Conecte-se Conosco

PARAUAPEBAS

Governo de Parauapebas despeja mais de R$ 62 milhões em salários na praça

Valor líquido do conjunto de salários pagos aos cerca de 7.600 servidores nesta sexta é maior que arrecadação total de 64 de 144 das prefeituras do Pará; Semed e Semsa lideram volumes.

Foto: Reprodução / Fonte: Blog Ze Dudu

Publicado

em

Os 7.600 servidores públicos municipais vinculados ao Poder Executivo, tanto da Prefeitura Municipal de Parauapebas (PMP) quanto do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep), amanheceram nesta sexta-feira (29) com a conta recheada. A administração municipal efetuou o pagamento do salário de novembro e o décimo terceiro salário, tradicionalmente pago em dose única entre os dias 15 e 20 de dezembro.

Segundo levantou o Blog do Zé Dudu, a folha líquida total, com crédito direto à conta bancária dos servidores, foi de R$ 62.253.890,47. Para se ter ideia da dimensão desse valor, basta saber que 64 das 144 prefeituras paraenses se batem o ano inteiro para arrecadar um montante desse. E exemplos aqui perto não faltam. Água Azul do Norte (R$ 50,76 milhões), São Domingos do Araguaia (R$ 48,61 milhões) e Rio Maria (R$ 47,55 milhões), entre tantas outras administrações, não conseguem ajuntar em receita líquida um volume financeiro que cubra a injeção de um mês de salário e décimo terceiro do governo de Parauapebas.

Pela folha bruta, juntamente com a patronal, a PMP desembolsou exatos R$ 81.634.990,69 nesta sexta. Em valores líquidos, as folhas mais volumosas foram a da Secretaria Municipal de Educação (Semed), no valor de R$ 22.001.993,87, e a da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), ao custo de R$ 18.775.819,89. Elas batem com folga as despesas com pessoal das demais secretarias e pastas do Executivo.

Só a despesa com pessoal da Semed despachada hoje foi superior à arrecadação inteira das prefeituras de Palestina do Pará (R$ 21,62 milhões), Peixe-Boi (R$ 20,79 milhões), Abel Figueiredo (R$ 19,82 milhões), Magalhães Barata (R$ 19,74 milhões), Santa Cruz do Arari (R$ 18,54 milhões), Bannach (R$ 17,99 milhões), São João da Ponta (R$ 17,2 milhões) e Santarém Novo (R$ 15,07 milhões). As informações, para efeito de comparação, foram levantadas pelo Blog junto à Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), a partir da mais recente prestação de contas realizada pelas prefeituras.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual