Conecte-se Conosco

MUNDO

França é quarto país a ultrapassar marca de 10 mil mortes por coronavírus

Foto: Vincent West/Reuters / Fonte: Reuters

Publicado

em

França registrou, oficialmente, mais de 10 mil mortes por infecções em decorrência do coronavírus nesta terça-feira, tornando-se o quarto país a ultrapassar esse marca depois da Itália, Espanha e Estados Unidos, enquanto a taxa de crescimento das mortes avançou pelo segundo dia consecutivo.

Durante uma entrevista coletiva, Jerome Salomon, chefe da autoridade de saúde pública, disse que o número de pessoas que morreram da doença nos hospitais franceses aumentou 9% em um dia, para um total acumulado de 7.091, contra 10% na segunda-feira.

Mas ele acrescentou que, incluindo dados parciais sobre o número de pessoas que morreram em casas de repouso, o número total de mortes pela doença subiu para 10.328, ante 8.911 registrados na segunda-feira, em um aumento de 16%, contra 10% na segunda e 7% no domingo.

Espanha: ritmo de mortes por coronavírus volta a crescer após cinco dias

O ritmo de mortes pelo novo coronavírus na Espanha aumentou pela primeira vez em cinco dias nesta terça-feira, com 743 pessoas indo a óbito durante a noite, o que elevou o total para 13.798 no país.

De domingo para segunda-feira, 637 pessoas morreram no país, que registra o segundo maior número de mortes no mundo devido à pandemia da Covid-19.

O total de casos confirmados aumentou para 140.510 nesta terça-feira, ante os 135.032 registrados na segunda, informou o Ministério da Saúde.

Irã: 62 mil casos e quase 4 mil mortes

O total de casos do novo coronavírus no Irã aumentou para mais de 62 mil e o número de mortos se aproxima de 4 mil, segundo dados do Ministério da Saúde anunciados nesta terça-feira, mas uma autoridade de alto escalão sugeriu que os dados reais sobre a infecção podem ser muito maiores.

O porta-voz do Ministério da Saúde, Kianush Jahanpur, disse à televisão estatal que mais 133 pessoas morreram em decorrência do vírus nas últimas 24 horas, elevando o número de mortes do Irã para 3.872. Quase 4.000 pessoas infectadas estão em estado crítico, acrescentou.

O número total de casos confirmados chegou a 62.589, com 2.089 novas infecções, disse Jahanpur.

No entanto, um membro da Força-Tarefa Nacional de Combate ao Coronavírus iraniana estimou que as infecções no país somam “cerca de 500.000”, informou a agência de notícias estatal Irna.

“Muitas pessoas com sintomas mais leves não foram detectadas”, afirmou Hamid Souri na segunda-feira.

O governo do Irã, que é o país do Oriente Médio mais afetado pela pandemia do novo coronavírus, negou acusações de encobrir a escala da infecção.

Médicos e vários parlamentares afirmaram anteriormente que o número de casos confirmados e mortes é muito maior do que os dados oficiais sugerem.

O ministro da Saúde do Irã, Saeed Namaki, disse à TV estatal nesta terça-feira que cerca de 70 milhões de iranianos foram testados para o vírus. Este número não pôde ser confirmado independentemente.

“Pedimos que as pessoas fiquem em casa e sigam as orientações”, disse Namaki.

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse no domingo que as atividades econômicas de “baixo risco” serão retomadas a partir de 11 de abril e pediu aos iranianos que respeitem o distanciamento social aconselhado pelas autoridades de saúde para conter a propagação do vírus.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital