Conecte-se Conosco

ESPORTES

Diretoria do Paysandu anuncia setorização do estádio da Curuzu

O Liberal

Publicado

em

Estádio será dividido em setores principais, alas oeste e leste

Sem o estádio Mangueirão, que entrará em reforma para devida modernização a partir do segundo semestre deste ano, o Paysandu vai dividir o estádio da Curuzu em setores de arquibancada e cadeiras, diferenciando os preços e aumentando a própria arrecadação. Hoje, a distinção de preços se restringe somente aos valores de arquibancada e cadeira.  

Gluck Paul detalhou que a setorização da Curuzu já é um projeto submetido ao Corpo de Bombeiros para a validação. “Depois de 2020, certamente, teremos Re-Pas na Curuzu. O projeto que já lançamos vai trabalhar a setorização da Curuzu. Vamos dividir a Curuzu em setores: entre tobogã principal, ala leste, oeste, ou Chaco e Curuzu. Teríamos cadeira cativas divididas também em três setores”. 

A visão do local que é considerada mais privilegiada terá ingressos mais majorados. “Com a setorização, iremos elevar o valor do ticket médio. Teremos ingressos mais baratos e mais caros, que serão centralizadas. É uma forma de recompensar o fato de não termos o Mangueirão como palco para esses jogos”, disse.

Ricardo Gluck Paul fez a seguinte alusão. “Com dois Re-Pas, divide-se a renda, com 35 mil ingressos para vender, com 17.500 para casa. Na Curuzu, por exemplo, a capacidade é de 16 mil pessoas. Cairá pela metade e há quem peça o dobro do preço do ingresso. Não creio que faremos isso. É uma experiência por um preço maior, mas não necessariamente o dobro. Tentaremos recuperar parte do prejuízo. Acreditamos que a setorização é um caminho para isso”.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4552