Conecte-se Conosco

MARAJÓ

Muaná: 500 toras de madeira são apreendidas durante operação

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

Publicado

em

A Polícia Civil do Pará deflagrou uma operação de combate ao desmatamento ilegal na zona rural de Muaná, na Ilha do Marajó. Três pessoas, que estavam responsáveis por uma serraria clandestina, foram detidas. No local foram apreendidas mais de 500 toras de madeira. Do total, 200 toras estavam em formato bruto e outras 300 já haviam sido beneficiadas (passaram por processo de acabamento). O crime ambiental foi constatado na quarta-feira (11). Segundo o delegado Guilherme Gonçalves, titular da Delegacia de Muaná, a ação policial foi realizada de forma conjunta com a Secretaria Municipal de Meio-Ambiente (SEMMA) da Prefeitura local, na região do Rio Tatuoca, ente os rios Muaná e Baixo Rio Atuá.

No local foram detidos: José Santos Moraes, Marinaldo Gouvea Moraes e José Augusto Santana Moraes, todos da mesma família. O delegado detalha que a operação foi deflagrada após recebimento de denúncia sobre o funcionamento da serraria ilegal no interior do município. Liderada pelo delegado, a equipe policial formada por um investigador e dois fiscais da SEMMA foram até o rio Tatuoca.

Nessa região, os agentes encontraram inicialmente a madeira que foi apreendida e depois destinada à Secretaria Municipal de Meio-Ambiente para a construção de pontes e escolas no município. As pessoas encontradas no local foram autuadas por corte ilegal de madeira em Unidade de Preservação Permanente (Marajó) e irão responder ao processo judicial em liberdade.

Continue lendo
Clique para comentar

MARAJÓ

Motociclistas ficam feridas ao bater búfalo em estrada no Marajó

Publicado

em

Fonte/Foto: Portal Marajó

Duas mulheres sofreram um acidente após colidirem com um búfalo, na PA-154, na noite desta sexta-feira (17). A rodovia fica localizada na Vila de Retiro Grande, município de Cachoeira do Arari, no arquipélago do Marajó.

Marilene e Roseli estavam de moto quando foram surpreendidas pelo búfalo, que atravessou a via e por conta da má iluminação, não conseguiram evitar a colisão com o animal, caindo assim as duas do veículo. Moradores da área acionaram a Polícia Militar (PM) para verificar a situação.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamado pelos PMs para fazer o resgate das vítimas, que foram levadas para o hospital de Cachoeira do Arari. Ainda durante os atendimentos emergências, foi identificado que as mulheres sofreram diversas esfoliações pelo corpo, além de deslocamentos nas articulações dos ombros e pulsos.

Continue lendo

MARAJÓ

Embaixador do Marajó, Madson Santos, parabeniza Soure com belas imagens

Publicado

em

Fonte: Extradopara

Lindas imagens e uma mensagem de amor à cidade  de Soure. Este foi o agradecimento feito pelo sourense Madson Santos, conhecido nas redes como o Embaixador do Marajó, ao comemorar os 161 anos da cidade onde nasceu, data comemorada ontem (20) com uma vasta programação cultural e política no município.

Madson, reconhecidamente um grande representante da cultura marajoara, usou suas redes sociais para parabenizar e promover as belezas naturais do município e região, reafirmando ser um embaixador nato em se tratando da “Pérola do Marajó.

Confira a mensagem:

Soure aquele abraço! Parabéns Soure, cidade do Marajó que eu tenho muito orgulho de ter nascido, cidade de cultura, história tão rica e povo acolhedor. Soure de tantas belezas que encanta a todos, moradores e visitantes. Viva Soure pelos 161 anos de emancipação!👏🏼👏🏼👏🏼 Fotos: @pc_foto e @luhcosta_fotografia

Continue lendo

MARAJÓ

Exclusivo: Salvaterra é a cidade mais segura do Estado do Pará

Publicado

em

Texto: Ettiene Angelim/Fotos: Agência Pará e Extradopara.com

Os dados da Polícia Militar do Estado do Pará referentes ao ano de 2019 apontam o município de Salvaterra como a cidade mais segura do Estado do Pará. A informação é do coronel Hugo Regateiro, Comandante Policiamento Regional do Marajó Oriental – CPR XI, que engloba os municípios de Salvaterra, Soure, Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Ponta de Pedras e Muaná.

“Em 2019, os homicídios na região do CPR XI baixaram de 16 para dez, uma baixa expressiva, e de roubo baixamos aproximadamente 20% em todo o município. É o menor número desde 2012. Nosso índice do risco de morte por homicídio aqui é de seis pessoas a cada mil habitantes. Tem municípios do Pará que chegam a 78. A média da Região Metropolitana é 29, então a gente está muito abaixo da média. Seis é um número europeu”, afirma o coronel, que compara os índices de Salvaterra com os de Portugal, também de seis para mil.

De acordo com o comandante, em 2019 a PM realizou na região realizou mais de 44 mil abordagens. No segundo semestre, o CPR XI realizou 55 apreensões de drogas 15 de armas de  fogo, 34 armas brancas – o que pode ter evitado outros assaltos ou roubos, além de quase 50 veículos recuperados, fruto dessa quantidade enorme de abordagens. São muitas as barreiras vistas na região e o foco é na apreensão de veículos roubados. Quase todo crime cometido aqui é sobre motos. E o cara quando vai assaltar ele pega uma moto cabrito, que ele vai largar em qualquer lugar”.

Sobre as abordagens policiais, Regateiro  pede a colaboração da comunidade para que continuem ocorrendo de forma pacífica, pois são necessárias para que a PM possa realizar um trabalho efetivo de prevenção e combate ao crime.

Segundo ele, “a revista não é uma sensação boa, mas a gente tenta transformar essa situação em algo menos traumático. Esperamos que o nosso pessoal chegue com educação e que a população também responda a abordagem com educação, porque estar meio-dia no sol também não é agradável para quem está trabalhando”.

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital