Conecte-se Conosco

POLÍTICA

Impeachment de Bolsonaro não é prioridade, afirma Rodrigo Maia

Publicado

em

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participou do programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite de segunda-feira (3). Durante a atração, Maia falou sobre os pedidos de impeachment protocolados contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, e reforçou que não vê qualquer crime cometido pelo chefe do Executivo que justifique a abertura de um processo.

– De forma nenhuma deferiria nenhum desses. Dos [processos] que estão lá, a princípio, me parece que não há nenhum problema – destacou.

Maia também deixou claro que a análise dos pedidos não é prioridade do Legislativo durante o período de pandemia da Covid-19 e ressaltou que há “muitas pautas relevantes para votar”. O presidente da Câmara disse ainda que a decisão de indeferir processos que estão em andamento poderia motivar uma série de recursos ao Plenário.

– Se eu começar a decidir pelo indeferimento, nós vamos transformar o plenário da Câmara, que ainda tem muitas pautas relevantes para votar, num enfrentamento político entre o presidente e a oposição. Qualquer decisão agora leva a recursos ao plenário e nós vamos ficar discutindo impeachment sem nenhuma motivação para isso. É por isso que eu não decido – apontou.

Perguntado pelos entrevistadores se estaria segurando uma resposta para “pressionar” o governo, como fez o ex-presidente da Casa, Eduardo Cunha, com o pedido contra o governo de Dilma Rousseff, Maia negou e disse que não usaria a ferramenta “para ameaçar”.

– Isso não é do meu feitio. Eu, de forma nenhuma, me utilizaria do impeachment para pressionar, para ameaçar – completou.

Por: Paulo Moura 

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual