Conecte-se Conosco

MUNICÍPIOS

Em Vigia e Óbidos, foliões invadem as ruas com as cores e a alegria da folia popular

Do nordeste ao oeste do Pará, agentes do sistema de segurança pública atuam para garantir a tranquilidade de toda a população

Publicado

em

As ruas históricas de Vigia de Nazaré, município do nordeste paraense com 404 anos de tradições e uma cultura peculiar, fervilham em um dos carnavais mais animados do Pará. As vias estreitas são tomadas por foliões fantasiados – geralmente homens com roupas de mulher, e mulheres com figurinos masculinos. Na segunda-feira (24), os blocos “As Virgienses” e “Os Cabrasurdos” reuniram cerca de 150 mil pessoas no corredor da folia, que tem pouco mais de um quilômetro, segundo os organizadores.

Para garantir a segurança e tranquilidade dos foliões, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) realiza no município as ações da Operação Carnaval Seguro, desenvolvida pelos órgãos integrados do sistema de segurança pública. Somente em Vigia, a operação mobiliza um efetivo de 110 policiais militares, 40 bombeiros e oito agentes do Departamento de Trânsito do Estado (Detran).

O servidor público Paulo Henriques há 12 anos participa da folia em Vigia. Para ele, é opção de diversão para toda a família. “Eu adoro carnaval, e a minha família também. Assim, vamos mantendo a tradição de participar”, disse o folião. Já Luiz Pereira aproveitou a movimentação para aumentar a renda. “O Carnaval de Vigia é muito bom! Sou vendedor e todo ano eu brinco, mas a festa é uma boa renda pra gente”, ressaltou.

Animação e preservação – Já no oeste do Pará, o Carnapuxis é a grande atração no município de Óbidos, cujas ruas ficam lotadas dos tradicionais mascarados fobós. Durante sete dias, os blocos desfilam pela sede municipal arrastando milhares de foliões. Mascarados, eles carregam um saco de amido de milho e brincam de jogar o produto em quem passa.

Este ano, o tema do Carnaval de Óbidos é a preservação da natureza e o cuidado com a Amazônia. Ananias Braga, do bloco Unidos do Morro, ressaltou a receptividade da população. “O nosso não deve para nenhum carnaval. O mais importante do nosso povo é a troca. Ninguém aqui é tratado como turista, e sim como morador de Óbidos. Isso deixa o folião mais próximo”, ressaltou.

Helena Santos, moradora de Óbidos, acompanha toda a folia reforçando a valorização cultural da região do Baixo Amazonas, que já é Patrimônio Cultural do Estado. “O nosso (Carnaval) é o melhor da Amazônia, e é muito gratificante ficar aqui e prestigiar a nossa tradição. Por isso não saio da cidade”, afirmou.

Por: Larissa Noguchi (SECOM)

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4552