Conecte-se Conosco

ESPORTES

Thiago ‘Marreta’ revela que recusou rival oferecido pelo UFC para seu retorno

Fonte: G1 Foto Reproducao

Publicado

em

Em recuperação das cirurgiar realizadas nos dois joelhos em 2019, Thiago ‘Marreta’ já admitiu que deseja voltar a lutar pelo Ultimate até julho deste ano. No entanto, falta saber contra quem o brasileiro faria esse retorno. De acordo com o meio-pesado (93 kg), a organização já lhe ofereceu um nome, mas que não o agradou, e por isso ele segue à procura de um rival.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o atleta da Tata Fight Team revelou que a organização sugeriu um adversário, mas, segundo ‘Marreta’, ele não estaria entre os melhores da categoria. Dessa maneira, rechaçou essa chance e adiantou que não vai aceitar qualquer oponente por já ter atingido um outro patamar dentro do UFC, principalmente após sua luta contra Jon Jones.

“Eles querem me dar lutas que eu não quero. Nunca rejeito lutas, não importa contra quem elas sejam. Mas ganhei algo e não aceitarei nada menos. Não vou dar um passo atrás. Eles querem me dar algo que representa um passo atrás, e eu não vou dar um passo atrás”, disse o número dois do ranking dos meio-pesados, emendando.

“Não posso dizer o nome dele (do rival), porque isso poderia me causar problemas, mas eles ofereceram alguém que não está entre os dez melhores. Não acho justo lutar contra alguém fora dos cinco ou seis primeiros, ou alguém que esteja em ascensão. Fiquei muito chateado quando eles ofereceram a alguém que estava perdendo, sabe? Não é justo. Se for assim, teremos problemas em nossa próxima luta”, completou.

Ainda em estágio de recuperação após passar por cirurgia nos dois joelhos, Thiago ‘Marreta’ ainda não tem previsão oficial de seu retorno aos octógonos e, consequentemente, de possível adversário para sua próxima luta. Aos 35 anos, o brasileiro acumula 21 triunfos e sete reveses em seu cartel como lutador de MMA profissional. Em sua última apresentação, em julho de 2019, foi superado por Jon Jones, em disputa do cinturão dos meio-pesados.

Jan Blachowicz se colocou de vez em rota por uma disputa de cinturão dos meio-pesados (93 kg) do Ultimate. No último sábado, o polonês nocauteou Corey Anderson, ainda no primeiro round, na luta principal do UFC Rio Rancho. Com esse resultado, o lutador agora está entre os cinco primeiros do ranking oficial da organização da categoria.

Nesta terça-feira, a franquia atualizou sua classificação e colocou Blachowicz no top 5 da categoria da até 93 kg. O polonês ultrapassou Daniel Cormier e Corey Anderson, que caiu para o sexto posto, e agora é o quarto colocado. À frente dele só estão o campeão da divisão Jon Jones, Dominick Reyes, Thiago ‘Marreta’ e Anthony Smith.

Único brasileiro a vencer no evento do último fim de semana, Raulian Paiva também teve motivos para comemorar ao ver a listagem do Ultimate. O lutador subiu um posto na categoria peso-mosca (57 kg) e agora é o 14º colocado. No UFC Rio Rancho, o atleta nocauteou Mark De La Rosa, no segundo round da disputa, e conseguiu seu primeiro triunfo na franquia.

Outro atleta do Brasil teve seu trabalho reconhecido pelo Ultimate. Trata-se de Raoni Barcelos. Pela primeira vez, desde que estreou na organização, o brasileiro está no top 15 do ranking do peso-galo (61 kg). Agora, o pupilo de Pedro Rizzo, que acumula três triunfos seguidos, está na 15ª colocação. No dia 28 de março, o lutador enfrenta Cody Stamann, no UFC Columbus.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital