Conecte-se Conosco

FUTEBOL

Neymar aborda fama de ‘fiteiro’ e lamenta lesões: “É horrível”

Publicado

em

O canal de Youtube OTRO publicou, na quarta-feira, o trecjp de uma conversa entre Neymar e Ronaldo, onde o jogador do Paris Saint-Germain aborda as críticas de que é alvo por, alegadamente, exagerar na simulação de faltas.

Neymar assegura que tudo não passa de uma forma de se proteger, e se não o fizer, pode acontecer o que ocorreu recentemente: “Não me protegi, agora tenho o pé lesionado”, disse.

“Já não aguento mais ficar sem jogar, sem treinar, sem estar com os meus companheiros. É muito mau, mas faz parte. São ossos do ofício”, acrescentou.

“É difícil. Para nós, atletas, os momentos mais complicados são as lesões e passar por cirurgias. O tempo fora dos gramados é horrível. Eu já não aguento mais, estou fora há um mês e pouco”, lembrou.

Neymar apontou, ainda, o dedo a Zuniga pela dura falta sofrida em julho de 2014, que o deixou de fora da Copa do Mundo: “Ele tinha diversas formas de fazer a falta, agarrando… O movimento que fez não é um movimento de futebol. O árbitro não tinha como interferir, não tem culpa nenhuma”.

Continue lendo
Clique para comentar

FUTEBOL

Fluminense e Fortaleza empatam em jogo ‘morno’

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: *Folhapress

Já livre da possibilidade de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Fluminense recebeu o Fortaleza nesta quarta-feira (4), no Maracanã, e as equipes ficaram no empate sem gols, em uma partida que não foi das mais animadoras para as torcidas.

Com o resultado, o time carioca, que briga por vaga na Copa Sul-Americana, chegou aos 43 pontos, e subiu para a 14ª colocação, ultrapassando o Botafogo.

O Fortaleza, que iniciou a rodada ainda com chance de classificação à Copa Libertadores, chegou aos 50, em nono, e não tem mais chances de ir à competição continental -já que o Internacional, em oitavo, tem 54. O time tem ao menos vaga garantida na Sul-Americana.

Na próxima rodada, a última da competição, a ser disputada no domingo (8), o Fluminense visitará o Corinthians, enquanto a equipe de Rogério Ceni receberá o Bahia.

FLUMINENSE
Marcos Felipe, Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri, Dodi, Daniel e Nenê (Wellington Nem); Yony González (João Pedro) e Marcos Paulo (Evanilson). Técnico: Marcão

FORTALEZA
Felipe Alves, Tinga, Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe, Juninho, Osvaldo (André Luís) e Edinho; Romarinho (Bruno Melo) e Wellington Paulista (Kieza). Técnico: Rogério Ceni

FICHA TÉCNICA
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público e renda: 39.034 pagantes; R$ 445.735,00
Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Dodi (2) e Yony González (FLU); Paulão (2) (FOR)
Cartões vermelhos: Dodi (FLU) e Paulão (FOR)

Continue lendo

FUTEBOL

São Paulo bate o Inter e vai à fase de grupos da Libertadores

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: *Folhapress

O São Paulo cumpriu seu objetivo no duelo com o Internacional na noite desta quarta-feira (4) ao conseguir classificação à fase de grupos da Copa Libertadores. A meta foi alcançada com uma vitória por 2 a 1, no Morumbi, com gols de Antony e Vitor Bueno. Parede descontou.

Com o resultado, o time tricolor, agora com 60 pontos, não pode mais ser ultrapassado na sexta colocação do Campeonato Brasileiro.PUBLICIDADE

Isso significa pular a fase preliminar da próxima disputa continental, algo considerado importante para um início mais tranquilo de temporada em 2020 -neste ano, o São Paulo caiu justamente na pré-Libertadores, diante do Talleres, da Argentina.

O Internacional, que tinha a chance de ultrapassar o São Paulo em caso de triunfo na penúltima rodada, caiu para o oitavo lugar. O time colorado tem 54 pontos, foi ultrapassado pelo Corinthians, com 56, e, para ir à pré-Libertadores, precisará permanecer à frente do Goiás, que soma 49 e ainda vai jogar duas vezes.

No confronto na capital paulista, os donos da casa demonstraram superioridade. Antony abriu o placar aos 15min do primeiro tempo após passe preciso de Igor Gomes. Na etapa final, Vitor Bueno ampliou, aproveitando contragolpe aos 3min.

Parede ainda marcou para o Internacional, aos 24min, mas a reação parou por aí. Nos acréscimos, o goleiro Marcelo Lomba chegou a oferecer perigo ao ir para o ataque em cobrança de escanteio e cabecear a bola rente à trave, o que não impediu a derrota de sua equipe.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes (Toró); Antony, Pablo (Luan) e Vítor Bueno (Liziero). Técnico (auxiliar): Márcio Araújo

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Heitor (Rafael Sobis), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Nonato (D’Alessandro), Neilton (Nico López) e Guilherme Parede; Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

FICHA TÉCNICA
Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Público e renda: 30.822; R$ 487.784,00
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Alex dos Santos e Éder Alexandre (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Tchê Tchê, Vítor Bueno, Bruno Alves (SAO); Rodrigo Lindoso, Rafael Sobis, Victor Cuesta e Uendel (INT)
Gols: Antony (SAO), aos 15min do 1º tempo; Vítor Bueno (SAO), aos 3min, e Guilherme Parede (INT), aos 24min do 2º tempo

Continue lendo

FUTEBOL

Chapecoense vence e rebaixa CSA para a Série B

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: *Folhapress

A Chapecoense presenteou seu torcedor nesta quarta-feira (4) com uma convincente vitória sobre o CSA, por 3 a 0, na despedida da Arena Condá na Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado ainda confirmou a queda do time alagoano para a segunda divisão.

Já rebaixada desde a última semana, a Chape chegou aos 31 pontos e segue na penúltima posição. O CSA, por sua vez, esgotou as possibilidades de permanecer na elite ao permanecer com 32 pontos, em 18º. O Ceará, primeiro time fora do Z-4, tem 38.

A Chape começou a construir a vitória logo no primeiro minuto de partida, com o gol de Gustavo Campanharo. Os três pontos foram assegurados já na segunda etapa. Aos 13min, Arthur Gomes ampliou. Já aos 33min, Maurício Ramos aproveitou cruzamento para definir o resultado.

Os dois times se despedem do Brasileiro no fim de semana. No próximo domingo, às 16h, a Chapecoense vai encarar o Vasco em São Januário, enquanto o CSA receberá o São Paulo.

CHAPECOENSE
João Ricardo; Eduardo, Amaral, Mauricio Ramos e Caíque Sá; Márcio Araújo, Gustavo Campanharo (Diego Torres), Tharlis, Vini Locatelli (Ronei); Renato e Dalberto (Arthur Gomes). T.: Marquinhos Santos

CSA
Jordi; Dawhan, Lucas Dias, Luciano Castán e Rafinha; João Vitor, Nilton, Jean Cléber e Jonatan Gómez (Matheus Prado); Bustamante (Bruno Alves) e Ricardo Bueno. T.: Jacozinho

FICHA TÉCNICA
Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Cartões amarelos: Gustavo Campanharo (CHA); João Vitor (2) e Jean Cléber (CSA)
Cartão vermelho: João Vitor (CSA)
Gols: Gustavo Campanharo (CHA), ao 1min do 1º tempo; Arthur Gomes (CHA), aos 13min, e Maurício Ramos (CHA), aos 33min do 2º tempo

Continue lendo

Facebook

Propaganda

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital