Conecte-se Conosco

ECONOMIA

Comércio animado com a liberação dos saques do FGTS

foto: Gabriel Pinheiro/Esp. CB/D.A Press)/ Correio Braziliense

Publicado

em

Comércio animado com a liberação dos saques do FGTS

Comerciantes estão otimistas em relação ao saque adicional dos recursos do FGTS, que começará antes do Natal. A empresária Amanda de Oliveira Souza, de 28 anos, que trabalha com artigos religiosos, espera que a liberação dos recursos estimule as vendas. “O comércio está bem parado nesses últimos tempos”, lamentou. Ela afirma que, normalmente, as vendas no fim do ano são melhores do que em outras épocas, porém, mesmo estando às vésperas das festas de fim de ano, as coisas não estão indo muito bem.

“Não está sendo tão bom quanto era antigamente. A última vez que eu me lembro de que o comércio estava melhor foi há cerca de dois anos”, disse. Porém a empresária permanece confiante de que o dinheiro extra no bolso dos brasileiros faça alguma diferença nas vendas de sua loja. “Estou otimista, mesmo sabendo que, normalmente, as pessoas usam esse dinheiro para pagar contas e quitar dívidas”, conta Amanda.

Esse é o caso da auxiliar de limpeza Maria dos Santos Vaz, 45, que, em julho, já sacou R$ 500 do FGTS e agora vai usar a outra parte para pagar contas atrasadas. “Se eu não tivesse essas dívidas, não tiraria o dinheiro da minha conta. Algumas pessoas estão sacando e usando o dinheiro para fazer besteira, vou deixar o meu lá para quando eu realmente precisar“, disse.

Maria dos Santos acredita que falta informação para a população sobre de onde vem o dinheiro que está recebendo e como usá-lo da forma correta. “Acabam sempre sacando da conta e usando de qualquer jeito, sem mais nem menos, e sem saber exatamente por que a pessoa está recebendo aquilo”, queixa-se.

Valmir Pereira, 48, gerente de uma loja de churros na Rodoviária do Plano Piloto, contou que ficou sabendo recentemente sobre o novo saque do FGTS. “Geralmente, em todas as áreas do comércio, o movimento aumenta um pouco, e as vendas também. Aqui na loja aumenta entre 15% a 20%, e temos agora a perspectiva de um aumento ainda maior por causa disso”, avaliou.

raziValmir disse que, pelo fato de as pessoas circularem bastante na Rodoviária nesta época do ano à procura de presentes para os parentes, a loja em que trabalha aproveita muito o movimento. “A gente sempre tem que ser otimista, todo mundo que mexe com vendas tem essa esperança sempre, já é da natureza essa perspectiva”, considerou.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4552