Felipe Melo deverá ocupar a vaga no meio. Na defesa, as principais opções são Luan, Antônio Carlos e Edu Dracena. O problema é que o próprio Luan está pendurado. Raciocínio semelhante se aplica a Moisés, titular do meio, e a Dudu, peça fundamental do ataque. Os dois correm risco de ficar fora da partida que pode representar o último grande obstáculo para o título palmeirense. Dos pendurados, apenas Marcos Rocha tem poucas condições de jogo em função de uma lesão na panturrilha.

Felipão tem opções de sobra para escalar o time. O problema não é esse. No ataque, por exemplo, Deyverson e Borja voltaram a treinar no gramado nesta quinta-feira e podem fazer uma inédita dupla. O primeiro fez dois dias de trabalhos de recuperação; o segundo estava com a seleção colombiana.

A quantidade de jogadores pendurados mostra um ponto falho do líder: o excesso de cartões. O time marca forte, mas costuma ser advertido com frequência no Brasileirão. O time é o segundo que mais recebeu amarelos. Foram 87 advertências. A média do Palmeiras é de três cartões por jogo, sem considerar vermelhos. O líder do quesito é o Vitória, com 88.

O jogador que mais recebeu cartões amarelos foi o volante Felipe Melo, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Grêmio. Victor Cuesta, do Inter, tem 11 cartões amarelos e está em segundo. Os palmeirenses reclamam de perseguição.

“Nossa preocupação também é com o Felipe Melo. Está demais. O processo de cartão amarelo é diferente do que para os outros jogadores. Não tem que dar cartão pelo histórico”, disse Alexandre Mattos, diretor de futebol, após a vitória sobre o São Paulo.

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques