Conecte-se Conosco

FUTEBOL

Time descobre 14 contaminados por covid-19 — mas só após jogo decisivo

Chapecoense fez teste na terça, jogou na quarta, e resultado saiu na quinta. Jogo de volta pelas quartas-de-final de SC foi cancelado

Foto: Reprodução / Fonte: Exame

Publicado

em

A retomada do futebol profissional é tema de intensos debates nos países e estados que afrouxam as regras da quarentena. O risco é óbvio: 22 jogadores em intenso contato físico, mais árbitros, reservas, seguranças, etc. Um único contaminado pode espalhar a covid-19 para um grande número de pessoas. Imagine, então, se houver 14 contaminados num jogo. Pois foi isso que aconteceu na retomada do futebol em Santa Catarina.

Após quatro meses de pausa, o campeonato catarinense voltou na semana passada para as partidas de quartas-de-final. Um dos jogos colocou frente a frente o atual campeão, o Avaí, e o atual vice, a Chapecoense. A partida foi em Chapecó, uma das cidades mais atingidas pela pandemia no estado. Antes da partida, um alerta: um dos árbitros testou positivo, e foi substituído.

Os times foram a campo e a Chapecoense venceu por 2 a 0. O jogo de volta estava marcado para este domingo, em Florianópolis, mas foi cancelado pelo governo do estado. Isso porque 14 pessoas da Chapecoense testaram positivo, em exames PCR realizados na quarta-feira, mas com resultados conhecidos apenas na quinta. O problema: o jogo foi na quarta de noite. O número de contaminados foi confirmado pela Superintendência de Vigilância em Saúde de Santa Catarina.

Outros casos foram confirmados entre jogadores de futebol de Santa Catarina. O Criciúma registrou dois novos casos e o Joinville quatro.

Santa Catarina foi um dos estados que retomaram mais cedo as atividades, mas vive uma nova onda de contágio. Ontem o estado teve o maior número de novos casos desde o início da pandemia, 1.698, o suficiente para levar o número de novos casos em uma semana a 10.000. Com mais de 40.000 contaminados, Santa Catarina já é o estado mais atingido pela pandemia no Sul do Brasil.

A Chapecoense não revelou detalhes sobre os resultados, nem quantos dos 14 são jogadores que efetivamente entraram em campo. O protocolo para a retomada do futebol em SC prevê, claro, a separação dos contaminados. O Avaí informou que neste sábado testou todos os envolvidos na partida, com resultados negativos.

A bagunça no campeonato catarinense escancara o risco da retomada de competições esportivas mundo afora. O primeiro grande campeonato a reiniciar as partidas foi o alemão, em maio, com grande sucesso. Um dos principais aspectos do protocolo eram testes massivos, e constantes. Foram 1.700 antes da volta das partidas. As medidas acabaram servindo de modelo para o resto do mundo. Espanha, Itália e Reino Unido também já retomaram as partidas.

No Brasil, o campeonato carioca teve reinício em junho de forma sui generis – a partida entre Flamengo e Bangu aconteceu no Maracanã, onde também estava armado o único hospital de campanha do Rio. Em São Paulo, o governo autorizou esta semana o reinício do campeonato estadual no dia 22, mas apenas nas cidades classificadas na fase 3-amarela.

Também nesta semana foi divulgado que o campeonato brasileiro começa em 8 de agosto e vai até 24 de fevereiro do ano que vem.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual