Conecte-se Conosco

CELEBRIDADES

Em noite emocionante, Sérgio Chapelin se despede do Globo Repórter

Publicado

em

Por volta das 23h25 desta sexta-feira (27/09/2019), Sérgio Chapelin se despediu definitivamente do Globo Repórter. Esta é a terceira e última passagem do jornalista no comando do programa. Ele está há quase 50 anos na TV Globo.

A partir do dia 4 de outubro, cabe a Glória Maria e Sandra Annenberg a responsabilidade de comandar a atração. Ao se despedir do público, em uma noite emocionante, Chapelin disse: “Na semana que vem nosso encontro está marcado. Nesse momento, simbolicamente, atravesso a tela e vou para o lado de vocês aí em casa. Juntos, assistiremos ao primeiro programa de outubro, um mês de grandes reportagens. Vem novidade por aí. Mas este é um segredo que as minhas parceiras vão contar. Eu só digo uma coisa: não percam. Muito obrigado pela convivência nesses anos todos e um forte abraço em cada um de vocês. E na próxima sexta, estaremos todos na mesma sintonia, ligados no nosso Globo Repórter. Um bom fim de semana e uma boa noite.”

Sérgio Chapelin recebeu Glória Maria e Sandra Annemberg no final do programa para mostrar o novo cenário do programa. Logo em seguida, foram exibidos alguns dos destaques da carreira do jornalista, que começou no rádio e rapidamente migrou para a TV.

Além de estrear o Globo Repórter, o profissional também passou pelo Jornal Nacional e noticiou alguns dos principais momentos históricos do Brasil, como a morte de Ayrton Senna, dos Mamonas Assassinas, descoberta de jazidas de petróleo, vitórias do futebol na Copa do Mundo, e muito mais.

Sandra questionou Chapelin sobre seus planos: “Foram anos, décadas, de uma parceria feliz entre o Sérgio e o nosso público. E agora, Sérgio, quais são seus planos?”. “Agora, é momento de pensar, relaxar, experimentar aquela liberdade total. Também tem minha chácara que eu gosto muito, viajar, que só agora eu vou poder viajar”, respondeu o jornalista.

O episódio desta sexta tratou da natureza selvagem da região do Serengeti, na África.

Novas apresentadoras

Glória Maria dividiu com Chapelin a apresentação de alguns programas do Globo Repórter e falou com carinho sobre o colega. “Sérgio Chapelin faz parte da minha vida. Começamos praticamente juntos. Cheguei aqui três anos depois dele e nunca nos separamos. Agora são duas apresentadoras, cada uma com a sua trajetória e experiência. Nós não podemos substituí-lo porque não tem como. Vamos fazer uma coisa diferente”, diz a jornalista.

Para Sandra Annenberg, será uma honra substituir uma de suas maiores referências na profissão: “Quando comecei no jornalismo da Globo, em 1991, fui a primeira apresentadora do tempo do Jornal Nacional e era chamada toda noite pelo Sérgio e pelo Cid Moreira. Ele é uma inspiração e me sinto honrada. Na verdade, o Sérgio é insubstituível. A voz dele ficará para sempre ecoando nos nossos ouvidos”.

Continue lendo
Clique para comentar

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual