Conecte-se Conosco

FUTEBOL

Palmeiras arranca empate, mas vê Flamengo mais longe

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: *Folhapress

O Palmeiras arrancou empate contra o Athletico-PR por 1 a 1 na noite deste domingo (20), mas ficou mais distante do líder Flamengo. A partida foi válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time paulista tem 54 pontos, dez a menos que o Flamengo que derrotou o Fluminense por 2 a 0 no Maracanã. A equipe paranaense é a nona colocada, com 39 pontos – campeão da Copa do Brasil já tem vaga na Taça Libertadores de 2020.

O duelo teve oportunidades para os dois lados no primeiro tempo e muita disposição. O time da casa abriu o placar, aos cinco minutos de jogo. Adriano cruzou na área, Marcelo Cirino mergulhou para cabecear para o gol e abrir o placar.

Em desvantagem, o Palmeiras foi para cima e conseguiu empatar aos 40 minutos. Willian cruzou na área, e Deyverson se antecipou a marcação dos atleticanos e emendou um toque sútil para o gol. Deyverson não balançava as redes há 13 jogos, a última vez foi no dia 13 de junho contra o Avaí pelo primeiro turno da competição nacional.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. O Athletico crescia no segundo tempo, enquanto o Palmeiras não conseguia armar jogadas. O técnico Mano Menezes colocou Léo Lima e tirou Zé Rafael. Mas nada.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (27) contra Avaí às 19 horas, no estádio da Ressacada, enquanto o Athletico recebe o Goiás, às 16 horas, na Arena da Baixada.

ATHLETICO
Léo; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Adriano; Wellington, Bruno Guimarães e Bruno Nazário (Léo Cittadini); Marcelo Cirino (Pedrinho), Rony e Marco Ruben (Thonny Anderson). Técnico: Tiago Nunes

PALMEIRAS
Weverton; Jean (Luan), Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Dudu e Zé Rafael (Lucas Lima); Willian (Raphael Veiga) e Deyverson. Técnico: Mano Menezes

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 1 x 1 PALMEIRAS
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelos: Thiago Heleno (Athletico); Gustavo Gómez e Bruno Henrique (Palmeiras)
Gols: Marcelo Cirino (ATH), aos 6 minutos do primeiro tempo, e Deyverson (PAL), aos 40 minutos do primeiro tempo.

FUTEBOL

Ingressos do Santos para jogo com o Flamengo se esgotam

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: *Folhapress

A Vila Belmiro estará lotada para a despedida do Santos na temporada de 2019. O clube alvinegro anunciou na manhã desta sexta-feira (6) que não há mais ingressos para o duelo de domingo (8) contra o Flamengo, a partir das 16h, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

– ESGOTADOS! 11.500 ingressos vendidos para o #SANxFLA. Domingo tem alçapão cheio na última partida do Peixe em casa! – divulgou o clube nas redes sociais.

Além de se despedir de sua torcida no ano, o Santos encara o campeão brasileiro buscando o vice-campeonato. Para isso, basta vencer os cariocas, uma vez que o Palmeiras, o terceiro colocado, apesar de somar o mesmo número de pontos que os santistas (71), tem um triunfo a menos, critério de desempate.

Ainda nesta sexta, o Santos realizou seu penúltimo treino antes do jogo. Fora da atividade, o goleiro Everson, com dores no tornozelo esquerdo, fez trabalhos na academia. Ele foi acompanhado por Evandro, que também é dúvida. Luan Peres e Felipe Jonatan, suspensos, são desfalques certos para a partida.

Continue lendo

FUTEBOL

Mundial adia a decisão sobre o futuro de Gabigol e Jorge Jesus

Publicado

em

Foto: Reprodução / Fonte: *Folhapress

Na goleada do Flamengo por 6 a 1 sobre o Avaí, um clima de despedida envolveu a noite chuvosa no Maracanã. Não apenas pela última apresentação rubro-negra em sua casa no já inesquecível 2019, mas também porque Gabigol e Jorge Jesus podem ter vivido seus últimos momentos diante da Nação.

Pendências mais urgentes do clube para esta reta final de ano, o artilheiro e o comandante ainda estudam o futuro e podem emplacar 2020 em novos ares. Por incrível que pareça, a disputa do Mundial de Clubes joga “contra” o Fla, que terá de ver o fim dessas novelas adiadas por conta da disputa em Doha.

Tão logo marcou o terceiro gol rubro-negro, Gabigol foi em direção à torcida, ajoelhou e beijou o gramado. Ao som de um pedido quase uníssono de “fica”, o jogador mandou beijos para a arquibancada e ensaiou aquele que pode ter sido seu último ato.

– Fui muito feliz no Maracanã, é a minha casa. Não tem pressa, estamos tranquilos. Ainda temos o Mundial, a prioridade sempre será do Flamengo. Sobre o beijo no gramado, foi apenas um gesto de retribuição – despistou ele.

Com contrato até 31 de dezembro, Gabriel balança entre o sonho europeu e a idolatria encontrada no Rio. Não é segredo para ninguém que o atacante aguarda propostas de gigantes do Velho Continente, mas essas ofertas desejadas ainda não chegaram.

Ao passo que vê o tempo correr, o Flamengo já acenou para a Internazionale de Milão, dona dos direitos do atleta, que tem caixa para comprar 80%, operação que não sairia por menos de R$ 90 milhões.

Apesar de uma ligeira aflição gerada pela indefinição da permanência do astro, que entrou no gramado rodeado por dezenas de crianças, o clube entende que tem bala na agulha para sonhar alto no mercado se essa negociação for por água abaixo.

Ainda mais ovacionado que o jogador, Jesus também mantém certo mistério sobre sua continuidade, ainda que o contrato vá até maio de 2020. Uma cláusula, contudo, permite que o Mister deixe o clube ao final da temporada.

Apesar de repetir que só tratará do assunto quando acabar a competição mundial, o luso tem situação melhor encaminhada para continuar o trabalho que culminou com os títulos do Brasileiro e da Libertadores.

– Treinador não sabe nunca o dia de amanhã. Na minha vida, não tenho tido ‘chicotadas psicológicas’, como chamamos em Portugal. Quando ganha, é o técnico que decide se vai embora. Se perde, é o clube quem decide. Então, estamos sempre em cima do muro – disse o treinador.

Em meio a uma história já recheada por conquistas da dupla, o Flamengo vive dias enredado em novelas com dois de seus expoentes. O desejo na Gávea é que ambas terminem com final feliz.
Com 90 pontos no torneio nacional, o Rubro-Negro encara sua última missão em solo brasileiro em 2019. No domingo (8), a equipe visita o Santos, às 16h, na Vila Belmiro.

Continue lendo

FUTEBOL

Bahia e Vasco empatam em jogo com VAR de protagonista

Publicado

em

Foto: Esporte Clube Bahia Oficial/ Felipe Oliveira / Fonte: *Folhapress

Bahia e Vasco empataram em 1 a 1 nesta quinta-feira (5), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), em duelo válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi marcada por participações importantes do VAR.

O árbitro de vídeo entrou em ação em dois lances de penalidade, assinalando um para o time baiano -convertido em gol por Gilberto- e anulando outro do clube cruzmaltino, ambos no primeiro tempo. O pênalti que rendeu o tento do Bahia ainda causou expulsão de Ricardo Graça, do Vasco.

O gol vascaíno saiu na etapa final, com Marrony, aos 39min, três minutos após Arthur Caíke, do Bahia, receber o segundo cartão amarelo e, portanto, ser expulso.

Ambos os times entraram em campo já classificados para a Copa Sul-Americana de 2020 e disputavam diretamente posições na tabela, o que é importante em termos de premiação ao final da competição.

Com o resultado, os baianos, na 11ª colocação, seguiram um ponto à frente dos cariocas (49 a 48), que caíram para o 13º lugar na tabela.

Na rodada final do Brasileiro, a ser disputada no próximo domingo, às 16 horas, o Bahia visitará o Fortaleza na capital cearense, enquanto o Vasco vai receber a Chapecoense no Maracanã.

BAHIA
Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca (Wanderson), Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e João Pedro; Artur, Élber (Arthur Caíke) e Gilberto (Fernandão). Técnico: Roger Machado

VASCO
Fernando Miguel, Raul Cáceres (Fellipe Bastos), Werley, Ricardo Graça e Henrique; Richard, Raul (Gabriel Pec), Yago Pikachu e Andrey; Ribamar (Marcos Júnior) e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FICHA TÉCNICA
Estádio: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Auxiliares: Frederico Soares Vilarinho e Ricardo Junio de Souza (MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Arthur Caíke (2) e Douglas Friedrich (BAH); Richard e Fellipe Bastos (VAS)
Cartões vermelhos: Arthur Caíke (BAH); Ricardo Graça (VAS)
Gols: Gilberto (BAH), aos 44min do 1º tempo; Marrony (VAS), aos 39min do 2º tempo

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital