Conecte-se Conosco

SAÚDE

Tailândia oferece 120 exames para diagnóstico de câncer da próstata

Publicado

em

Uma ação de prevenção contra o câncer da próstata, oferecida pelo Hospital Geral de Tailândia (HGT), proporcionou a realização de 120 exames de PSA (Antígeno Prostático Específico), que serve para diagnosticar alterações na próstata como prostatite, hipertrofia benigna da próstata ou câncer de próstata. O exame será realizado, por agendamento, durante a campanha “Novembro Azul”, que se estenderá até o final deste mêsp parahomens a partir dos 45 anos. A campanha tem apoio de A Província do Pará, por iniciativa da nossa Diretora Administrativa, Aline Santos.

O cabeleireiro, Valdomiro Salamez, 61 anos de idade,  tirou um tempo do seu salão para marcar o exame. Paralelamente, o Grupo de Trabalho de Humanização  (GTH) do hospital realizou exames para verificação de glicemia e pressão arterial.

A campanha visa alertar a população em geral sobre a importância do diagnóstico precoce e ações preventivas para reduzir o número de casos câncer da próstata, que é a segunda maior causa de morte (por câncer) em homens, no Brasil. A programação teve início na quarta-feira, 14, de  8h às 11h, no pátio de HGT, e se estenderá até o final do mês.

Durante todo o mês, haverá ainda, orientações nutricionais,  de prevenção ao câncer da próstata e doenças associadas, além de distribuição de material educativo sobre prevenção e saúde integral do sexo masculino, como folders, panfletos, banner e faixas.

A ação de educação em saúde fará referência ainda ao Dia Mundial do Diabetes, lembrado dia 14, em combate às doenças associadas como obesidade e hipertensão. O evento GTH tem apoio dos demais colaboradores  e parceria dos estagiários do curso de técnico em enfermagem da Escola de Ensino Técnico do Estado do Pará – EETEPA.

Dados – Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o câncer da próstata é considerado uma patologia da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.  A estimativa é que mais de 68 mil novos casos da doença podem surgir este ano.

Ano passado, surgiram cerca de mil novos casos de câncer da próstata no Pará, que é a terceira principal causa de óbitos por este tumor no Estado, com mais 1,5 mil mortes entre  2010 a 2015.

Sintomas– Considerada uma doação assintomática (sem sintomas) na fase inicial. Mas com o agravo da doença, os sintomas mais comuns são: dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite. Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Hábitos–  A alimentação e a nutrição inadequadas são classificadas como a segunda causa de câncer que pode ser prevenida. São responsáveis por até 20% dos casos de câncer nos países em desenvolvimento, como o Brasil, e por aproximadamente 35% das mortes pela doença.

Por isso, a conduta mais acertada é o consumo de alimentação rica em frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas.

Serviço: Com 51 leitos, o HGT oferece assistência de média complexidade para cerca de 240 mil habitantes da mesorregião do nordeste paraense. O Hospital fica na Avenida Florianópolis, s/n, no Bairro Novo. Mais informações pelo telefone (91) 3752-3121.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual