Conecte-se Conosco

TECNOLOGIA

Leilão do 5G é confirmado para o primeiro semestre de 2021

Foto: Reprodução / Fonte: Teletime

Publicado

em

Pandemia atrapalhou a finalização todos os testes de campo necessários para impedir possíveis interferências da tecnologia em outros serviços, de acordo com o ministro das Comunicações, Fábio Faria

O tão aguardado leilão para a implantação de redes 5G no Brasil foi adiado para o primeiro semestre de 2021. Segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, por conta da pandemia, não foi possível finalizar todos os testes de campo necessários para impedir possíveis interferências da tecnologia em outros serviços. 

Ele acredita que o debate sobre a implementação da tecnologia será necessário e se alongará para o ano que vem. “Tenho certeza que este ano não dará mais pra fazer este leilão. Isso fica para 2021”, declarou o ministro em entrevista à rádio Jovem Pan na última sexta-feira (3).

Faria argumentou que o governo precisa fazer o dever de casa, junto com a Anatel, de coletar informações para que o presidente Jair Bolsonaro tome a decisão sobre os caminhos que o Brasil tomará para implementar a tecnologia.

“Cabe a mim receber todas as demandas, receber os players importantes do setor para saber sobre transparência, questões de investimentos, questões de preços para posteriormente levar para o Presidente da República. Levar de uma forma para que ele escolha. Todos os presidentes dos países têm o direito de escolher o caminho que o país deve seguir”, afirmou. 

Anatel já havia antecipado

Na última semana de junho, o presidente da Anatel, Leonardo Euler, já havia dado como certo que o leilão de 5G não seria realizado ainda neste ano. Segundo ele, dentre os problemas do adiamento está o teste de convivência da faixa de 3,5 GHz em 5G com serviços de TV parabólica, ainda incompletos devido à pandemia do coronavírus. 

“Estamos trabalhando [para realizar o leilão] ainda no primeiro semestre, na melhor das hipóteses, no primeiro trimestre”, declarou o presidente da Anatel “Claro que ainda tem testes de campo para fazer”, comentou.

Vale lembrar que, embora a Claro tenha anunciado no início do mês o lançamento de rede 5G comercial utilizando compartilhamento dinâmico de espectro (DSS, na sigla em inglês), a própria operadora fala que ainda será necessário ter as frequências previstas no leilão para implantação em larga escala e com todo potencial da tecnologia.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual