Conecte-se Conosco

Educação

Termina prazo para pedir isenção no Enem

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

Hoje é o último dia para pedir a isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Os pedidos poderão ser feitos até 23h59, no horário de Brasília, na Página do Participante do Enem. A taxa de inscrição deste ano é R$ 85.

O prazo para pedir a isenção da taxa começou no último dia 1º. Podem solicitar a isenção da taxa os estudantes que estão cursando a última série do ensino médio, em 2019, em escola da rede pública; aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, o que, em valores de 2019, equivale a R$ 1.497.

São também isentos os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 499), ou renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 2.994).

A isenção de taxa de inscrição não é automática para nenhum grupo de participantes e a solicitação não poderá ser feita durante as inscrições.

Justificativa

Termina também hoje o prazo para que os estudantes que não pagaram o Enem 2018 e que, por algum motivo, faltaram às provas apresentem justificativa e peçam de novo a isenção.

Esses estudantes precisam enviar, também pela Página do Participante, documentos comprobatórios da justificativa da ausência. Os documentos aceitos variam de acordo com a causa: acidentes, mortes na família, internação, trabalho, casamento, emergência médica, intercâmbio acadêmico, entre outros.

A relação dos documentos consta do anexo II do Edital do Enem. Não serão aceitos documentos autodeclaratórios emitidos pelos pais ou responsáveis.

Próximos passos

Os resultados do pedido de isenção e da justificativa de ausência no Enem 2018 serão divulgados no dia 17 de abril.

Os estudantes que não tiverem a solicitação aceita poderão entrar com recurso, no período de 22 a 26 de abril, na Página do Participante. O resultado do recurso será divulgado, no mesmo endereço, a partir de 2 de maio.

Para participar do exame, os estudantes, com ou sem isenção da taxa, devem fazer a inscrição no período de 6 a 17 de maio.

Enem 2019

O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia de prova, os participantes responderão a questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação. Para isso, terão 5 horas e 30 minutos No segundo dia, os estudantes terão 5 horas para resolver as provas de ciências da natureza e matemática.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o dia 13 de novembro. O resultado será divulgado, conforme o edital, em data a ser divulgada posteriormente.

As notas do Enem podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superio pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Continue lendo
Clique para comentar

Educação

Resultado do pedido de isenção da taxa do Enem será divulgado hoje

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Brasil

Participantes que solicitaram a isenção da taxa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem conferir hoje (17) se os pedidos foram ou não aceitos. O resultado estará disponível na Página do Participante.

Para consultar o resultado, será necessário informar o CPF e a senha criada na hora de fazer a solicitação.

Os estudantes que não tiverem a solicitação aceita poderão entrar com recurso no período de 22 a 26 de abril, também na Página do Participante. O resultado do recurso será divulgado no mesmo endereço, a partir de 2 de maio.

Para participar do exame, os estudantes – com ou sem isenção da taxa – devem fazer a inscrição no período de 6 a 17 de maio.

Ao todo, 3.687.527 estudantes solicitaram a isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O prazo para pedir a isenção da taxa do Enem terminou no último dia 10. A taxa de inscrição deste ano é R$ 85.

Também nesta quarta-feira será divulgado o resultado das justificativas dos estudantes que não pagaram o Enem 2018 e que, por algum motivo, faltaram às provas. Para pedir isenção novamente este ano, esses estudantes tiveram que apresentar uma justificativa da ausência.

Estudantes isentos 

Têm direito à isenção da taxa os estudantes que estão cursando a última série do ensino médio em 2019 em escola da rede pública; aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, o que, em valores de 2019, equivale a R$ 1.497.

São também isentos os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 499), ou renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 2.994).

Enem 2019

O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. As notas do exame podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Continue lendo

Educação

Programa Escola da Vida discute importância dos programas sociais

Publicado

em

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

Com o tema “A importância dos programas sociais como instrumento de transformação na sociedade atual” foi aberta, na manhã desta segunda-feira (15), a 6ª Semana Pedagógica do Programa Escola da Vida, mantido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Pará. Da cerimônia, realizada no auditório do Comando-Geral da corporação, participaram a presidente da Fundação Parápaz, Ray Tavares; o coronel Hayman Apolo de Souza, comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Pará; coordenadores do “Escola da Vida” em todo o Estado e alunos que serão atendidos pelo programa a partir deste ano, em diversas unidades do Corpo de Bombeiros, na capital e no interior.

Com 25 anos de existência e mais de 26 mil jovens atendidos, o Programa Escola da Vida é uma iniciativa de responsabilidade social que oferece a adolescentes informações, orientações, treinamento, educação e base de apoio para uma formação cidadã. O trabalho é desenvolvido com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e no Plano Estadual de Segurança Pública, o qual estabelece que a política de atendimento aos direitos da criança e do adolescente seja desenvolvida por um conjunto articulado de ações governamentais e não governamentais, de todos os entes federados do País. Atualmente, há 3 mil alunos atendidos no programa, distribuídos em 27 unidades do Corpo de Bombeiros.

Cultura de paz – Assim como a Fundação Parápaz, o “Escola da Vida” dissemina a cultura de paz como forma de prevenção à violência, por meio de atividades socioeducativas, culturais e desportivas, destinadas a crianças e adolescentes de baixa renda e em situação de vulnerabilidade social. “O programa tem oportunizado condições mais dignas a meninos e meninas em condição de vulnerabilidade, com formação de cidadãos com uma visão diferente de formação humana, além da abertura de novos caminhos para uma profissão e primeiro emprego, e a parceria formada entre o Corpo de Bombeiros Militar e a Parápaz tem ampliado essas possibilidades”, ressaltou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros.

O programa prioriza diversas instruções para formação do cidadão, como noções básicas de primeiros-socorros, educação física, ética e cidadania, prevenção e combate ao uso de drogas, higiene pessoal e coletiva, cuidados com a saúde bucal, educação ambiental, ordem unida, noções de prevenção a incêndios, nós e amarrações e educação no trânsito.

Durante a cerimônia, Ray Tavares ressaltou a importância de a Fundação Parápaz poder contribuir para o êxito do programa. “Esperamos seguir nesta parceria para o desenvolvimento do ‘Escola da Vida’, programa fundamental feito pelo Corpo de Bombeiros, que tem contribuído para a construção de uma sociedade de paz”, enfatizou a gestora.

Em 2019, as novas turmas do “Escola da Vida” serão instaladas nas seguintes unidades do Corpo de Bombeiros: bairros da Cremação, Mangueirão e Val de Cans (quartel do Comando-Geral), e nos distritos de Icoaraci, Outeiro e Mosqueiro (Belém); municípios de Castanhal, Ananindeua, Santarém, Marabá, Tucuruí, Breves, Curralinho, Santa Izabel do Pará, Abaetetuba, Marituba, Salinópolis, Capanema, São Miguel do Guamá, Cametá, Paragominas, Tailândia, Ponta de Pedras, Moju e Vigia de Nazaré.

Por Claudia Aguilla

Continue lendo

Educação

Mais de 2,1 milhões de estudantes pediram isenção no Enem 2019

Publicado

em

 Mariana Tokarnia/ Agência Brasil 

 Brasília – Mais de 2,1 milhões de estudantes solicitaram a isenção da taxa de inscriçãodo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, de acordo como Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A taxa de inscrição deste ano é R$ 85.

O prazo para pedir a isenção da taxa começou no último dia 1º e segue até esta quarta-feira (10). Até as 10h de hoje, 2.123.576 participantes haviam solicitado o não pagamento.

Podem solicitar a isenção da taxa os estudantes que estão cursando a última série do ensino médio, em 2019, em escola da rede pública; aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, o que, em valores de 2019, equivale a R$ 1.497.

São também isentos os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo, R$ 499, ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, R$ 2.994.

Em nota, o Inep reforça que a isenção de taxa de inscrição não é automática para nenhum grupo de participantes e a solicitação não poderá ser feita durante as inscrições, por isso, pede que os estudantes estejam atentos ao prazo.

O pedido é feito pela Página do Participante, na internet.

Justificativa

Até o dia 10 de abril, os estudantes que não pagaram o Enem 2018 e que por algum motivo faltaram o exame podem apresentar uma justificativa e pedir de novo a isenção.

Esses estudantes precisam enviar, também pela Página do Participante, documentos comprobatórios da justificativa da ausência. Os documentos aceitos variam de acordo com a causa: acidentes, mortes na família, internação, trabalho, casamento, emergência médica, intercâmbio acadêmico, entre outros.

A relação dos documentos consta do anexo II do Edital do Enem. Não serão aceitos documentos autodeclaratórios emitidos pelos pais ou responsáveis.

Próximos passos

Os resultados do pedido de isenção e da justificativa de ausência no Enem 2018 serão divulgados no dia 17 de abril.

Os estudantes que não tiverem a solicitação aceita poderão entrar com recurso, no período de 22 a 26 de abril, na Página do Participante. O resultado do recurso será divulgado, no mesmo endereço, a partir do dia 2 de maio.

Para participar do exame, os estudantes, com ou sem isenção da taxa, devem fazer a inscrição no Enem no período de 6 a 17 de maio.

Enem 2019

O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia de prova, os participantes responderão a questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação. Para isso, terão 5h30.

No segundo dia, os estudantes terão 5 horas para resolver as provas de ciências da natureza e matemática.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o dia 13 de novembro. O resultado será divulgado, conforme o edital, em data a ser divulgada posteriormente.

As notas do Enem podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superio pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Destaques

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com