Conecte-se Conosco

Esportes

Torcedores violentos não entrarão no Brasil durante a Copa América

Publicado

em

Treinadores das seleções no sorteio dos grupos da Copa América Brasil 2019, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. - Fernando Frazão/Agência Brasil

Torcedores estrangeiros envolvidos em episódios de violência não poderão entrar no Brasil durante o período da Copa América 2019, que começa no dia 14 de junho, com a partida entre as seleções do Brasil e da Bolívia, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, e vai até o jogo final no dia 7 de julho, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A decisão consta de portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública publicada na edição desta segunda-feira (13) do Diário Oficial da União.

De acordo com o documento, os órgãos de controle fronteiriço e de atividades de fiscalização migratória nos portos, aeroportos internacionais e pontos de fiscalização terrestre de migração estão instruídos a impedir a entrada no país de pessoa que conste nos sistemas de controle migratório como “membro de torcida envolvida com violência em estádios”.

Reconhecimento facial

Para aumentar ainda mais a segurança nos estádios, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vai utilizar o sistema de reconhecimento facial para identificação de torcedores nos seis estádios onde serão disputadas as partidas.

De acordo com o gerente de Segurança do Comitê Organizador Local da Conmebol, Hilário Medeiros, esse será o primeiro evento no Brasil a trabalhar com o reconhecimento facial.

“Vamos deixar um banco de dados que será abastecido com informações de todo o mundo. Trabalhamos em parceria com os órgãos de segurança pública e a Interpol [organização internacional que ajuda na cooperação de polícias de diferentes países] para impedir que um indivíduo indesejado, que já tenha ou possa vir a causar distúrbios, entre nos estádios e perturbe o torcedor”, explicou.

Medeiros disse que, além da utilização do sistema de reconhecimento facial para coibir a presença de vândalos ou pessoas foragidas da Justiça nos estádios, um efetivo de 10 mil agentes de segurança privada será contratado pelo Comitê Organizador Local para o policiamento dentro dos estádios.

A Copa América Brasil 2019 será disputada em cinco cidades-sede: Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, com a participação de 12 seleções, sendo dez da América do Sul: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela; e duas convidadas: Catar e Japão.

Continue lendo
Clique para comentar

Esportes

Jogos de hoje definem adversário do Brasil nas quartas de final

Publicado

em

REUTERS/Henry Romero/direitos reservados

As duas partidas de hoje (24) do grupo C definirão o adversário do Brasil nas quartas de final da Copa América. Isso porque a seleção brasileira enfrentará o terceiro colocado do grupo B ou C. Japão joga contra o Equador, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto Uruguai enfrenta o Chile, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Os jogos serão às 20h.

Dependendo dos resultados, os brasileiros podem enfrentar o Japão, Equador, Uruguai ou o Paraguai (terceiro colocado no grupo B) na próxima fase.

Se Japão e Equador empatarem hoje, por exemplo, o Paraguai se classifica. Japoneses e paraguaios teriam 2 pontos, mas o Paraguai tem um saldo de gols melhor. Se o Equador vencer, por qualquer placar, se classifica em terceiro e enfrenta o Brasil.

No caso de o Japão vencer a partida, há duas hipóteses. O mais provável é que, em caso de vitória do Japão, que tem 4 gols negativos de saldo, a seleção asiática se classifique em terceiro lugar no grupo e enfrente o Brasil.

Se o Japão, no entanto, golear o Equador e/ou o Uruguai (que tem saldo de 4 gols positivos) perder de goleada do Chile, o Japão pode se classificar até em segundo colocado no grupo. Nesse caso, o adversário do Brasil será o Uruguai.

O Chile tem 6 pontos e só precisa de um empate para terminar na primeira posição. O Uruguai tem 4 pontos e precisa da vitória para se classificar em primeiro. Se empatar, fica em segundo lugar.

Se o Uruguai perder, pode terminar em segundo ou terceiro colocado no grupo, dependendo dos placares de seu jogo contra o Chile e da partida entre Japão e Equador.

O único confronto já definido das quartas de final é entre Argentina (segundacolocada do grupo B) e Venezuela (segunda colocada do grupo A).

A Colômbia (primeira colocada do grupo B) enfrenta a segunda colocada do grupo C (que pode ser Chile, Uruguai ou Japão).

O primeiro colocado do grupo C (que pode ser Chile ou Uruguai) enfrenta o Peru (terceiro colocado do grupo A). O Brasil espera seu adversário para jogar pelas quartas de final às 21h30 de quinta-feira (27), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Continue lendo

Esportes

Marta pede às jovens: “Chorem no começo para sorrir no fim”

Publicado

em

Marta em jogo contra a França Foto: EFE/EPA/Srdjan Suki

A jogadora Marta enviou uma mensagem às meninas brasileiras depois de consumada a eliminação da Seleção nas oitavas de final da Copa do Mundo Feminina de futebol neste domingo (23).

– Não vai ter uma Formiga para sempre, não vai ter uma Marta para sempre, não vai ter uma Cristiane para sempre. O futebol feminino depende de vocês para sobreviver. Então pensem nisso. Valorizem mais. Chorem no começo para sorrir no fim – disse a capitã da Seleção Brasileira, emocionada e olhando fixo para a câmera.

A jogadora pediu às mais jovens que avaliem o atual momento do futebol feminino e as encorajou a “querer mais e treinar mais”, para estarem prontas “para jogar 90 minutos e mais 30 minutos, quantos minutos for”.

Marta disse também que a Seleção Brasileira deve “continuar em frente, com a cabeça erguida”, depois de ser eliminada pela França na prorrogação, pelo placar de 2 a 1.

– Demos o melhor de nós. Todas as jogadoras deram o seu máximo. Foi uma grande partida. Não conseguimos a vitória. A outra equipe foi melhor na definição. Agora é preciso seguir em frente, com a cabeça erguida. Estou muito orgulhosa desta equipe – concluiu Marta.

*Com informações da Agência EFE

Continue lendo

Esportes

Após 2 anos no clube, Daniel Alves está de saída do PSG

Publicado

em

Foto: Reprodução / *Folhapress

O Paris Saint-Germain confirmou o desligamento do lateral Daniel Alves, que anunciou sua saída do clube francês em texto publicado no Instagram na madrugada deste domingo (23).

Em seu site oficial, o PSG afirmou que as duas partes chegaram num comum acordo e decidiram não renovar o contrato que terminaria no próximo dia 30.

O clube agradeceu a Daniel Alves “por trazer sua imensa experiência e profissionalismo ao longo da sua passagem pela capital” e lembrou dos feitos do lateral no time.

Daniel Alves foi o 30º brasileiro a vestir a camisa do clube e, durante os dois anos que defendeu o PSG, marcou oito gols, deu 18 assistências e ajudou a conquistar dois Campeonatos Franceses, uma Copa da França, uma Taça da Liga Francesa e uma Supercopa Francesa.

Nasser Al-Khelaifi, presidente do clube, também deixou seu agradecimento ao lateral brasileiro.

“Há dois anos, depois de suas experiências na Espanha e na Itália, Dani escolheu o Paris Saint-Germain quando teve a oportunidade de embarcar em um novo desafio. Estamos satisfeitos que este grande jogador deixe Paris com vários troféus com as nossas cores. Desejo-lhe o melhor nos próximos desafios que estão à frente no caminho”, declarou o mandatário.

Daniel Alves está com a seleção brasileira para a disputa da Copa América. Na partida de ontem, o lateral marcou um dos cinco gols da goleada sobre os peruanos, na Arena Corinthians.

Em suas redes sociais, o atleta também confirmou que está deixando o clube.

 

Continue lendo

Destaque