Conecte-se Conosco

ESPORTES

Supertufão Hagibis ganha força às vésperas do GP do Japão

Foto: Reprodução / Fonte: Grande premio

Publicado

em

O Japão está em alerta máximo em razão da aproximação do supertufão Hagibis, que ganhou força nas últimas horas está previsto para chegar ao país neste fim de semana, com mais intensidade no próximo sábado (12) inclusive em Suzuka, palco da 17ª etapa do Mundial de F1 entre sexta-feira e domingo. A Agência Meteorológica do Japão classificou o Hagibis como “o pior que o país enfrenta neste ano”. Já a Agência Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos dá um tom ainda mais dramático da situação: “A tempestade mais forte da Terra no momento”. A Agência Meteorológica do Japão classificou o status do supertufão Hagibis como “violento” e grau 5, o pior e mais devastador da escala de destruição de um fenômeno do tipo. A previsão do tempo indica rajadas de vento acima dos 240 km/h, sobretudo no sábado.

Informações oriundas de órgãos monitores meteorológicos informam que o Hagibis ganhou muita força e se transformou nas últimas 18 horas, sendo ‘promovido’ de tempestade tropical para supertufão. Já o especialista em furacões da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, Philip Klotzback, classificou o fenômeno como o de “maior intensidade” no norte do Pacífico desde o tufão Yates, em 1996.

A previsão para os próximos dias é que o Hagibis leve ventos fortes e chuvas torrenciais para as Ilhas Marianas Setentrionais, território dos Estados Unidos localizado no Pacífico Norte. O mesmo impacto é previsto para a ilha de Guam, tão logo o fenômeno siga rumo ao norte, antes de chegar ao Japão no fim de semana. No momento, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) afirmou que “está monitorando cuidadosamente a situação climática da região e trabalhando em estreita colaboração com os organizadores do circuito, a Federação Japonesa e a F1 para ver se alguma ação precisa ser tomada e se vai ser preciso alterar o cronograma”. De acordo com o site especializado ‘Accuweather’, a previsão é de chuva forte na sexta-feira e também no sábado.

Neste dia, especificamente, a meteorologia aponta “condições de furacão, incluindo ventos destruidores e chuvas torrenciais”, com volume de chuva previsto de 180 mm. O treino classificatório já foi adiado de sábado para domingo em quatro oportunidades diferentes na F1, em todas por conta da chuva. Em 2004 e 2010, Suzuka não teve condições de receber a classificação no dia clássico, e a história se repetiu na Austrália, em 2013, e nos Estados Unidos, em 2015, este último por conta do furacão Patrícia. Em 2014, o tufão Phanfone afetou as condições climáticas da corrida no Japão, que teve duas paralisações por bandeira vermelha, uma delas após o acidente de Jules Bianchi, que colidiu contra um trator que retirava o carro de Adrian Sutil. A prova foi vencida por Lewis Hamilton, e Bianchi morreu nove meses depois, em 17 de julho de 2015.

Continue lendo
Clique para comentar

FUTEBOL

Guga revela preocupação do Atlético-MG com local de jogo da Copa do Brasil

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Estadão Conteúdo

O Atlético-MG está preocupado com as condições que vai enfrentar na segunda fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o time alvinegro disputará um lugar na terceira etapa da competição nacional com o Afogados, de Pernambuco. O duelo será realizado em Afogados da Ingazeira, município do interior pernambucano com cerca de 37 mil habitantes.

A preocupação foi revelada nesta segunda-feira pelo lateral-direito Guga, que concedeu uma entrevista coletiva antes do treino comandado pelo técnico venezuelano Rafael Dudamel. Segundo ele, os jogadores atleticanos já sabem que as condições do Estádio Valdemar Viana de Araújo, o Vianão, não são das melhores.

“Sabemos que vai ser um jogo complicado. Já demos uma olhada no campo, na iluminação, isso tudo atrapalha”, disse o jogador. “A gente deu uma pequena olhada no jogo contra o Santa Cruz (pelo Campeonato Pernambucano). Percebemos muitas dificuldades em termos do estádio de lá. Grama muito alta, iluminação não muito boa…”, relatou Guga.

O Vianão tem capacidade para apenas dois mil torcedores. A chegada do Atlético a Afogados da Ingazeira, porém, fez a diretoria do clube pernambucano providenciar a instalação de arquibancadas provisórias, o que vai elevar a capacidade do estádio para cerca de cinco mil pessoas.

Na opinião de Guga, a receita para o time mineiro não ter problemas no jogo contra o Afogados é esquecer as dificuldades causadas pelo local da partida.

“A gente sabe que há muitas coisas que podem atrapalhar, mas tenho certeza de que se todo mundo estiver bem focado, bem ligado para esse jogo, essas pequenas coisas não vão fazer diferença”, comentou o lateral. “A gente não pode se apegar a viagem longa, a campo, a iluminação, enfim, a coisas que a gente sabe que podem atrapalhar.”

Na primeira fase da Copa do Brasil, o Atlético teve problemas para passar pelo Campinense, da Paraíba. A partida, disputada em Campina Grande, terminou empatada por 0 a 0 – a equipe mineira avançou porque jogava pelo empate. Contra o Afogados, a situação será diferente: se não houver vencedor, a vaga na terceira fase vai ser decidida nos pênaltis.

Continue lendo

FUTEBOL

Barcelona e Napoli se preparam para duelar nas oitavas da Champions

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: AFP

O Barcelona visita na próxima terça-feira (25) o Napoli no jogo de ida das oitavas de final da Champions em busca de um resultado que encaminhe a classificação para as quartas e que ajude a dissipar os questionamentos sobre as chances de título dos catalães na maior competição continental do mundo.

“Se quisermos disputar o título da Champions, temos que continuar crescendo muito, porque, do jeito que estamos hoje, não podemos brigar pela Champions”, alertou na quinta-feira (20) o capitão do Barça, Lionel Messi, em entrevista ao diário Mundo Deportivo.

Uma chamada de atenção para uma equipe que encara um de seus jogos mais importante na temporada em uma situação muito distinta à que passava quando garantiu o primeiro lugar na fase de grupos.

Desde então, a mudança de técnico -Quique Setién por Ernesto Valverde-, as lesões de Luis Suárez e Ousmane Dembélé, o fracasso na Supercopa da Espanha e os seguidos desentendimento do elenco com a diretoria prejudicaram a temporada do Barça, que no último fim de semana conseguiu retomar a liderança do Campeonato Espanhol antes de voltar as atenções para a Champions, que na conquista desde 2015.

– Desejo antigo –

“É algo que desejo já há muitos anos (ganhar a Champions), desde que ganhamos pela última vez”, admitiu Messi, reconhecendo que a Liga dos Campeões se tornou uma obsessão, principalmente depois das dolorosas eliminações para a Roma (2018) e o Liverpool (2019).

Messi foi o herói no sábado na goleada por 5 a 0 sobre o Eibar, partida em que marcou quatro gols e colocou o Barça na liderança do Campeonato Espanhol, com dois pontos a mais que o Real Madrid.

O craque argentino “faz coisas que não existem nem no videogame, coisas impensáveis. Há vários anos que ele se tornou o maior de todos os tempos”, se rendeu nesta segunda-feira o técnico do Napoli, Gennaro Gattuso.

Messi será o pilar do ataque do Barcelona e contará com a ajuda de Antoine Griezmann.

“Te dá mais confiança marcar cinco gols e, além disso, ter Messi marcando quatro gols é um reforço positivo diante do que temos a disputar pela frente”, comemorou o técnico do Barcelona, Quique Setién, após a vitória sobre o Eibar, numa semana que culminará no clássico espanhol contra o Real Madrid.

Setién comandará pela primeira vez uma equipe na Champions e acredita que o Barcelona “pode competir com todas as equipes”.

– ‘Prestação colectiva’ –

O Barcelona visitará o Napoli com as ausências de Dembélé, Luis Suárez e Jordi Alba, além da recente baixa de Sergi Roberto, que sofreu uma lesão muscular no sábado.

Do outro lado do campo estará o Napoli de Gattuso, campeão de duas Champions como jogador e que tenta agora repetir o feito como técnico.

“Precisamos fazer uma grande prestação coletiva, porque nem Messi joga sozinho”, alertou.

Na sexta colocação no Campeonato Italiano, em zona de classificação para a Liga Europa, o Napoli aspira seguir disputando a Champions, competição na qual passou às oitavas de final como segundo colocado do grupo E, a um ponto do Liverpool.

Será a primeira vez que o Napoli enfrenta o Barcelona em uma competição continental e apostará novamente em seus principais jogadores, Dries Mertens e Lorenzo Insigne no ataque.

– Prováveis escalações:

Napoli: Ospina – Di Lorenzo, Maksimovic, Manolas, Mario Rui – Fabián Ruiz, Demme (ou Allan), Zielinski – Callejón, Mertens, Insigne. Técnico: Gennaro Gattuso

Barcelona: Ter Stegen – Semedo, Piqué, Umtiti, Junior Firpo – Busquets, De Jong, Rakitic – Griezmann, Messi, Vidal (ou Fati). Técnico: Quique Setién.

Continue lendo

FUTEBOL

Atlético de Madrid vence de virada e sobe para terceiro com derrota do Getafe

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: Istoé

Com uma virada, o Atlético de Madrid derrotou o Villarreal por 3 a 1, neste domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol, e ascendeu para o terceiro lugar, se aproveitando da derrota do Getafe, que caiu para a quinta posição ao perder por 3 a 0, em casa, para o Sevilla, o quarto colocado.

O Atlético agora soma 43 pontos, assim como o Sevilla, que está atrás em função dos critérios de desempate. E ambos estão com um a mais do que o Getafe. Já o Villarreal é o sétimo, com 38 e a dois da Real Sociedad, que fecha a zona de classificação à Liga Europa.

O triunfo e a ascensão para o terceiro lugar concluem uma semana positiva para o Atlético, que na terça-feira havia derrotado o Liverpool por 1 a 0, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Só que o início da partida deste domingo foi difícil para o time madrilenho, vazado aos 17 minutos, com um golaço de fora da área de Paco Alcácer.

O empate do Atlético veio antes do intervalo, aos 40, com um voleio do argentino Ángel Correa. A virada se deu na etapa final, com gols de Koke Resurrección, de cabeça, aos 19 minutos, e do português João Felix, com finalização de fora da área, aos 29.

Além de ter feito a sua parte, o Atlético foi favorecido pela derrota do Getafe para o Sevilla. O argentino Lucas Ocampos, aos 43 minutos do primeiro tempo, abriu o placar. O brasileiro Fernando, de cabeça, fez o segundo, aos 22 da etapa final. Depois, aos 30, deu o passe para o francês Jules Koundé fechar o placar dilatado.

Também neste domingo, o Granada (9º) contou com dois gols do venezuelano Darwin Machís para derrotar o Osasuna (12º) por 3 a 0. O Athletic Bilbao (11º) perdeu por 2 a 1 para o Alavés (14º) e o lanterna Espanyol caiu por 2 a 1 para o Valladolid (15º).

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital