Conecte-se Conosco

PARAUAPEBAS

Cfem: Parauapebas vai receber R$ 227 milhões e Canaã R$ 180 milhões de “presente de Natal”

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Zé Dudu

Publicado

em

O céu é o limite para o faturamento de municípios mineradores do Pará. Se as informações de movimentação financeira mineral lançadas pela Agência Nacional de Mineração (ANM) estiverem mesmo corretas, as prefeituras de Parauapebas e Canaã dos Carajás vão receber mais dinheiro em conta neste mês de dezembro que em qualquer outra época da existência. Cálculos elaborados com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu mostram o tamanho das “boas vibrações” que vêm por aí.

A endinheiradíssima Prefeitura de Parauapebas deve recolher R$ 227,06 milhões em Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem). Isso, para um dia, é tão grandioso que é muito mais que a arrecadação de um ano inteiro da Prefeitura de Redenção, principal município do sul do Pará. O cálculo está baseado na produção consolidada reportada pela ANM na última terça-feira (1º) e, em sendo verdade, Parauapebas se despedirá de 2020 tendo arrecadado R$ 877,9 milhões em royalties de mineração, e não só: cravará R$ 2 bilhões em receitas totais, uma quantia épica.

Por seu turno, a próspera Prefeitura de Canaã dos Carajás prevê embolsar nos próximos dias R$ 179,88 milhões, conforme antecipado ontem (2) pelo Blog em reportagem que tratou das finanças do 5º bimestre do município. Essa bolada é tão robusta que 5.000 dos 5.570 municípios do país não dão conta de ajuntar a dinheirama em um ano. Quando for creditado em conta, esse valor se somará aos royalties já recebidos no decorrer de 2020 e totalizará R$ 676,1 milhões, um verdadeiro acontecimento que impulsionará Canaã a encerrar este ano com receita total de R$ 1 bilhão, tornando-se a 3ª prefeitura mais rica do Pará, atrás apenas de Belém e Parauapebas e superando, quem diria, Marabá — o Blog previu, inclusive, que essa ultrapassagem de Canaã sobre Marabá só iria ocorrer em 2022, mas a Cfem de dezembro quer antecipar os acontecimentos.

Já Marabá tem previstos R$ 20,54 milhões para logo mais, um recorde também. E deve ganhar outra boladinha, ainda em dezembro, em cima do impacto gerado pela mineração de ferro praticada por Parauapebas e Canaã dos Carajás. Ao todo, 48 prefeituras paraenses vão repartir este mês exatos R$ 442.446.939,87 por produção. As prefeituras que recebem Cfem por impacto vão ratear outros R$ R$ 110.611.734,97, mesma quantia que será repassada diretamente ao caixa do Governo do Pará.

Confira, por meio do cálculo exclusivo do Blog do Zé Dudu, os valores milionários das principais prefeituras de municípios mineradores paraenses neste mês de dezembro!

ROYALTIES DE MINERAÇÃO EM DEZEMBRO PARA AS PREFEITURAS

1º Parauapebas: R$ 227.057.288,08
2º Canaã dos Carajás: R$ 179.878.352,88
3º Marabá: R$ 20.544.859,07
4º Itaituba: R$ 3.789.283,57
5º Oriximiná: R$ 2.892.772,67
6º Paragominas: R$ 2.466.681,74
7º Juruti: R$ 1.618.300,31
8º Curionópolis: R$ 1.060.166,71
9º Novo Progresso: R$ 1.001.428,18

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4556