Conecte-se Conosco

MUNICÍPIOS

Servidores do tribunal de Justiça do Pará se mobilizam por reposição salarial

Publicado

em

Foto: Reprodução / Agência Carajás

Os servidores da Justiça paraense estão mobilizados para pressionar o Tribunal de Justiça do Estado a garantir a reposição das perdas salariais decorrentes da inflação do período. A última proposta apresentada pelo TJPA foi de 2% sobre os vencimentos e 0% sobre o auxílio-alimentação, o que não corresponde nem a metade do valor da inflação apurado para a data base 2019, que foi de 4,94%, medido pelo IPCA de abril. A diferença entre a inflação apurada e a proposta da administração se somaria às perdas de 7,04% decorrentes da falta de reposição em 2016, elevando as perdas da categoria para mais de 10%.

Diante dessa situação, o Sindicato da categoria (SINDJU-PA) convocou Assembleia Geral Extraordinária para amanhã (25) às 9h em frente ao Prédio Sede do Tribunal, na Av. Almirante Barroso, quando a Diretoria do Sindicato estará reunida com a Administração do Tribunal para a discussão da data base da categoria. Se persistir a postura da direção do Tribunal em não abrir as negociações, a categoria poderá entrar em greve.

Juízes obtiveram 16,38% de reajuste, mas aos servidores é alegada falta de recursos

Segundo Thiago Lacerda, presidente do SINDJU, a Administração do Tribunal não consegue justificar a falta de reposição, baseando-se principalmente numa suposta queda na estimativa de arrecadação do Tesouro Estadual, o que não corresponde aos dados divulgados pelo governo do Estado. “Protocolamos junto à Administração estudo que demonstra haver previsão orçamentária e capacidade financeira e fiscal para a garantia da reposição inflacionária no vencimento dos servidores do judiciário paraense. A explicação apresentada pela Administração é frágil e não se sustenta. Cabe lembrar que esse é o mesmo discurso do ano passado quando o Tribunal negou a reposição das perdas salariais sob a alegação de falta de capacidade financeira, mas no final do ano concedeu aos magistrados em 16,38%”.

Os servidores deverão deliberar no dia 25 sobre a nova proposta que vier a ser apresentada pelo Tribunal de Justiça, bem como quais serão os encaminhamentos em caso de o pleito da categoria não ser atendido. No mesmo dia e horário, haverá manifestação dos servidores nas diversas comarcas do Estado em apoio ao movimento reivindicatório.

 

Continue lendo
Clique para comentar

SANTARÉM

Empresas são acusadas de transformar via pública em lixão a céu aberto

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Portal Santarém

Insatisfeitos com a formação de um lixão a céu aberto no cruzamento das ruas Pirelle e São Pedro, no bairro Alvorada, em Santarém, oeste do Pará, os moradores pedem fiscalização junto aos órgãos públicos ligados à questão.

Sofás velhos, carcaças de carros, geladeiras e fogões são alguns dos objetos encontrados no lixão. Segundo os moradores, caminhões de empresas, entre elas, Gazin e Reciclar, despejam lixo doméstico e objetos no local, diariamente.

Os moradores afirmam que no lixão, é comum ver ratos e urubus se apoderando de restos de comidas e outros resíduos sólidos, contribuindo para um cenário anti-higiênico, para a contaminação do lençol freático e a proliferação de doenças.

Além da contaminação, os moradores denunciam problemas na estrutura de dezenas de casas, ocasionados pelo trânsito frequente de caminhões, na área do lixão.

“São vários caminhões por dia, que passam na rua, danificando as casas dos moradores. Além de jogarem lixo doméstico, caminhões da Gazin, da Reciclar que são uns que tem uns container, e outros de frigoríficos, entram durante o decorrer do dia, para despejar lixo”, revelou a dona de casa, Deusa Queiroz.

Ela reitera que alguns moradores criam galinhas e porcos e, já estão preocupados com a possível contaminação do lençol freático.

“Além dos caminhões passarem carregados de entulhos e danificarem as casas com  rachaduras devido ao trânsito constante, eles estão contaminando a água que servimos para os animais”, declarou a dona de casa.

CRIME AMBIENTAL

A região onde o lixão urbano persiste, tem crescido no quesito imobiliário e cada vez mais moradores tem se revoltado com o descaso dos órgãos públicos em relação ao crime ambiental.

“Sabemos que seres humanos não devem conviver próximos de lixões. Que resíduos sólidos devem ser descartados de forma correta e isso aqui é um perigo para a saúde pública. Ainda mais agora no período de chuva, onde o acúmulo de água aumenta por conta do lixo descartado nesse terreno, e a proliferação de mosquitos com certeza irá trazer muitas doenças para quem mora por aqui. Isso aqui é um crime ambiental e os responsáveis devem pagar por isso!”, exclamou Deusa.

Por: Manoel Cardoso

Continue lendo

MUNICÍPIOS

Prefeituras de Ourilândia e Canaã abrem “torneiras” para shows

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Ze Dudu

Cerca de R$ 220 mil estão sendo liquidados pela administração de Romildo Veloso apenas com shows gratuitos realizados este mês em Ourilândia do Norte. É o que apurou o Blog do Zé Dudu, ao dar uma espiadinha no mural de licitações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) nesta terça-feira (19). O Blog verificou que pelas bandas de Ourilândia tocaram ao menos quatro artistas na Praça de Eventos Adília Borges entre os dias 8 e 10 de novembro, por ocasião da programação festiva dos 31 anos da emancipação político-administrativa do município.

Ontem (18), a Prefeitura de Ourilândia fez publicar no mural de licitações as contratações, por meio de processos de inexigibilidade de licitação, dando transparência aos atos. Mas apenas nesta terça é que as publicações foram atualizadas no mural. E lá estavam: R$ 11 mil para o show da cantora Evangélica Cyda Brandão (veja aqui); R$ 28 mil para a apresentação da banda Forró Pinote (veja aqui); R$ 70 mil para o show da cantora Joelma (veja aqui); e R$ 110 mil para a apresentação da dupla sertaneja Di Paullo & Paulinho (veja aqui). Total do pacote de shows? R$ 219 mil.

E o valor pode ser bem maior porque não inclui uma atração anunciada para a programação, a banda Aviões da Pisadinha, mas cujo processo de inexigibilidade ainda não consta do mural de licitações do TCM.

O Blog analisou os gastos com as festas e comparou com as despesas consolidadas pela Prefeitura de Ourilândia do Norte no período de janeiro a agosto deste ano, conforme publicado no Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO) mais recente. A conclusão é de que em três noites de festas o governo local gastou mais com shows que com preservação e conservação ambiental (R$ 96,1 mil liquidados em oito meses). Os investimentos realizados em segurança pública (R$ 199 mil de janeiro a agosto) também foram inferiores ao gasto com o evento.

Em texto para justificar as contratações, a Prefeitura de Ourilândia do Norte alega que as festas em comemoração à emancipação são populares e tradicionais. Segundo o governo de Romildo Veloso, o evento contribui para aumentar as receitas porque atrai grande fluxo de turistas, aquecendo setores da economia como comércio e serviços.

Show amanhã em Canaã

O dia de amanhã (20), em que se comemora a Consciência Negra, não passará batido em Canaã dos Carajás. O prefeito Jeová Andrade, que assiste de camarote ao enriquecimento colossal da prefeitura que comanda, já autorizou a contratação do show de Gabriel O Pensador desde o dia 5 deste mês (veja o processo licitatório aqui).

De acordo com o que apurou o Blog do Zé Dudu, o cachê do artista será de R$ 86 mil — o que, na atual conjuntura financeira, é como a Prefeitura de Canaã pagar por uma balinha. De acordo com o governo municipal, a contratação de Gabriel O Pensador contempla a culminância do projeto “O negro em destaque: As representações do negro na literatura brasileira” e visa à atração da comunidade para o momento cultural. A administração acredita piamente que o show também vai impulsionar setores econômicos como hotelaria e gastronomia, já que muitos visitantes devem comparecer a Canaã para prestigiá-lo.

Continue lendo

SANTARÉM

Chiquinho da Umes é destituído da liderança do PSDB na Câmara de Santarém

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Portal Santarém

O vereador Chiquinho da Umes, do PSDB, durante sessão da Câmara realizada na segunda-feira (18/11), falando exatamente da legenda da qual faz parte. Chiquinho desabafou sobre a mudança realizada pelo presidente do PSDB municipal, o ex-prefeito Alexandre Von, que trocou a liderança do partido na Casa, a qual passou das mãos de Chiquinho para Ney Santana.

“Faltou um pouco de humildade por parte do ex-prefeito Alexandre Von de não comunicar a este parlamentar. Mas como sempre disse: meu papel aqui nesta Casa é justamente trabalhar os interesses do povo de Santarém. Continuarei respeitando as diretrizes do nosso partido, mas infelizmente não fui comunicado, e respeito nosso colega Ney Santana como liderança do partido”, lamentou o parlamentar, que finalizou o assunto deixando a entender que poderá mudar de legenda partidária. Com informações da Ascom/CMS.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital