Conecte-se Conosco

SAÚDE

Sobe para 22 o número de casos de doenças de Chagas no Pará

Publicado

em

Sobe para 22 o número de casos b da doença de Chagas, no Pará, depois que o  Instituto Evandro Chagas (IEC) confirmou,  nesta segunda-feira (3), mais  quatro casos  na zona rural de São Miguel do Guamá, no nordeste do Pará. Um outro caso aguarda a confirmação. Os pacientes buscaram atendimento em um posto de saúde, após relatarem febre por vários dias. Duas pessoas contaminadas e que desenvolveram a doença de chagas são da mesma família.

Após os procedimentos laboratoriais em São Miguel, foi indicado o protozoário trypanosoma (um protozoário unicelular flagelado causador da doença de Chagas). A doença é transmitida pelo barbeiro (Triatoma infestans), Uma das causas é a ingestão de açaí (Euterpe oleracea), sem o devido cuidado na higienização dos caraços, nos quais o inset deposita fezes ou se esonde e acaba esmagado na hora de se processar o suco.

A vigilância sanitária e a equipe médica foram acionadas pela Secretaria Municipal de Saúde. Os pacientes foram internados e iniciaram a medicação e o tratamento. Na primeira semana, estiveram no Evandro Chagas e ainda estão em tratamento.

A equipe técnica da Vigilância Sanitária esteve nas duas comunidades fazendo os procedimentos de prevenção e verificando o processo de fabricação do açaí local.

Anteriormente, O Instituto Evandro Chagas já havia informado  sobre  dois surtos de doença de Chagas em fase aguda, no município do Acará, nordeste do Pará. O primeiro deles foi encaminhado ao IEC em 31 de julho pela Secretaria Municipal de Saúde (SESMA) de Belém. O segundo foi descoberto quando uma paciente procurou o IEC em 10 de agosto. Ao todo,  eram  18 casos confirmados da doença em duas famílias diferentes.

 

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual